Pular para o conteúdo principal

Postagens mais visitadas deste blog

Você já rotulou alguém de burro?

É uma atitude preconceituosa para ferir o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas tem uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo composta sobre duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Um desenho simplório num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.
Este utensílio domestica há muitos anos foram usados no país inteiro até chegar às primeiras transmissões de energia elétrica nas capitais e aos poucos foram se disseminado para o restante do país. 

Da revolta do vintém as manifestações do R$ 0,20 centavos.

As revoltas desde o império aos dias atuais sempre tiveram ideologias, as de 2013 eram da direita e arquitetaram o golpe de 2016.

A revolta do vintém no RJ,  aumento das passagens do bondes de tração animal que gerou a revolta golpista dos vinte centavos em 2013 em razão dos preços das passagens.
Bondes de tração animal do RJ,revolta do vintém.

A história é surpreendente os fatos de ontem se repetem hoje com mais intensidade. Analisando os anais da história do Brasil percebemos que o nosso povo já está calejado de muitas revoltas e movimentos populares reivindicatórios dos direitos dos cidadãos. Desde o império até os nossos dias tivemos revoltas e manifestações que contribuíram para a nossa formação e consciência política.
As manifestações de 2013 foram as sementes malditas da direita asquerosa e odiosa que arquitetaram o golpe de 2016 que jogou o país no fundo do poço com a vitória do fascista que desgraçou a população e levou a miséria em poucos messes de péssima administração. 

Nós tivemos as principais revoltas entre elas às revoltas da: chibata, vacina, cabanagem, sabinada, balaiada, farroupilha etc. Entre tantas, o foco desta matéria é a revolta do vintém. Uma revolta popular bem semelhante a que está acontecendo hoje em nosso Brasil moderno, mas com os velhos problemas; à revolta dos R$ 0, 20 centavos. Evidente que este episódio é apenas um estopim para outras reivindicações mais sérias. Contudo, o governo brasileiro procura se fizer de “ouvidos de mercador” demorando tomar urgentes providencias; veementes para resolver vários problemas mais complexos do que o aumento nas passagens de ônibus. 

A imagem mostra uma moeda de 20 reis que esquivante a um vintém.
A moeda  de 20 réis = 1 vintém,

O episódio da manifestação popular que entrou para a história do Brasil que aconteceu no governo imperial de D. Pedro II no período de 1879 a 1880 no Rio de Janeiro e Curitiba. Nesta época a moeda oficial era réis.  Um vintém equivale vigésima partem de algum valor monetário ou 20 réis. O vintém valia na época 20 réis se tornou muito inflacionado para a população viajarem de bonde na cidade do Rio de Janeiro. Não houve alternativa a população se organizarem protestar contra a implantação do vintém. A revolta de Curitiba no ano de 1883 foi diferente do RJ. Esta revolta se caracterizou pela cobrança de impostos sobre o vintém que era uma porcentagem de 1,5% sobre cada vintém e com isso se tornou muito pesado para os donos de bondes, até esta revolta é mais conhecida como revolta dos impostos do vintém.


A imagem  mostra os R$ 0,20 centavos de 2013 que fez história do golpistas em 2016 até os dias atuais.
 Os R$ 0,20 centavos de 2013 é a revolta dos golpistas em 2016 até os dias atuais.
Para os padrões da época foi uma manifestação um tanto violenta; onde aconteceram várias prisões, pessoas feridas e mortes. Como os bondes eram de tração animal os burros que puxavam os bondes vários deles foram esfaqueados e mortos pelos manifestantes. Segundo os relatos da época aproximadamente cinco mil manifestes protestaram em frente à sede do governo imperial no lago de São Cristóvão. As multidões com palavras de ordem gritavam fora o “vintém”. Como todos os movimentos populares tem um líder no comando e nesta revolta do vintém foi coordenada pelo jornalista: Lopes Trovão Da. O imperador, que prometia abrir negociação para resolver a contenda, teve seu pedido negado pelo jornalista republicano que adotou uma nova estratégia. Lançando seus argumentos no jornal Gazeta da Noite, Lopes Trovão convocava a população carioca a reagir com violência contra a medida imperial.


Manifestação golpista no RJ em 2013 por R$ 0,20 centavos.
Manifestação golpista no RJ em 2013 por R$ 0,20 centavos.


O ministro da fazenda Afonso Celso de Assis Figueiredo, futuro Visconde de Ouro Preto. Não resistiu à pressão popular caiu do cargo. Este aumento chegaria aumento equivalia 20 réis ou 1 vintém. Hoje seriam os R$ 0,20 centavos. Os preços das passagens dos bondes baixaram e concomitantemente se iniciou um processo de mudanças do governo imperial nas áreas econômicas, sociais e políticas. Qualquer semelhança não pode ser mera coincidência aos fatos de hoje.


Vários historiadores afirmam que a revolta do vintém não havia nenhuma ligação aos movimentos republicamos que exigiam o fim do período monárquico no Brasil. Todavia, fica evidente nas entrelinhas da história que esta revolta influenciou sim, os defensores da República. Observem bem que se dava início o apagar das luzes desta época política o Brasil. E sinalizava para ascender das luzes da República que aconteceu num período de 10 anos. Em 15 de novembro de 1889, neste dia caiu a monarquia brasileira e o Brasil instala a República. Entra uma nova página da história do nosso país, até os nossos dias. A luta continua e não sabemos ainda que rumos vão dar estas manifestações da atualidade que apenas está no início. Neste dia se promete mais manifestações em todo o Brasil por mudanças substanciais.

Comentários