Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

Todo tipo de radicalismo e fanatismo gera violência no mundo.

Qualquer tipo de fanatismo e radicalismo faz caminhar para a violência. O fanatismo gera violência. A partir do momento no qual os homens criaram as primeiras  comunidades, todos se tornaram sedentários. Foi o marco na história ao  criar as primeiras aldeias, comunidades e cidades. Todas elas  se expandiram, passaram a viver nas grandes sociedades organizadas; nasceram juntos os grupos promotores da paz. Infelizmente surgiram também aqueles grupos de comportamentos ideológicos abomináveis causadores da violência. 

Análise política das eleições, a conjuntura é de direita.

Os resultados das eleições municipais, só deleitam a direita do Brasil.

Imagem retangular de fundo verde e caracteres em azul diz: Análise das eleições municipais 2020.
Análise das eleições municipais 2020.

Ao traçar o paralelo entre as eleições municipais de 2016 a 2020 se obtém um panorama ruim para a esquerda, mas infelizmente agrada a direita em geral. Ocorreram mudanças não muito impactantes, porque os eleitos na sua maioria são reacionários, que significa o atraso e o retrocesso para a democracia do país.   

A esquerda evidentemente avançou, mas não o esperado, porque permaneceu ainda abaixo do previsto. As lideranças esperavam um crescimento superior em relação ao processo eleitoral de 2016. 

Todos sabem que ao fim daquela corrida eleitoral, o Partido dos Trabalhadores elegeu 254 prefeituras. Entretanto, agora caiu para 179 prefeitos e nenhuma prefeitura, conseguiu ganhar; nas capitais do Brasil. Os vereadores eleitos houve baixas entre as duas eleições. Em 2016 o PT elegeu em todo o país 2.815 vereadores e em 2020,  2.665 vereadores, significa que  ocorreu uma queda de 5% (Fonte: TSE).

Estes números é para ligar o alarme de que algo precisa ser feito para mudar este quadro que não é positivo, mas é importante para provar para aqueles que diziam que o Partido dos Trabalhadores estava morto, pelo contrário está muitíssimo vivo e ativo.

Porém essa performance é imprescindível mudar para mais, principalmente nas eleições de 2022 que será histórica para todos os brasileiros. As lideranças do PT e dos outros partidos de esquerda precisam analisar estes dados e implementar estratégias para reverter essa realidade.

Infelizmente os números mostram que os resultados só favoreceram a direita.

Na realidade os resultados, provam que essas eleições, não mudaram em nada, a conjuntura política nacional, continua a ser categoricamente de direita. Simplesmente ocorreu uma dança entre os mais e os menos extremistas, porém o panorama político a nível municipal continua nas mãos da direita asquerosa.   

Os partidos de esquerda onde foram eleitos os prefeitos e as prefeitas, continuam com este papel extraordinário. É, evidente ainda que são poucos os espaços, no universo dos 5.570 municípios, mas extremamente grandiosos e importantes para a população, porque será realizado um ótimo trabalho no intuito de valorização da qualidade de vida, para todos os munícipes.

Os nobres 2.983 vereadores e vereadoras eleitas em todo o país terão uma função importantíssima nas legislaturas municipais. Todos   serão os principais, legisladores, fiscalizadores e denunciadores, de todos os atos dessa gente de direita, em tudo que pretendem fazer que não seja de interesse da população municipal. Estes eleitos, terão quatro anos para ficarem de olhos bem abertos, nas administrações das prefeituras do Brasil, sob o domínio direitista.

Ao fim da disputa eleitoral,  a conjuntura política permanece, ser de direita.

Não adianta “tapar o Sol com a peneira”, a atual conjuntura é sim de extrema direita. Ninguém poderá ser ingênuo para contrapor. Pense bem!  A população de forma democrática, mas sob o ópio das fake News, apenas trocaram os nomes dos prefeitos eleitos e reeleitos em 2020. Observe que os personagens de sempre, permaneceram os mesmos, é a velha política de direita, as velhas raposas, como se no jogo de tabuleiro, as peças foram trocadas, isto é, as siglas partidárias de âmbito reacionárias continuarão a mandar nos municípios. Todos esperavam que a seita bozonarista morresse em definitivo, mas infelizmente ainda continua com algumas fagulhas, em algumas prefeituras, mas a tendência é se apagar totalmente só em 2022.

Esta circunstância política do país é extremamente lamentável e preocupante, porque a nação não conseguiu evoluir e está se acostumando com a pobreza, a falta de esperança, de perspectiva e de qualidade de vida.  

É triste e incomum, mas a maioria da população, parece gostar de sofrer, em razão de tantos anos, de dor, perdas humanas (covid-19) e materiais, começa a acostumar na acomodação e no sofrimento.

Infelizmente, há essa realidade muitíssima intrigante, não bastou todos os desmandos do desgoverno bozo, os escárnios, a negação da pandemia da covid-19, para a população sepultar de vez o bozonarismo e seus apoiadores.

Há um comportamento estranho e preocupante entre o povo. Existe sim, alguma coisa de anormal que está a permear nas entranhas do pensar político do povo, porque se esperava que as eleições de 2020, fosse a redenção da esquerda e na sua totalidade, não aconteceu. Este resultado, só vem afirmar que, há este fenômeno perturbador a ser pesquisado e estudado, para entender este comportamento ruim no âmbito político.

