Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

Eleições 2020 é voto de protesto contra a direita bozonarista.

O ato de votar é nobre e garantido na Constituição.





Certamente as eleições deste ano terá como marco essencial, o voto de protesto, contra todos os desmandos e desmontes da direita bozonarista em todo o país. Será o maior e mais silencioso protesto, mas repleto de emoções da população, com este aperto no peito e na garganta do grito contra este governo e seus aliados nos municípios.  Será uma eleição histórica e os resultados importantes contra a direita. Todos confirmarão este desejo de protestos contra este desgoverno na serenidade das urnas. As urnas serão este palco democrático onde cada um expressará este desejo de mudanças sem precedentes depois das campanhas das diretas já de 1983/84.

Novo reajuste de preço do gás de cozinha.

Prepare o bolso vem aí mais aumento do gás de cozinha.

A foto mostra o tradicional botijão de 13 quilos de gás de cozinha o Gás Liquefeito de Petróleo.
 O tradicional botijão de gás de cozinha (GLP) 13 k.

A média de aumento do gás de cozinha (GLP, Gás Liquefeito de Petróleo) será de 5%. Esse aumento terá grande impacto na vida de todos os brasileiros, porque empurrará os preços de tudo para cima, na cadeia de preços de toda a economia nacional.
Tudo nesse país da recessão já está caríssimo e para contribuir com o empobrecimento da população, o governo das minorias, autoriza mais esse reajuste que é danoso para todos. A média dos preços do gás de cozinha giram em torno dos R$ 80 reais e com esse novo aumento passará a custar R$ 90 a R$ 100 reais. A Agência Nacional do Petróleo (ANP) diz que o preço do gás está na média, botijão de 13 kg é de R$ 69,34. Mas esquece que em muitas cidades já está muito além desse valor. Não dar para entender o cálculo dessa agência, ela certamente esquece de incluir o frete e a lista intermináveis dos tributos para se chegar o valor médio citado acima.

O reajuste do gás é o prêmio do governo de extrema direita para os brasileiros.

Para finalizar o ano de 2019 a Petrobras, a mando do atual governo extremista de direita, comunicou com todas as pompas e explicações inexplicáveis, mais esses reajustes dos preços dos combustíveis e agora  do gás de cozinha, que é um dos elementos fundamentais na vida de todos. O gás é importantíssimo para a preparação das refeições tanto nas casas quanto, nos restaurantes e em muitos setores da indústria.

O gás natural canalizado seria a solução.



No país do atraso ainda se utiliza os velhos botijões ou vasilhames de 13 kg, 20 kg, 45 kg e acima de 90 kg. Essa parafernália de botijões é coisa do passado que ajuda no encarecimento do produto ao consumidor. Nesses vasilhames de aço se inclui muitos tributos tais como o frete das empresas transportadoras e distribuidoras e a lista visíveis e invisíveis dos impostos no gás de cozinha.  

Somente nas grandes cidades e as capitais existe um tímido processo de encanamento de gás natural procedente da Bolívia. É um gás limpo, seguro e o custo final é menor do que o tradicional GLP que é sujo, porque suja as panelas e entope os bicos dos fogões a gás.

Como tudo está parado nesse país dominado pela extrema direita, a canalização do gás natural para todos os consumidores, levará séculos para todos terem o privilégio do gás natural encanado, que é limpo e com custos bem menores do que o tradicional GLP que atualmente está a preço de ouro. Só com o fim desse governo surreal em retrocesso para mudar as coisas nesse Brasil continental.

A esperança se vislumbra em 2022 com as eleições para através da força do voto, escolher um presidente de verdade. Até agora somente foi um faz de conta de governo, que naufragou a nação.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc.
As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentaram a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.
Neste simples abc da mãe todos os filhos deveriam sempre observar as qualidades da sua mãe e a valorizar eternamente. Toda…

Você já rotulou alguém de burro?

É uma atitude preconceituosa para ferir o sentimento de outrem e ruim para o convívio social.Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo composta sobre duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Um desenho simplório num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.
Este utensílio domestica há muitos anos foram usados no país inteiro até chegar às primeiras transmissões de energia elétrica nas capitais e aos poucos foram se disseminado para o restante do país.