Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2019

Atualmente é difícil sair da zona de conforto.

Para sair do comodismo ou zona de conforto é necessário desafiar-se permanente.Abandonar a zona de conforto é um dos apelos mais presentes na atualidade da era digital. Porém, para realizar essa façanha e deixar essa comodidade, a qual o mundo digital oferece aos habitantes; é muito difícil acontecer na prática. É necessário todos os dias desafiar-se a si mesmo, para abandonar o comodismo e o sedentarismo para fazer alguma coisa em prol da própria saúde e da transformação da sociedade.

Os preços dos alimentos aumentam com a inflação.

O povo não pode comprar alimentos por quer a inflação corroeu o salário.É muito simples constatar a inflação nas compras diárias, uma realidade cruel pela qual estão todos os brasileiros estão vivendo. E pelo visto, os consumidores não vislumbram datas para esta agonia terminar. Basta ir ao supermercado seja grande ou pequeno, na pequena venda e padaria da esquina e ver in loco, a remarcação de preços em todos os produtos sendo feita continuamente. Para comprovar essa situação basta um simples teste real, para tirar a prova dos nove. Realize uma compra com um certo valor e verifique quantos produtos básicos comprou. Na semana seguinte leve a mesma quantia e poderá perceber que vai levar menos produtos para casa. O nome dessa equação doméstica é inflação.

Mais uma batalha jurídica no STF.

O objeto da batalha no STF hoje.

jurídicos no STF são as ADCs (Ação Declaratória de Constitucionalidade). Essa faz parte de outras modalidades de ações, de controle de constitucionalidade, além dessa especificamente; na Corte Suprema do Brasil. Na realidade essas ações, a corte irá ou não concordar segundo o que está escrito na Constituição. É essa a grande discussão, porém ela envolve diretamente as irregularidades, que implicaram nas prisões injustas de muitos brasileiros.

Pagar para trabalhar!

O professor a partir de 2019 irá pagar para trabalhar.Após 5 anos sem reajustes e 46 meses de salários atrasados e parcelados o governador manda uma farsa, um engodo para ser aprovado na assembleia legislativa estadual. Essa dissimulação insinua que todos os professores paguem a lei do piso salarial com seu próprio salário. O governador está se desobrigando de sua responsabilidade e passando a para os professores, na prática é a escravidão na educação. Trabalhar sem receber e permanecer sempre em dívida com o Estado; uma aberração.
Essa é a proposta debochada do pacote do governador do Estado do Rio Grande do Sul. O Governador Eduardo Leite, que mandou o seu pacote de maldades, para a assembleia legislativa, sugerindo o pagamento integral do piso salarial nacional do magistério, mas na prática quem irá arcar com a conta, são os professores da ativa e aposentados (14% de taxação). Isso se passar essa proposta maldosa quem irá pagar o próprio piso em sua integralidade serão os professore…

A importância do silêncio para a vida!

Atualmente não se vive uma vida de silêncio, mas habitamos   numa sociedade movida a poluição sonora de todos os tipos imagináveis possíveis. É quase impossível listar todos tipos de barulhos.  Então é prático se falar de maneira genérica. Existe muita gente que odeia osilêncio por quer ele falamais alto sobre a vida do que muitos aparelhos sonoros potentes. A população de modo geral desconhece a seriedade do silêncio para vida. Ora! Parcelas das pessoas desejam ter momentos silenciosos e não conseguem por quer outrem não permitem.  Porém, erroneamente   imaginam que todos gostam de ouvir o que eles ouvem e ligam seus aparelhos musicais no último volume para prejudicar a vida dos vizinhos. Desrespeitam a política da boa vizinhança e a lei do silencio gerando grandes conflitos, em alguns casos se transforma em violência com vítimas fatais.

Pião excelente brinquedo da infância.

A meninice foi vivida na roça onde se respirava ar puro, e desfrutava de uma vida saudável.Durante a minha infância desfrutei de uma vida em contato pleno com a natureza. Respirando ar puro, sentindo o aroma   das flores, dos frutos das árvores, tomava água gelada que brotava das rochas, brincava a sombra das frondosas árvores que existiam. Não tinha luxo, não havia energia elétrica, nem água encanada, não tinha a comodidade como nos dias de hoje. Entretanto, possuía uma vida pacata de paz sem estresse. Muitíssimo diferente   desta atual era digital e da tecnologia da informação.

