Pular para o conteúdo principal

Os novos eleitos do Brasil.

Todos  os novos  eleitos têm  agora compromisso com ética  para a comunidade. 


A imagem nas cores do Brasil está inscrito: Os novos eleitos, é hora de trabalhar!
Os novos eleitos, é hora de trabalhar!

 

Após o fim da campanha eleitoral em dois turnos, foram eleitos os novos governantes dos poderes legislativos e Executivos municipais do país. É hora de todos assumirem os seus cargos e trabalhar com hombridade para os contribuintes municipais. Contudo, todos têm o dever de fiscalizar e cobrar dos novos eleitos.

  

O processo eleitoral do Brasil foi quase totalmente concluído no primeiro turno. Apenas alguns municípios de grande porte e as principais capitais vão realizar ainda o segundo turno das eleições 2012. Incumbe agora quem foi eleito ter a envergadura, de honrar os compromissos do seu plano de governo apresentado e defendido em presença ao povo durante a campanha. Não importa quem foram os eleitos; a comunidade terá por quatro anos o seu prefeito e os seus vereadores para juntos construírem um lugar adequado que proporcione condições para uma qualidade de vida digna a todos sem exceções de siglas partidárias.

 

Todos precisam governar sem retaliação revanchista.

 

 

A partir de agora a administração deve obrigatoriamente ser genérica, ou seja, necessariamente precisa ser para todos sem distinção e muito menos de retaliação. Afinal vivemos em uma nação democrática onde as diferenças de pensamento e de ideologia são pilares que devem ser respeitados durante e depois do processo eleitoral. Com certeza os novos eleitos terão de estar numa importante missão daqui a para frente de zelar por toda a comunidade.

 

Os novos eleitos nesta eleição terão seu eleitor como fiscal.

 

Cabe a cada cidadão brasileiro que escolheram seus candidatos vencedores ser um contínuo vigilante deles. Esta é uma tarefa extremamente importante ser fiscalizador rigoroso durante todo o gerenciamento dos vencedores das eleições municipais deste ano. Instrumentos legais o povo brasileiro tem a disposição, a lei da ficha limpa, a da transparência e tantos outros meios jurídicos que o eleitor e cidadão dispõe para fiscalizar e cobrar do seu prefeito e vereador escolhido pelo seu precioso voto. O valor do seu voto não acaba com o fim da apuração da eleição. Pelo contrário, o peso do seu voto é maior a partir de então e assim, se obtêm constante consciência dessa responsabilidade na democracia participativa do Brasil. Agora o seu voto de fato ganha dimensões importantíssimas na vida cotidiana como cidadão que pode exigir fiscalizar, e denunciar os atos dos seus escolhidos. Não espere fazer valer os seus direitos só nas próximas eleições; todos têm o compromisso de ser atuantes desde o dia da posse em 1/01/2013 a 31/01/2016.

 

Agora é o momento de fiscalizar e cobrar dos novos governantes.

 

Portanto, análise e fiscalize agora melhor o seu eleito, e não seja meramente um eleitor passivo, seja o agente na construção de sua história e uma vida com dignidade, em seu município. Não esqueça o prefeito, o vereador são os funcionários públicos pagos com o seu dinheiro arrecadado através dos pesados impostos, os quais todos pagam honestamente, no entanto, eles devem estar a serviço da comunidade. Contudo, é proibido deixar de hesitar para exercer os seus direitos como cidadãos. Todos precisam ter a consciência e o dever de cobrar de todos eles com autonomia que façam um ótimo trabalho visando o desenvolvimento e o progresso de cada unidade federativa, tendo como prioridade o bem-estar social de todos.

 

O eleitor a partir de então tem a tarefa de fiscalizar seu candidato eleito.
 

Portanto, quem foi eleito segundo a expressão de desejo e aspiração da maioria que prevaleceram democraticamente tem muito a fazer pelo bem-estar de todos. Com certeza a saúde, educação, habitação, transporte, segurança, saneamento básico e meio ambiente são políticas públicas que a comunidade espera importantes melhorias. É assim que se vive num país democrático. Sempre a soberania popular é quem determinará a continuidade da história local, seja ela boa ou não é a vontade da maioria absoluta expressa em votos, essência da democracia que descreve os rumos das suas vidas em sociedade que ela mesma escolheu para o próximo período de administração pública municipal. Só nos próximos quatro anos a comunidade submeterá segundo a lei e os princípios democráticos uma rigorosa avaliação do executivo e dos legisladores municipais ao grande teste popular das urnas de todos os eleitos hoje.

Parabéns a todos os novos prefeitos e vereadores eleitos neste pleito de todo território nacional. Que cada um saiba de seus compromissos com seu povo e zelem fundamentados na ética, por uma vida digna de todos os contribuintes, afinal foram eleitos para cuidar da população e não de si próprio.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.