Pular para o conteúdo principal

A manifestação ridícula exigia a ditadura militar.

Os partidos, a mídia golpista e a elite reacionária viram, a tentativa de golpe ser fracassada.

 

A imagem de fundo Preto e caracteres em vermelho diz: 1964 Nunca Mais!
A imagem diz: 1964 Nunca Mais!


Neste dia 16 de agosto de 2015, ocorreram em todo o Brasil manifestações e havia como pano de fundo o ódio, o golpe, a intolerância e a não aceitação da derrota eleitoral em 2014.

As imagens não mentem foi uma manifestação frustrada, vergonhosa, e ridícula até com cenas de nudez estarrecedoras, que estão correndo na web. Foi uma enorme falta de respeito ao povo brasileiro e ao mundo. Aliás, esta é uma das marcas registradas e torpes destas palhaçadas, denominadas de passeatas democráticas. Estas movimentações são promovidas pela elite conservadora que sustentam esta sigla partidária, perdedora, retrógrada, direita que vendeu o Brasil para as multinacionais a preço de bananas.

Apoiados amplamente através da mídia golpista que fazem extensas coberturas em todo o país, manipulando, uma parcela da população. É cómico manipulam até mesmo os números dos participantes destes movimentos contra o governo democrático. Todos estes grupos ainda não aceitaram o recado e a vontade democrática emanada do povo, materializada nas urnas neste seguinte resultado.  As eleições de 2014 reelegeu o atual governo num percentual de 51,64% que significam: 54.501.118 eleitores, que reelegeram a Presidenta Dilma Rousseff para o segundo mandato.

As manifestações golpistas exigem a ditadura militar.

Desde que o atual governo da Presidente Dilma Rousseff foi reeleito através das regras democráticas claras que conduziu todo processo eleitoral. A direita ultra reacionária brasileira ainda não digeriu a vitória esmagadora do nosso povo sobre elas. Eles tentam não respeitarem a vontade majoritária da nação brasileira. A imprensa golpista entrou em estado de choque e induz o revanchismo entre os brasileiros.

Preste bem atenção! Esta situação vem crescendo desde a promulgação da vitória da atual Presidente da República. Até agora, já fizeram três atos frustrados e cada vez sai mais vem se exaurindo.  A própria mídia golpista está começando entender que em cada manifestação vem acompanhado de uma frustração, fracasso irreversível. Porém, cuidado! Eles podem utilizar outras estratégias sombrias para fomentar o golpe tão almejado a democracia, imperativo permanecer em constantes alertas.   

As esperanças das tentativas de golpe vêm sendo sepultada a cada evento que a direita mancomunada com a mídia golpista brasileira promove.  Todos os atos têm como meta principal a exigência da ditadura militar. São realmente vergonhosas estas ínfimas passeatas. Repetindo, eles incluem cenas de nudez chocando o país e o mundo. Os autores destas cenas se fizessem isso numa ditadura militar, que eles tantos clamam, seriam presos e veria o sol nascer quadrado. Somente depois de muitas torturas seriam soltos ou lamentavelmente, quem sabe nunca mais voltariam a fazer qualquer tipo de manifestação. E, sobretudo, jamais fariam passeatas de baixo nível fazendo a nação passar vexame diante do mundo.

Entretanto, graças à luta do nosso povo nos anos sessenta, setenta e oitenta vivemos atualmente numa democracia que permite indiscriminadamente qualquer tipo de manifestação. É muito fácil fazer manifestações numa democracia, agora difícil mesmo é se manifestar, sobre todas as formas numa sangrenta ditadura militar.

As pessoas foram manipuladas, para participar das manifestações golpistas.

Portanto para aquelas pessoas que foram manipuladas, a participarem das manifestações do dia 16, realmente falta estudar história. E principalmente a história do Brasil e dar ênfase para os conhecidos anos de chumbo. Esta geração teria que estudar zelosamente os fatos históricos do período de 1964-1985. O suficiente para entender como é a ação de uma cruel ditadura. Nunca mais sairia às ruas para exigir algo tão criminoso quanto uma ditadura militar. Jamais teriam a coragem de escrever esta palavra encharcada de sangue. Arrepender-se-iam amargamente de um dia ter ido às ruas a clamar pela volta do regime ditatorial. É fato, repito, esse povo tem uma deficiência do conhecimento da história da ditadura brasileira. Seria imprescindível que aquele povo que foram as ruas de maneira alienadas e manipuladas sem ao menos saber do porquê estavam fazendo ali! Óbvio servindo como massa de manobra para a mídia golpista. Voltassem às salas de aula para estudar com seriedade a história da ditadura brasileira.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.