Pular para o conteúdo principal

Postagens mais visitadas deste blog

Você já rotulou alguém de burro?

É uma atitude preconceituosa para ferir o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas tem uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo composta sobre duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Um desenho simplório num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.
Este utensílio domestica há muitos anos foram usados no país inteiro até chegar às primeiras transmissões de energia elétrica nas capitais e aos poucos foram se disseminado para o restante do país. 

Ninguém é dono de nada no Brasil.

Aqui no Brasil ninguém é dono de absolutamente nada. 

A imagem mostra uma lista de impostos do Brasil.
Você já observou que na realidade ninguém possui nada nesse país. É fato! Simplesmente somos todos locatários de tudo que compramos ou vendemos. Os mais variados tributos todos saldam para os governos municipais, estaduais e a união se comprova essa triste realidade dos cidadãos e a das cidadãs brasileiras. Aqui quando se nasce devendo. Então, os pais realizam a primeira liquidação do primeiro imposto que é o registro de nascimento. Ao chegar ao finalzinho da existência, quando vem o falecimento, os familiares ainda realizam os últimos pagamentos dos impostos fúnebres, incluindo o registro de óbito.
Todos de uma forma ou de outra pagam altas somas de impostos sobre tudo o que se compra e vende. Infelizmente, nessa cadeia de espoliação oficial, legal, mas imoral e perversa, montada através do município, estado e a união todos são inquilinos desses governos de todas as esferas administrativas do país.  

Tudo pertencem aos governos, os cidadãos são locatários para usar o que denomina de “seu”.

Mais uma lista de impostos do Brasil.
Analise alguns dos tributos que se paga e comprova que na realidade ninguém tem nada. No Brasil as listas dos impostos são enormes e apenas citarei os mais conhecidos, mas tem aqueles embutidos, os invisíveis, que estão nos produtos, e serviços que são pagos e nem se percebe.

Alguém com todo o esforço possível compra uma casa para morar, mas nunca é dono em definitivo. Ao comprar já transfere uma soma de tributos de todos os gêneros para o governo, da mesma forma quem vende paga-se taxas e mais taxas absurdas para o governo. Os cartórios de registros de imóveis são legitimas máquinas de caçar moedas de quem não apossui e os donos são os grandes gerenciadores dessa fortuna ou galinha de ouro de cada município. Todos os anos tem a exploração do (IPTU) imposto Predial e Territorial Urbano. (vitalício) e quem não pagar fielmente o município de maneira autoritária manda seu imóvel a leilão.

Comprou um carro, comprou junto um pacote de tributos intermináveis.   É outra máquina de fazer dinheiro facilmente para o governo através dos órgãos preparadíssimos para isso. Exemplo o Detran Estadual com suas sedes nos municípios é o órgão oficial para recolher dinheiro fácil dos donos de carros e motos. Aqui é outro sistema cruel que enriquece os gerenciadores e os governos. São grandes fabricantes de multas abusivas. Tudo inicia quando alguém deseja se habilitar a dirigir “seu” automóvel, os futuros condutores, pagam horrores de dinheiro para os donos das autos-escolas. Todas elas são subordinadas ao Detran. Quem não pagar o caríssimo (IPVA) Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores (vitalício) não poderá andar com o "seu" carro nas estradas com pedágios, por que   corre sério risco de ter “seu” automóvel apreendido e sua viagem interrompida através da fiscalização de trânsito. 
O governo municipal, estadual e federal monta suas indústrias de multas para recolherem altas granas dos motoristas infratores. Evidentemente, que nesse pacotão de multas, muitas delas são injustas e mesmo assim, não se aceitam justificativas tem que pagar.

O governo Federal, através dos seus burocratas do CONTRAN, (Conselho Nacional de Trânsito) geralmente sãos os mentores teóricos e práticos, para explorarem cada vez mais o cidadão brasileiro. Estes que possuem um carro, mas muitas vezes, nem dinheiro tem para comprar o combustível mais caro do mundo.

