Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de julho, 2019

Postagem recente.

Conheça a lenda do prefeito fujão

  A lenda que se alastra entre a terra e o mar O  barco do Zé das Marés,  navegando no Oceano Atlântico e sem norte. Nas noites escuras e chuvosas do litoral norte-grandense, os bares de bebidas ecoam piadas, brincadeiras e histórias. Entre o tilintar dos copos e o aroma de petiscos do mar, uma lenda se espalha como fumaça dos rastilhos de pólvoras: a saga do Prefeito Fujão. Não se trata de uma brincadeira ou uma mentira, mas sim uma realidade que desafia a lógica e a política. O homem em questão era o Zé das Marés, um candidato improvável. Nas eleições de 2020, ele não tinha chances reais de vencer. A sua campanha foi modesta, e quase esquecida entre os discursos inflamados dos adversários. No entanto, ocorreu um evento inesperado: Zé foi o vencedor. A população, cansada das promessas estúpidas, votou nele como forma de protesto. No entanto, o prefeito José das Marés não demonstrou aptidão para a função de prefeito. Ele era um ex-subprefeito de uma pequena cidade da região, conhecido

A maioria votou para a desgraça brasileira.

O peso, o valor e as consequências do seu voto . A imagem diz:voto, Agora é o momento de refletir no peso e no valor do seu voto. O voto de todos os cidadãos é importantíssimo e certamente muitos eleitores não tinham consciência da força que seu voto tem. Ele pode ser usado tanto para o bem, quanto para o mal. Nas eleições majoritárias ficou bem clara essa realidade. A maioria de maneira consciente ou induzida pela força das fake News do aplicativo mercenário o Whatsapp usou poder do seu voto a serviço do mal. A maioria, se é que foi democrática, escolheram o caminho do mal para governar o país.

O homem e seus vícios que os conduzem a humilhação.

Todos os homens carregam em sua essência o peso da desobediência com o Criador. A imagem representa uma roleta do cassino onde se realizam os jogos de azar. O homem carrega em sua essência a natureza pecaminosa herdada desde a criação dos primeiros humanos Adão e Eva. Eles foram gerados, a imagem semelhança de Deus perfeitíssimo, mas infelizmente pecaram. Porém se travou na história humana uma luta feroz e constante contra o pecado. Através do pecado a história da humanidade mudou e desde aquela época até hoje, todos sofrem com as consequências da desobediência dos primeiros homens para com Seu Criador. Os humanos adquiriram vários vícios que os oprimem e os deixam em situações de humilhações e escravidões diante da família, amigos e a sociedade.   Tem muitos casos sem volta, outros, no entanto existem soluções quando os próprios viciados se conscientizarem dos seus estados doentios, mas   de livre e espontânea vontade procuram ajuda.

Chimarrão o chá amargo da hospitalidade gaúcha.

O chá amargo da erva mate se transforma em hospitalidade e identidade gaúcha. Uma típica cuia de chimarrão.  O chimarrão legado deixado pelos índios Guaranis habitantes do sul da América do Sul e hoje identifica os gaúchos. A culinária é algo cultural maravilhoso geradora de identidades entre as nações de todas as partes do mundo. As bebidas sejam elas alcoolizadas ou não, são itens que completam os cardápios dos povos. Elas têm esta função fundamental de representar as tradições gastronômicas das pessoas. É o caso do chimarrão um precioso chá feito das folhas da erva-mate.   Repleto de história, tradição, costumes e traz estampadas as identidades culturais de muitos povos indígenas, incluindo os gaúchos e outras pessoas de algumas regiões do Brasil.

Junho é o meio do ano e julho o início do fim.

O tempo passa na proporção dos compromissos e acontecimentos. A junção dos meses de junho e julho,  já é a metade do ano. É incrível, mas já se caminha para o fim da primeira metade do ano ou primeiro semestre. No entanto, imediatamente quando no fim de junho se iniciará julho e se começará o segundo semestre, rapidamente será a conclusão do ano. Não obstante, numa presteza temporal, que não nos permite ver suceder os minutos, as horas, os dias e os meses. O volume dos afazeres, os compromissos rotineiros e somando-se a imensa maioria de outras obrigações (extras), mais os imensos acontecimentos gerais do semestre se confundem com a velocidade imperceptível do tempo.

Araucária a árvore em extinção no Brasil.

As araucárias é uma das lindas florestas em extinção no Brasil. A foto mostra lindas araucárias na fase jovem. O bioma da Mata Atlântica da Floresta composta de Araucárias, cientificamente é catalogada de Floresta Ombrófila Mista. Esse restante da Mata Atlântica se encontra no Sul e Sudeste. É impressionante observar de perto as gigantes árvores em sua fase adulta podem até atingir 50 metros de altura. Elas mostram sua imponência diante das demais árvores. No país restam apenas uma pequeníssima porcentagem que escaparam da fúria predatória dos devastadores da mata atlântica brasileira.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.