Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

A felicidade é efêmera no materialismo.

A ostentação transforma o homem carente de valores éticos e morais. O homem moderno é rico, vive na ostentação promovida com o materialismo, mas é pobre em valores éticos e morais e nunca o dinheiro poderá comprar. Nesta correria diária e frenética da vida moderna para buscar a sobrevivência, é imprescindível e interessante fazer algumas vezes momentos de paradas e iniciar uma reflexão para perceber o quanto o homem faz opção, mais pelo ter do que do ser. Atualmente existe uma pretensão fortíssima para a opulência materialista, que traz e promove uma espécie de felicidade efêmera. Consequentemente nascem necessidades insaciáveis para adquirir mais e mais coisas instigadas pelo consumismo sem limites. Fundamental também verificar que ao mesmo tempo o homem moderno é extremamente carente quanto aos valores morais e éticos, os subjetivos, são duradouros como paz, amor, felicidade, saúde e segurança, coisas que de modo nenhum; o dinheiro comprará.

Poço artesiano investimento de riscos, para obter água de qualidade.

A população a toma água poluída, exceto aqueles que fazem poços artesianos seguros. 

A imagem mostra o fundo do poço artesiano com água transparente e a rocha foi perfurada e revestida com canos de metal e PVC para proteger a pureza da água.
Imagem ilustrativa da perfuração do poço artesiano na rocha para encontrar água. 
É uma contradição num país riquíssimo em água doce, mas    os habitantes não possuírem este líquido puro para tomar. Contudo, quem pode faz um grande esforço e se aventuram em ariscar mandar perfurar poço artesiano para se obter uma água de cristalina e de qualidade. O Brasil tem as maiores revessas naturais subterrâneas da América Latina. Porém as do subsolo que geralmente são formados pelos   os maiores rios em extensão, somado aos lagos e as bacias hidrográficas são improprias para o consumo antes de passar pelo longo processo de despoluição.

É um absurdo, no entanto as águas da maioria destas riquezas naturais foram simplesmente poluídas pelos humanos. Quem tem condições preferem mandar perfurar poço artesiano para buscar águas subterrâneas em grandes profundidades, que são geralmente limpas e somente assim se obtêm uma água realmente pura. 
As companhias municipais e estaduais responsáveis para manter o abastecimento da população gastam muito dinheiro para despoluir a água e vender aos consumidores. Todos os brasileiros consomem uma água que além de ser cheia de resíduos químicos invisíveis a olho nu, pagam um alto preço mensalmente nas faturas e tem muitos dias que ficam com as torneiras sem uma gota d’água.

Ao longo do tempo o homem poluiu a água e agora a despolui para o seu consumo.   

Atualmente no Brasil, através do triste fato, das águas terem sido poluídas pelo homem, ao longo destes mais quinhentos de história, agora bebem água suja. Todos sofrem par ingerir uma água, mesmo que seja tratada com a mais refinada tecnologia, permanece as diversas partículas químicas que são prejudicais a saúde humana. 
Esse líquido que tem sua fórmula química o conhecido H²O, indispensável a vida está sendo todos os dias desperdiçadas e contaminadas por quem necessita dela para continuar a viver!  As doenças começam a surgirem a longo prazo e muitas delas têm sua origem nestas águas despoluídas pelas companhias de saneamentos de água e esgotos dos estados e municípios do Brasil. 
Obviamente que já mais estas empresas irão concordar com esta hipótese. Sempre seus diretores e os responsáveis químicos irão defender a tese de que a água fornecida a população é cem por cento cristalina e livre de qualquer tipo de bactérias e coliformes fecais.

A poluição da água é vista a olho nu, basta abrir a torneira.

Todos irão de convir que tem dias que não dar nem para abrir as torneiras que em vez de jorrar água inodora, insipida e incolor, jorra um líquido estranho fedorento da cor do leite da vaca. Ninguém conseguirá me convencerá do que isso é uma água potável, jamais! É tanto cloro e outras substâncias que permanece impossível beber uma água destas. A única solução é comprar água mineral caríssima e nem todos podem fazer isso. Então, a população tem que fazer um esforço colossal e engolir este composto químico para não morrer de sede. Imaginem as consequências futuras para a saúde.