Os burocratas já criaram através de resoluções o kit de primeiros socorros certamente para beneficiar algum comparsa e retirar o dinheiro do povo, conseguiram durante um longo período, depois desistiram da malfadada ideia.
Outra moda foi resolução dos burocratas do CONTRAN que criou a obrigatoriedade, dos malditos extintores contra incêndios, não durou muito e a ideia morreu. Agora último, mais uma vez os burocratas do DENATRAN/CONTRAN maquinaram mais uma resolução de nº 620 que geraram a unificação das placas dos carros em todo o Brasil.

Essa é mais uma forma de explorar o cidadão usando o Mercosul, como bode expiatório, mais uma vez o cidadão irá suscitar essa fortuna para o governo, na troca das placas. Todos irá pagar um alto preço para realizar esse serviço, que deveria ser grátis, não é o governo o autor dessa palhaçada? Então, que pague a conta. Nunca isso irá acontecer. Contudo, é mais uma fonte de arrecadação do governo para arrumar dinheiro para entupir as valas da corrupção.
 
Ao utilizar a iluminação pública se paga uma alta taxa além da conta de uso de energia elétrica em casa, comércio e indústria. Em muitos e muitos municípios as ruas são escuras e perigosas e nessas ruas ocorrem muitos assaltos e crimes fatais.  Assim, também se paga a taxa de recolhimento de lixo das ruas e que em muitos municípios brasileiros, as prefeituras recolhem o dinheiro e deixa o lixo nas ruas.   

Além de todas essas cobranças sobre algo que tem o nome de “seu” tem mais o Imposto de Renda.

A imagem diz: a tirania do imposto de renda!
Outro imposto que é cobrado de maneira injusta, para a grande maioria dos brasileiros, e pouco ou nada, se cobra dos donos das grandes fortunas, é o sanguessuga do Imposto de Renda. Esse imposto desleal, somente vem a comprovar a tese que ninguém é dono de nada, até mesmo do pífio salário, que se recebe para sobreviver e pagar toda essa carga tributária do governo brasileiro.

É inacreditável, mas quem paga mais e corretamente, o imposto de renda no Brasil são os trabalhadores que ganham menos. Os grandes empresários e os donos das maiores riquezas são os maiores sonegadores do imposto de renda no Brasil.

O trabalhador que por um infortúnio deixar de acertar as contas com a Receita Federal, nunca mais terá paz na vida enquanto, não acertar as contas com o leão do imposto de renda. Os dos das grandes empresas e fortunas esses passam desapercebidos pelos técnicos da receita federal e nunca pagam um centavo de tributo.

Segundo a Receita Federal em 2018 quem recebeu receberam, rendimentos tributáveis que totalizaram mais de R$ 28.559,70, serão obrigados a fazer a sua declaração de imposto de Renda. Eu defendo a tese que somente pagaria imposto de Renda quem ganhasse R$ 50.000 líquidos, é uma vergonha quem receber abaixo desse valor ainda ter que pagar uma fatia para a corrupção do governo federal. É simplesmente algo absurdo que somente ocorre no Brasil os pobres pagarem o luxo e a corrupção do governo federal. E o mais irritante, não vem nada de retorno em políticas sociais para a população.

Portanto, se comprova mais uma vez a tese de que no Brasil, ninguém é dono de nada. Os legítimos donos são os governos municipais, estaduais e da união. A população são meros inquilinos para usufruir do que é denominado de “seu” através do pagamento de taxas, impostos e tributos de todas as espécies possíveis e imagináveis.

Comentários

  1. Para não tumultuar eu só posso escrever:está tudo de cabeça prá baixo em relação ao desenvolvimento social etc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tumultua nada é a realidade o Brasil está mesmo sem rumo. Estamos sem um líder que possa alavancar a economia e o desenvolvimento do País. Atualmente os verbos mais usados nesse governo fake são: amar, matar,privatizar, discriminar, desmatar, desaposentar e desempregar. Não se tem outros verbos como: apaziguar, amar, dar comida para os famintos, empregar, aposentar, e governar para todos. Ninguém mais se entende nesse Brasil gigante. Perdeu- a direção de tudo infelizmente.

      Excluir

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu comentário é muito importante para nosso trabalho.