População nas ruas para mudar o país.

Os brasileiros precisam irem as ruas para exigir mudanças e o fortalecimento da democracia.
As futuras manifestações de 2018, necessariamente precisariam de objetivos claros, novas pautas de lutas e que apontassem para direções corretas. Tão-somente assim, evitariam serem iguais as que ocorreram em 2013. Aquelas incluíam como meta oculta a preparação para a consumação do golpe de 2016, que derrubou o governo e levou o país ao abismo e ao sofrimento atual da população. E atualmente, tudo quase parece sem volta; mas tem sim, basta o povo querer e lutar em razão desse nobre objetivo para ver as mudanças acontecerem

É importante o fumante saber.

Geralmente todos os fumantes vivem menos do que os não fumantes. O tabagismo no mundo é considerado o maior causador de mortes entre os usuários. Eles inalam mais de 4.720 substâncias químicas nocivas e que atinge diretamente todo o organismo e provoca mais de 50 tipos de doenças como o câncer, doenças respiratórias, impotência sexual, transtornos, psíquicos e etc. Porém, quem tem o desejo de parar pode sim, com a ajuda dos especialistas da área de saúde e todos podem obter outra vez qualidade de vida. Atenção! Todos osfumantes, iniciantes a partir da curiosidade ruim, ou se já é a vida inteirafique consciente. Vocês são os primeiros e os grandes prejudicados com seus hábitos maléficos a sua saúde.Segundo a (OMS) Organização Mundial da Saúde, um dos departamentos ligados a (ONU) Organização das Nações Unidas, todos os adeptos e viciados ao tabagismo vivem menos do que os não fumantes.

Música no blog o trem das onze.

O grande sucesso musical o samba trem das onze.
Essa belíssima composição o trem das onze horas mostra a realidade do brasileiro usuário do transporte coletivo no Brasil. Essa situação péssima é cantada nessa maravilhosa composição o trem das onze horas, de autoria de Adoniran Barbosa. A música trem das onze horas 1964, a letra reproduz fielmente a realidade do brasileiro em relação ao transporte coletivo já naquela época de 1870 já era ruim e de lá para cá, não mudou muito. Em muitas cidades e principalmente nas capitais do país, o transporte coletivo é um caos. É um dos grandes problemas sociais a ser resolvidos, por esses governos que nunca pensam no povo, mas só simplesmente no bolso deles. Porém essa situação se subentende que nunca será solucionada no Brasil.

Os prejuízos do álcool na vida humana.

Número de alcoólatras no Brasil é preocupante. Infelizmente a quantidade de pessoas viciadas no consumo nas bebidas alcoolizadas no país é muitíssimo preocupante e já superou a média mundial.Enquanto o consumo de álcool per capita no Brasil chegou a 8,9 litros em 2018 e superou a média mundial, chegou a taxa de 6,4 litros por pessoa. A Organização Mundial de Saúde (OMS), revela uma trágica estatística e alarmante segundo essa agência especializada em saúde, fundada em 7 de abril de 1948 e subordinada à Organização das Nações Unidas. Sua sede é em Genebra, na Suíça.

Brasil o país dos escândalos.

A nação é surpreendida diariamente, com notícias ruins, dessa gente imunda; que estão nos poderes.Todos os dias o país é abalado através dos grandes escândalos, provenientes dos bastidores, dos poderes podres, da república; dominados por essa elite fascista e direitistas, essa gente imunda, as quais assumiram o poder em primeiro de janeiro de 2019.  É vexame na ONU através da fala dos horrores do presidente do Brasil (o bozo17 como é conhecido no Brasil). O quase assassinato em pleno STF e as manobras da lava jato, mais uma vez, querendo prejudicar o Presidente Lula, forçando sair da prisão de Curitiba. Somente no Brasil para a justiça obrigar um preso político sair da masmorra; com a clara intenção de o prejudicar.