Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

Os fumantes do tabaco se matam aos poucos.

A conscientização de reconhecer que o tabagismo é uma enfermidade. A foto mostra o cachimbo de madeira nobre para fumar tabaco Quem é fumante precisa se conscientizar de que são doentes, eles necessitam parar de fumar. Para que isso possa acontecer eles precisam admitir sua dependência.  A partir de então, procurar a medicina especializada neste setor da dependência do tabaco. O percentual de pessoas fumantes dependentes no Brasil atinge números, ainda muito altos, de 9,8%. Este percentual é equivalente a 22 milhões de habitantes que fumam. No entanto, há de ser considerado que em décadas passadas esses números, eram muitíssimos assustadores. 

O ano de 2020, superará a história das pandemias.

O perturbador ano de 2020, nesta história recente da covid-19.

A imagem mostra o globo Terrestre visto do alto e com luzes e cada ponto de luz representa os países infectados por covid-19.  Ao lado tem uma frase: perturbador ano de 2020, com a covid-19.
 O perturbador ano de 2020, com a covid-19.


Ninguém contestará que 2020 foi e ficará para a história como um dos anos mais perturbadores na vida de todos os seres humanos. Na história recente o mundo vive no assombro da pandemia mais cruel e na letalidade na comparação com outras pandemias em situações sanitárias muito mais precárias do que a deste século XXI.

As pandemias que ocorrem em outras épocas no mundo, foram dramáticas, mas há de se levar em considerações as precariedades nas áreas sanitárias, as pesquisas em laboratórios, banco de dados, eram difíceis e a Ciência da medicina, também agiam em condições dificílimas.

As pesquisas cientificas não dispunham das tecnologias avanças das de hoje e não havia a importante ferramenta da internet ou a tecnologia da informação para auxiliar os pesquisadores nas descobertas de vacinas e no controle do avanço das pandemias.

Não se existia a contagem rápida e correta em tempo real como se vive atualmente na era digital. Não obstante, eram realidades hostis, no comparativo, com a realidade do século 21. Portanto ao levar todas as variáveis das antigas pandemias, a da covid-19 com todo este aparato tecnológico já matou mais pessoas do que todas que já ocorrem na história das pandemias.  Conheça a lista das pandemias no mundo até os dias atuais.

Os desafios da pandemia da covid-19 no século 21, para a humanidade.

A pandemia global da covid-19 trouxe consigo confinamento, medo, estranhamento, desafios econômicos e muitos outros efeitos que não serão sanados imediatamente. Porém estes efeitos permanecerão durante o ano de 2021 e quem perdeu seus entes queridos, permanecerá para sempre a lembrança, a dor e o sofrimento dessas perdas.

A pandemia global da covid-19 trouxe consigo confinamento, medo, estranhamento, desafios econômicos e muitos outros efeitos que não serão sanados imediatamente. Porém estes efeitos permanecerão durante o ano 2021 e quem perdeu seus entes queridos, permanecerá para sempre a lembrança, a dor e o sofrimento dessas perdas.

Muitas dessas pessoas que morreram poderiam terem sido evitadas, se no país houvesse um governo, mas infelizmente se tem um desgoverno que incentivava o tempo todo, o não uso dos protocolos de segurança para evitar o contágio e a disseminação do vírus em todo o país. É lamentável! Mas as mortes, já se aproximam atualmente das 200 mil pessoas. Este número poderá ser maior se nada for feito para conter esta segunda onda do vírus da covid-19, que reforçou a primeira porque nem terminou. A primeira se misturou a primeira e as consequências já são dramáticas.

A complexidade da crise é a dimensão do desconhecido. Ninguém sabe o que esperar, não se sabe o alcance e, mesmo neste momento, existe uma grande incerteza que afeta a todos os seres humanos mortais poderosos ou não poderosos, personagens famosos ou simples cidadãos anônimos, parentes, conhecidos da vizinhança ou das redes sociais. Todos navegam no barco da incerteza gerado através da pandemia da covid-19.

A esperança de que as coisas voltarão à normalidade.

Não existe outra fórmula para a volta normalidade da vida com tranquilidade sem a vacina. O Brasil já está atrasado para iniciar a vacinação em massa. Muitos países já iniciaram   a vacinação da população. Contudo no Brasil país sede negacionista há má vontade, para tudo no tocante a vida e tudo que procede da ciência. Se fosse esperar pela má vontade do governo extremista e debochado, ninguém seria vacinado. Certamente este desgoverno deseja a morte do povo e só depois ele pensaria em fazer algo para vacinar os seus familiares, amigos, seguidores e apoiadores.

Ainda bem que o poder judiciário já determinou a vacinação obrigatória, muitos governadores e prefeitos já estão dispostos a iniciar o quanto antes a vacinação da população nos Estados e Municípios. Se não for a base da pressão este desgoverno de extrema direita e negacionista nunca iniciaria o processo de vacinação nos brasileiros.

