Pular para o conteúdo principal

Guantanamera é a música alegre do blog.

A música é alegria e descontração para todas as pessoas.
 

A imagem de fundo azul e ao lado a clave de Sol, com caracteres em branco diz: no espaço cultural do blog tem música.

No espaço cultural do blog tem música. 



Nesta postagem o palco será destinado às lindas composições latinas-americanas. Esta sessão foi iniciada através desta belíssima música Guantanamera da histórica Ilha de Cuba. Depois entrarão outras músicas para conhecermos melhor os ritmos dos vários países latino-americanos.


O “blog” analiseagora não só aborda assuntos polêmicos, mas a música tem seu espaço importante reservado porque é cultura, é arte, é vida e alegria para todos os públicos, de acordo com seus gostos e os gêneros musicais.

Esta lindíssima música Guantanamera de ritmo Latino-americana alegre, retrata bem a realidade do povo cubano e conhecidíssima no mundo inteiro. Esta canção pinta o panorama da mistura racial entre espanhóis e escravos durante o período de colonização. Traz um ritmo alegre, mas característico daquele país.

 

A história da música Guantanamera.
 

Há muitas controvérsias quanto à data desta bela música. Quanto à origem sem dúvida é a cidade de Guantánamo? Neste local está montada a base naval dos Estados Unidos. O título da canção La Guantanamera significa mulher de Guantánamo. Entretanto, existe uma convergência de que ela traduz uma espécie folclórica dos trabalhadores do campo. 

Lá em Cuba é mais conhecido como os campesinos que trabalhavam nas grandes fazendas de cana-de-açúcar, muito semelhante com a colonização brasileira dos enormes senhores de engenhos. Provavelmente, como aqui, lá havia as senzalas onde os negros e os mestiços podiam desenvolver sua cultura da mãe África sem serem incomodados pelos fazendeiros.

 

Como não se sabe exatamente quando surgiu La Guantanamera? Contudo, para muitos especialistas da música, são unânimes em afirmar que ela configura, como mais uma manifestação folclórica do povo campesino. Contudo, a sua origem está mais para a cidade de Guantánamo, onde existe a base naval dos Estados Unidos. No entanto, o título da canção La Guantanamera, significa a mulher de Guantánamo.

O primeiro cantor que propagou esta composição musical foi o conhecido Joseíto Fernandez da região de guajiras. A maioria dos estudiosos da música da ilha cubana afirma que Joseíto Fernández foi o primeiro a cantar e gravar a Poesia I dos Versos Sencillos, publicados em 1891 por José Martí, com a melodia de La Guantanamera. Contudo, é imperativo ressaltar que Joseíto Fernández não teve nada a ver com a melodia nem letra da música La Guantanamera como conheceu ultimamente.

 

O ritmo da música é para dançar e expressar alegria.

 

Portanto, entre algumas divergências de data e autoria o que realmente predomina nesta composição é seu estilo musical e ritmo, são inconfundíveis em quaisquer lugares do mundo. É uma música genuinamente latino-americana.

Música dos latinos que realmente traduz na letra e melodia, a história de um povo lutador e que cravou também nesta canção, seus sofrimentos.

Ela além de ser inspiradora para os poetas, serve de referência para as novas gerações continuarem a lutar por liberdade e paz. Na sua essência gera a expectativa real de uma nação autônoma, cantando e vibrando com essa histórica composição alegre e de ritmo dançante.

Agora arrume o seu melhor lugar para ouvir esta bela música na voz de Joseíto Fernandez e dos brasileiros: Chico Buarque, Djavan, Mariana e Pablo Milanes.


Joseito Fernandez Guantanamera. 


Chico Buarque, Djavan, Mariana e Pablo Milanes.



 Letra da música Guantanamera.

Guantanamera
Guajira Guantanamera
Guantanamrera
Guajira Guantanamera
Yo soy un hombre sincero
De donde crecen las palmas
Yo soy un hombre sincero
De donde crece la palma
Y antes de morir yo quiero
Echar mis versos del alma
Y antes de morir yo quiero
Echar mis versos del alma
Guantanamera
Guajira Guantanamera
Guantanamrera
Guajira Guantanamera
No me pongan en lo oscuro
A morir como un traídor
No me pongan en lo oscuro
A morir como un traídor
Yo soy bueno y como bueno
Moriré de cara al sol
Yo soy bueno y como bueno
Moriré de cara al sol
Guantanamera
Guajira Guantanamera
Guantanamrera
Guajira Guantanamera
Con los pobres de la tierra
Quiero yo mi suerte echar
Con los pobres de la tierra
Quiero yo mi suerte echar
El arroyo de la sierra
Me complace mas que el mar
El arroyo de la

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade. Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina , artefato antiquíssimo composta sobre duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Um desenho simplório num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal. Este utensílio domestica há muitos anos foram usados no país inteiro até chegar às primeiras transmissões de energia elétrica nas capitais e aos poucos foram se disseminado para o restante do país.