As eleições, trouxeram à tona o fenômeno político novo e perigoso.

Estas eleições revelou um novo fenômeno político de cunho sociológico e perigoso. É fato! Quanto mais as pessoas são sofridas, excluídas e exploradas, elas amam votar e eleger os seus carrascos de direita.

As eleições revelaram e provaram esse comportamento estranho do povo. Será objeto de estudo para os cientistas políticos imparciais, a Sociologia e a Antropologia que juntamente com a História poderão nos trazer respostas com fundamentos científicos, sobre este procedimento da maioria da população; em tempos de inseguranças de todas as espécies. Aqui está o resultado de um sistema educacional falido no país, que não contribui mais para que os estudantes andem no caminho do pensar.  Os resultados dessa pachorra política, começa a aparecer eleição a eleição e de maneira cada vez mais forte. A nação que despreza as disciplinas essenciais como Filosofia e Sociologia no ensino Fundamental, somente poderá resultar em desalentos sociais e políticos como estes dos pleitos eleitorais do país.

É fato a classe social dos pobres de direita atuou com força nas eleições de 2020.

A imagem no formato de sinalização de trânsito e com a seta para a indicar a direção da direita e nas cores verdes e caracteres nas cores azuis diz: pobre de direita!
A imagem na forma de seta di: pobre de direita!

Certamente é a classe dos pobres de direita que se multiplicou de 2016 até os dias atuais. Os pobres de direita,é uma classe social que nasceu durante o período do golpe e se aprofundou durante as eleições de 2016 e 2018. 

Essa classe social de direita, são todos pobres, mas pensam e imaginam ser ricos, eles são violentos, segue o pensar dos ricos, são negacionista e amam ler e repassar as fake News, provenientes da classe alta e dominante. São subservientes a extrema direita e são seguidores dos pastores mercenários da Igreja Universal e de outras igrejas pentecostais, com doutrinas fundamentalistas. 

Eles odeiam a Ciência, tecnologia e descartam as disciplinas de Filosofia, Sociologia, Política e todas das áreas humanas. Não gostam de ler, mas amam repassar o que outras pessoas escrevem.

Na realidade a classe dos pobres de direita são violentos e tem a mente cega somente tem olhos abertos para o bozonarismo. Esta classe social de direita se confunde com a outra classe social o gado bozonarista.

Estas duas classes sociais ainda que se dividiram em razão do desgoverno bozonarista se debandaram para outros clãs de direita, contudo estas classes sociais influenciam nas eleições e os resultados foram enormes nos maiores colégios eleitorais do país de atrações esquerdistas.

O recado das urnas das eleições de 2020 para 2022.

Portanto as eleições municipais, trouxeram um recado claro e objetivo das urnas para os estrategistas de esquerda; que miram as eleições gerais de 2020. É um norte que precisa desde já, ser redirecionado para outra direção que faça a diferença e que venha promover a vitória da esquerda nas próximas eleições de 2022. Não se pode perder tempo, porque a direita seja centrão ou centrinho, mostrou a sua força entre a população.

O único fato positivo que ocorreu,  foi quase o fim do bozonarismo,  que parecia imbatível, mas se desmanchou nestas eleições, semelhante ao um castelo de areia, que na realidade este desgoverno é uma fachada fake, é um castelo de areia, desde seu início e continuará a ser até a sua ruína.

Outro fato importante que as eleições de 2020 nos trouxeram, foram as grandes lideranças de esquerdas de todo o país, que receberam milhões e outras milhares de votos, ainda que não tenham sido eleitas, mas são grandes e importantes referências políticas municipais, imprescindíveis para colaborarem na campanha para 2022.

Todavia, se cristalizou nas bases municipais amplas frentes ou bolhas de direita que precisam ser estouradas para ocorrer a clareza da população, de que mais uma vez foram enganadas, através dos marqueteiros políticos direitistas, em todas as plataformas de campanha.  Estes convenceram a população a votar em seus algozes, que apoiam o atual governo federal, que retirou todos os direitos sociais e além do mais colocou o país a nível internacional; sob deboches e humilhações.  

Portanto, todos os partidos da esquerda do país terão uma ampla pauta de avaliações e analisar onde erraram para corrigir estes erros para não se repetir na próxima campanha de 2022.  Aquela será a mais importante da história recente do Brasil. É lá onde está a porta de entrada democrática, para voltar ao poder central. Tão somente, é necessário a união, e trabalharem juntos com estratégias eficazes para vencer as eleições gerais de 2022.

Todavia se as direções não fizerem este trabalho minucioso poderá incorrer nos mesmos erros das eleições de 2018 e 2020, que foram dramáticos e os resultados ruins, estão aí, parece intermináveis e todos estão sofrendo.

Cada eleição é um aprendizado e nestes aprendizados amargos, ensinará encontrar o caminho da vitória, sofrida, dolorida, mas com o choro e o sabor inexplicável de felicidade, é uma construção, que precisa ser iniciada hoje, e nunca deixar simplesmente; para o ano eleitoral.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade. Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina , artefato antiquíssimo composta sobre duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Um desenho simplório num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal. Este utensílio domestica há muitos anos foram usados no país inteiro até chegar às primeiras transmissões de energia elétrica nas capitais e aos poucos foram se disseminado para o restante do país.