Pular para o conteúdo principal

A alimentação do brasileiro tem alta de preços diariamente efeito da inflação.

A INFLAÇÃO JÁ CORREU O  SALÁRIO E O POVO NÃO TEM MAIS PODER AQUISITIVO NEM PARA COMPRAR A ALIMENTAÇÃO. 

inflação brasileira

É muito simples constatar esta realidade cruel pela qual estão vivendo atualmente todos os consumidores brasileiros e data para terminar. Basta ir ao supermercado seja grande ou pequeno, na pequena venda e padaria da esquina e ver in loco, a remarcação de preços em todos os produtos sendo feita continuamente. Para comprovar essa situação basta um simples teste real, para tirar a prova dos nove. Realize uma compara com um certo valor e verifique quantos produtos básicos comprou. Na semana seguinte leve a mesma quantia e poder perceber que vai levar menos produtos para casa. O nome dessa equação doméstica é inflação.


Percebe-se evidentemente que o poder de compra do salário não existe mais. A inflação já chegou em ritmo acelerado, pior do que uma escola de samba descontrolada.  Em todas as áreas contém reajuste sobre reajuste automático. Menos o salário mínimo que estagnou em R$ 788,00 reais. Não precisa ser economista para constatar este fato fidedigno, de que a nação brasileira está sem poder aquisitivo. Lamentavelmente os prognósticos dos economistas e da equipe econômica do governo, manda a população se prepararem para dias ou meses piores do que está. É uma situação muitíssima preocupante. A economia começa entrar em recessão, mas o governo parece, não observar, mas o povo já sente o bolso se esvaziar dia-a-após dia. A população começa a perceber a inercia palaciana diante deste grande desafio econômico nacional. A solução encontrada até o momento são os aumentos de impostos, dos juros sobre os créditos financeiros. Com o objetivo do povo frear o consumo, medidas impopulares. Consequência a economia começa a paralisar. As exportações cairão somente em janeiro de 2015, 10,5%, um péssimo sinal para a economia brasileira.   A reposição da inflação deveria ser feita pelo governo urgentemente para compensar o rombo da inflação que já correu o ínfimo salário mínimo nacional.

A política econômica adotada pelo governo, foi um tiro no pé. Até agora   vem provocando efeitos colaterais pesados e danosos para o país e a população. Acendeu   a desvalorização da nossa moeda o real perante o dólar americano. Um efeito negativo para a economia interna. Esta alta do dólar é vista como o carro chefe para acelerar a crise econômica do Brasil. Na sequência vieram os   aumentos da energia elétrica e combustíveis que precipitaram o aumento de preços de tudo. Um legitimo efeito dominó. Os impostos municipais, estaduais e federais foram reajustados acima da inflação. O contribuinte que já recebe uma miséria salarial, mais uma vez vai arcar com a injusta cobrança do Imposto de Renda pela Receita Federal. Tudo isso contribuem para esta realidade perversa de remarcação dos preços. Uma atividade ruim dos anos oitenta.  Voltou velozmente e ninguém consegue fazer absolutamente nada para estancar a fúria da inflação que está desestimulando o crescimento econômico do país. Outras consequências piores estão porvir como desemprego e automaticamente a inadimplência. Se o governo não tomar uma atitude seria brevemente o país começar andar para traz, a miséria entre a população começará a aparecer facilmente.


nesta época de inflação aumenta os cifrões sem valor  



Portanto, em meio a todos os escândalos de corrupções principalmente da Petrobras e a baixa popularidade do governo. O mesmo começa a permanecer encurralado. Está na hora de uma reação enérgica da parte do governo para recolar o país de volta no crescimento e ao desenvolvimento econômico. Para que a nação possa ter respaldo diante da comunidade financeira mundial. E internamente o povo tenham   qualidade de vida e sem sofrimento sem poder honrar seus compromissos financeiros assumidos seja de curto, médio ou a longo prazo.

Produzir uma resposta real à altura a muita gente que está sendo instigada a fazer ridículas manifestações pedindo golpe militar e o impeachment da Presidenta Dilma. Para isso, o governo tem que agir rápido sem perder tempo. Uma das medidas que o governo tem que tomar rapidamente é o controle da inflação que está atingindo o país. Um dos setores mais sensíveis é o da alimentação. Todos necessitam comer três vezes ou mais durante o dia e está ficando cada dia insuportável os preços dos alimentos. A alimentação está muito cara em nosso país. Uma nação que é exemplo no mundo da erradicação da fome. Não pode regredir e deixar os brasileiros a voltar passa fome. Esta época não podemos mais aceitar. O governo tem a obrigação de eliminar a inflação do Brasil para que possamos ter paz social, saúde e qualidade de vida.