Pular para o conteúdo principal

Postagens

Postagem recente.

Chimarrão o chá amargo da hospitalidade gaúcha.

O chá amargo da erva mate se transforma em hospitalidade e identidade gaúcha. O chimarrão legado deixado pelos índios Guaranis habitantes do sul da América do Sul e hoje identifica os gaúchos. A culinária é algo cultural maravilhoso geradora de identidades entre as nações de todas as partes do mundo. As bebidas sejam elas alcoolizadas ou não, são itens que completam os cardápios dos povos. Elas têm esta função fundamental de representar as tradições gastronômicas das pessoas. É o caso do chimarrão um precioso chá feito das folhas da erva-mate.Repleto de história, tradição, costumes e traz estampadas as identidades culturais de muitos povos indígenas, incluindo os gaúchos e outras pessoas de algumas regiões do Brasil.
Postagens recentes

O frio é belo para os ricos, mas aflição para os pobres.

A beleza do frio mostrada na mídia é passageira, mas o sofrimento do povo é demorado. Em 2019 o inverno demorou a vir para a Região Sul, mas quando chegou foi de uma intensidade brusca, de temperaturas negativas, geadas e neve que somente foi visto nos últimos 7 anos segundo alguns institutos de meteorologia do país. 
A beleza do frio é passageira, mas o sofrimento,dor e aflição para a população carente, é duradouro; durante todo o período gélido. Esse início de inverno rigoroso muitos moradores de rua morreram por hipotermia. É quando a pessoa fica exposta ao frio durante as longas noites e madrugadas, numa temperatura inferior e negativas a partir de -10°.

Junho meio do ano, julho o início do fim.

O tempo passa na proporção dos compromissos e acontecimentos. É incrível, mas já se caminha para o fim da primeira metade do ano ou primeiro semestre. Porém, imediatamente quando no fim de junho se iniciará julho e se começará o segundo semestre, rapidamente é o fim do ano. Não obstante, numa presteza temporal, que não nos permite ver suceder os minutos, as horas, os dias e os meses.
O volume dos afazeres, os compromissos rotineiros e somando-se a imensa maioria de outras obrigações extras, mais os imensos acontecimentos gerais do semestre se confundem com a velocidade imperceptível do tempo.

Araucária a árvore em extinção no Brasil.

As araucárias é uma das lindas florestas em extinção no Brasil.O bioma da Mata Atlântica da Floresta composta de Araucárias, cientificamente é catalogada de Floresta Ombrófila Mista. Esse restante da Mata Atlântica se encontra no Sul e Sudeste. É impressionante observar de perto as gigantes árvores em sua fase adulta podem até atingir 50 metros de altura. Elas mostram sua imponência diante das demais árvores. No país restam apenas uma pequeníssima porcentagem que escaparam da fúria predatória dos devastadores da mata atlântica brasileira.

Trabalhar sem receber salário integral pode?

Para o governo gaúcho pode e os servidores que sofram.Você já pensou em trabalhar durante todo o mês e não receber integral o seu justo pagamento. Olhar para a gaveta das correspondências, e está cheia de todos os boletos a serem quitados no mês, mas a sua conta bancária está além do vermelho; em razão dos atrasos e parcelamentos do salário. O que acontecerá? Desespero total. É o que vem ocorrendo há quatro anos com os funcionários públicos do Estado do Rio grande do Sul.

A história do sapato no Vale dos Sinos.

A saga dos sapateiros e o sapato na região.
Essa grandiosa história é antiga e em seu processo de expansão ocorreram os seus momentos de glorias, apogeu e declínio. A crise que se abateu sobre esse setor que predomina até a atualidade, mas infelizmente não houve superação e certamente é uma realidade longínqua para acontecer.
A histórica luta dos sapateiros é uma saga erguida, através desses heróis trabalhadores especializados nesse setor importante para todos. Foram esses trabalhadores, os pioneiros e os responsáveis, no aperfeiçoamento do futuro brilhante da região.

O Brasil antes e depois do golpe de 2016.

Os mentores e executores do golpe de 2016, não sofrem suas consequências. Todos os golpistas que se entenda a elite reacionária e raivosa, a mídia e todos os partidos de direita brasileira; mentora e executora do golpe mais sórdido da história recente. Estes não sofreram e nem sofrem com a desgraça que implantaram na sociedade. Porém os que foram manipulados e ingenuamente se deixaram pintarem de verde e amarelo, para irem as ruas, fazer manifestações ridículas, exigindo a volta da ditadura, gritaram “fora Dilma” e bateram panelas. Eles além de ajudarem a levarem o país ao abismo para a miséria e o caos democrático, estão na penúria.

Estes sim, estão sofrendo as reais consequências do golpe que imaginavam que fosse brincadeirinha da elite dominante brasileira. Eles serviram de marionetes e vítimas da burguesia odiosa e preconceituosa.