A única solução para complexa realidade é a perfuração de poço artesiano. No entanto entram inúmeras   questões que emperram as pessoas decidirem a mandar construir um poço. Em primeiro é um investimento caríssimo e de risco, pois, nunca se sabe se vai encontrar uma veia de água que realmente seja doce e totalmente livre de contaminações diversas. Em segundo, nunca se pode esquecer que também muitos lençóis freáticos brasileiros também já estão contaminados pelos vários produtos químicos despejados pelas grandes indústrias inadequadamente. Em terceiro, os grandes lixões que estão desativados, mas o chorume pode sim ter contaminado as veias de água em muitas regiões do país. Em quarto, corre-se o risco também de encontrar água salgada imprópria para o consumo humano.  Então são vários fatores que impedem a população de fazer um pesado investimento para perfurar poço artesiano que pode ser glorioso ou frustrante.

Quem realmente decidir fazer esta operação é imprescindível contratar uma empresa idônea especializada neste setor de perfurações de poços. Para fazer um estudo geológico do solo para não ter prejuízos. Atualmente deve existir tecnologias que possam orientar as empresas até mesmo com ajuda de satélite fazer um estudo preliminar da região onde se pensa em construir poço artesiano.  Quando encontrar água é prudente contratar um ou dois laboratórios renomados para fazerem a análise da água e elaborar laudos que venham comprovar se a água é realmente potável ou não.    

Nunca tomar uma água de poço sem antes fazer a análise da qualidade da água. Se a qualidade de vida começa com a água, no entanto esta água precisa necessariamente ser de qualidade. Além disso tem alguns estados e municípios que através de seus órgãos ambientais autorizam ou não a perfuração de poços artesianos. Fundamental procurar os municípios para ser ter uma licença oficial para não ter problemas futuros.
Pense bem como é complicado beber uma de qualidade sem aditivos químicos em nosso país. Somente quem possuir um bom capital financeiro pode investir para possuir uma água limpa e que seja fonte de vida, de saúde. Caso contrário está condenado a beber uma água despoluída, mas repleta de resíduos químicos que certamente será prejudicial à saúde ao longo do tempo.

Nos casos extremos de secas as prefeituras abrem poços artesianos.

A imagem mostra o fundo do poço artesiano com água transparente e a rocha foi perfurada e revestida com canos de metal e PVC para proteger a pureza da água.
A imagem ilustrativa mostrando o fundo de um poço perfurado na rocha.
Existem muitas situações de secas prolongadas em diversas regiões brasileiras. Onde as próprias prefeituras com a ajuda do governo federal constroem muitos poços artesianos para resolver o problema da falta de água para a população de determinadas localidades onde o sofrimento do povo é muitíssimo penoso.
Principalmente no Nordeste que existe uma seca histórica e muitos políticos sem escrúpulos tiram vantagens da população para arrecadar votos em épocas de eleições é um absurdo, mas permanece esta situação vergonhosa, muitos críticos a denominam da indústria da seca. 
Além, disso muitas verbas federais para o combate a estiagem que são desviadas para a corrupção.   É incrível pensar que em nosso país há falta água potável para a população. Além da poluição dos rios e mananciais de água doce. Existe estes fenômenos naturais e sazonais que são de longos períodos que destroem a vegetação e toda a agricultura e a falta de água para abastecer a população.    

A água que se bebe atualmente não é boa para a saúde.

Portanto, nesta semana do meio ambiente não poderia deixar de abordar este assunto tão importante e atual que atinge a todas as pessoas. Todavia a água que tomamos diariamente não é uma água boa para a saúde. Aqui fica duas saídas onerosas para a população comprar água mineral ou mandar perfurar poço artesiano. As duas soluções são somente para uma minoria da população brasileira, por quer na prática se paga um alto preço, também se corre forte risco de investir e perder muito dinheiro e não obter água de qualidade. Para quem tem condições econômicas é aconselhável construir poço artesiano usando todos os cuidados para evitar prejuízos e frustrações.

Uma alternativa e a longo prazo, é a educação ambiental para fazer aos poucos   todos precisarem se conscientizar na economia do uso da água e principalmente pararem de poluir as águas do nosso Planeta para que todos possam ter água limpa e de qualidade. E sendo assim, um dia todos possam obter a água que conserve a vida e não venha destruir a vida. 🌎


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Você já rotulou alguém de burro?

É uma atitude preconceituosa para ferir o sentimento de outrem e ruim para o convívio social.Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas tem uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo composta sobre duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Um desenho simplório num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.

Este utensílio domestica há muitos anos foram usados no país inteiro até chegar às primeiras transmissões de energia elétrica nas capitais e aos poucos foram se disseminado para o restante do país.