Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

O dia de receber o salário, para muitas pessoas é sofrimento.

No Brasil o dia de receber o salário, é de sofrimento e não de satisfação. A foto mostra dois reais do Brasil, que simboliza a pobreza e a miséria do povo. Pela falta de organização do orçamento, o dia do pagamento mensal pode se transformar em pesadelo, sofrimento em vez de alegria. O trabalhador após um mês de trabalho árduo, suado e exaustivo finalmente chegou o grande e merecido dia de receber o justo salário pelos trinta dias de labuta intensa. Para uma grande parcela dos trabalhadores este dia é mais penoso do que o mês todo de trabalho fadigoso. Contudo, para outros é fato é um dia de alegria, satisfação e compensação pelas suas forças de trabalho vendidas ao empregador em troca de uma remuneração que vai garantir sua manutenção e qualidade de vida. Os trabalhadores inativos a situação é mais complexa também depende da elaboração correta dos gastos e ganhos. Neste artigo se fixará nesta situação dos trabalhadores da ativa. Os empréstimos consignados causam muitas dores de cabeça

Feliz natal para todos em 2013!

http://www.analiseagora.com/  o presépio representa a simplicidade e humildade onde Jesus nasceu para nos salvar.
A imagem mostra o presépio o lugar onde Jesus nasceu.
Quão admirável chegarmos neste dia movidos pela paz para comemorar mais um natal. Após uma jornada de mais um ano de grandes lutas permanecermos vivos, para celebrar juntos as nossas famílias e amigos; celebrar mais um nascimento do Senhor Jesus. Ainda que seja uma data simbólica, mas tem um significado importantíssimo para todos os cristãos.

Há muitas polêmicas em torno do natal, mas agora não é momento de polemizar é um tempo especial para a confraternização, celebração e oração. Todos pedindo ao nosso Menino Jesus, que nos abençoe nos proteja como sempre protege em os segundos das nossas vidas. Especialmente para que a paz, a cordialidade possa brotar em nossos corações e que realmente tenhamos um natal que venha transformar o nosso coração, a nossa vida.
Que consigamos seguir o exemplo da simplicidade do DEUS menino que nasceu em uma manjedoura para nos salvar do pecado e que possamos de fato ganhar a vida eterna. Quanto mais simples podemos viver, mas serenidade terá o nosso coração ao longo de nossas vidas. Sigamos o exemplo este nobre Menino Jesus que nasceu humilde; para que todos venham ser como Ele continuamente e viveremos melhores.

Não nos iludimos aos apelos do comercio, não insistimos em possuir o que não podemos ter. Certamente temos problemas futuros de todas as espécies. Contentarmos com o que podemos ter e seremos muito mais felizes.  Os apelos incisivos do comercio nos aflige e olhemos para dentro de nós mesmos e veremos o que podemos ter ou não ter e certamente teremos serenidade de enfrentar as dificuldades futuras.
Nesta noite feliz onde comemoramos mais um aniversário do nosso Salvador o Menino Jesus feito humano para nos resgatar da morte eterna. Queremos que seja de fato uma noite de: paz, alegria, de exultação, e confraternização.
Que possamos excluir as bebedeiras alcoólicas, as comilanças e possamos celebrar o Natal do Senhor Jesus de um modo diferente. Repleto de muita paz, confraternização, reflexão, compreensão, perdão e oração para que tenhamos uma legitima noite feliz.

Este blog “analiseagora” deseja a todos a os leitores (as), seguidores (as), compartilhadores (as), comentadores (as), amigos (as) e visitantes que juntos fizemos uma linda caminha durante este ano de 2013. Desejo um feliz e abençoado natal para todos em 2013.


              Adeste Fideles - YouTube



Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade. Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina , artefato antiquíssimo composta sobre duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Um desenho simplório num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal. Este utensílio domestica há muitos anos foram usados no país inteiro até chegar às primeiras transmissões de energia elétrica nas capitais e aos poucos foram se disseminado para o restante do país.