O mundo nunca mais será o mesmo após a covid-19.

Pode ter a certeza o mundo nunca mais será como antes da pandemia. Muitas formas de comportamentos surgirão após o fim dessa pandemia, dessa porque já há alerta da OMS que poderá sim, haver outras pandemias extremamente letais do que a covid-19. Na questão trabalho será um mundo mais online como nunca. As relações sociais voltarão a normalidade, mas aos poucos, contudo o estigma da máscara e do distanciamento social ainda permanecerão por tempo indeterminado.

Teremos sim um futuro inesperado para todos e em todo o mundo. Tudo será imprevisível e desconhecido, esta situação e causará inseguranças e incertezas. Geralmente as incertezas provocarão o medo de tudo e todos. Todavia, em meio a tantos medos e incertezas surgem fagulhas de esperanças de uma vida melhor a partir da imunização da população do mundo através das vacinas. É a luz no fim do túnel para a retomada da normalidade em todos os setores da sociedade.

Não basta só a vacina, a população precisa de comida para matar a fome.

A foto mostra a Carteira digital do trabalhador do Brasil, mas só há o documento, trabalho que é bom acabou no país, atualmente são 14,3 milhões de desempregados.                                            O documento oficial do trabalhador brasileiro aqui estão registrada a história de uma vida de trabalho e todos os seus direitos garantidos na Constituição Federal do Brasil. Com a maléfica reforma do Trabalho muitos direitos foram simplesmente jogados na lata do lixo.
A  Carteira digital do trabalhador, mas o trabalho acabou no país.                                         


Portanto em meio a revolução de 2020, o ano da covid-19 o apavorante, dos últimos tempos, começa a surgir vislumbres de calmarias, após esta revolução de 2020 que atingiu a todos os seres humanos, de maneira direta e indiretamente.

Todavia se todos soubessem como seria o mundo após a pandemia, a nossa mente teria mais serenidade. Não obstante como não se pode prever o futuro, todos permanecem na inquietação e na angústia das incertezas. No entanto, estas incertezas fazem   da fragilidade humana diante do incerto, do desconhecido e principalmente de um inimigo invisível como o vírus da covid-19.

Em meio ao olho do furacão estavam os heróis desta guerra o batalhão da saúde, médicos e enfermeiros, muitos foram os heróis mártires que tombaram juntos aos pacientes, a eles e todos que faleceram,  o nosso lamento, e apreço pela coragem de todos aqueles que lutarem em favor da vida.

Nasce a esperança da normalidade nos laboratórios com as pesquisas dos cientistas.

A esperança do fim da pandemia brotou do trabalho incansável e minucioso dos cientistas, nos laboratórios de todo o mundo para descobrir as vacinas eficazes contra o vírus letal da covid-19 que até o momento já ceifou mais de 1 milhão e meio de pessoas no mundo e no Brasil se aproxima de 200 mil mortes. A esperança é que tudo tenha um fim, brevemente com a imunização de todos os habitantes da Terra para a vida voltar à normalidade a partir de 2021.

Infelizmente a situação dos brasileiros continuará difícil porque até agora não há um programa de vacinação de nacional. A população além de contaminados e falecendo assustadoramente, o desgoverno, cortou o auxílio emergencial, a única fonte de renda para milhões de famílias brasileiras.

O desemprego já passou de 14 milhões e consequentemente irá continuar a fome e miséria entre a nação.   Nem o desgoverno federal, nem os parlamentarem foram sensíveis a esta situação da população que iniciará a partir de janeiro de 1/01/2021. Foram covardes e nada fizeram para socorrer a população que já está passando fome e muitos poderá morrer sem comida, porque não há trabalho, não há auxílios provenientes de políticas públicas para socorrer o povo em tempos de pandemia.

A pandemia não terminou e se não terminou o correto e justo deveria haver programas de socorro a população neste período atípico, até tudo voltar à normalidade.

Não basta só a vacina, mas as pessoas precisam comer e pagar contas básicas como de água, luz e internet. É vergonhoso o que este desgoverno está fazendo com o povo e tudo permanece como nada estivesse acontecendo, é muita desumanidade e egoísmo de uma administração insensível ao sofrimento da nação. Que país é este? Não há governo que se preocupe com seu povo, mas há um cidadão cínico e debochado no poder que faz piada de péssimo gosto para com os familiares das vítimas da covid-19.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade. Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina , artefato antiquíssimo composta sobre duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Um desenho simplório num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal. Este utensílio domestica há muitos anos foram usados no país inteiro até chegar às primeiras transmissões de energia elétrica nas capitais e aos poucos foram se disseminado para o restante do país.