Pular para o conteúdo principal

A sexta-feira é o último dia útil para trabalhar.

O trabalhador espera ansioso voltar a sexta-feira para descansar.


A foto mostra uma pessoa acender a vela do bolo de festas, muitas luzes e ao lado direito uma bela frase: Sexta-feira é descanso, festas e mau-humor.
Sexta-feira é descanso, festas e mau-humor.

A sexta-feira é o último dia útil o qual dá início para muitas pessoas, o descanso e as festas do fim de semana.  Contudo, todos recomeçam a sequência da próxima semana bem ou mal-humorado.

Geralmente quando chegamos o último dia útil da semana estamos exaustos. Muitos esperam ansiosamente que este dia da semana chegue para permanecer juntos a família ou uma pessoa querida que esteja namorando.

Contudo, este tempo é para descansar, relaxar, passear, divertir, caminhar e fazer qualquer atividade que não seja trabalho. Momento para recarregar as energias e para depois, recomeçar a (vida) disposta na segunda-feira. No entanto, é mais uma jornada de luta no contentamento, de mais uma semana de boas atividades, afinal é este ciclo o qual se vive e para garantir ser os provedores da família.

A diferença entre dia útil e não útil no Brasil.

 

Alguém já parou e pensou nesta diferenciação dos dias da semana entre ser ou não útil parece que não tem muita importância para a vida. Normalmente os dias úteis correspondem de segunda-feira a sexta-feira e os dias não úteis (do ponto de vista comercial e financeiro) são os feriados e os fins de semana; sábado e domingo.

Não obstante, este vocábulo útil que classifica os dias da semana, têm uma influência muito grande. Cada nação tem suas atribuições, no Brasil do ponto de vista trabalhista, empresarial, jurídico e financeiro tem uma importância decisiva em várias questões que nos atingem.

Estas movimentações praticamente são decididas nos dias úteis. Os prazos das contas como boletos e faturas devem ser quitados nos dias úteis, se a data de vencimento sai desta convenção do calendário, podem se pagar normalmente no próximo dia útil; sem prejuízos de juros.

Conheça as curiosidades dos nomes deste dia da semana.

 

Só mais algumas curiosidades sobre este último dia útil da semana. A palavra sexta-feira é originária do latim Sexta Feria, que significa "sexta-feira", e de mesma acepção existe em galego (sexta-feira), mirandês (sexta) e tétum (loron-sesta).

Povos antigos reverenciavam seus deuses dedicando este dia ao astro Vênus, o que originou outras denominações, os espanhóis, dizem ``viernes e no italiano venerdi, com o significado de Vênus e dia de Vênus. Outros povos reverenciavam deuses mitológicos, em inglês diz-se friday, dia de Frige e em alemão Freitag, dia de feriria. (Fonte: Wikipédia)

Há muito o que fazer no fim de semana.

 

O mais importante é chegar mais ao término de uma sequência de dias úteis desta semana, sobretudo vivos com: saúde e paz e um pouco ou totalmente cansadas ao nível de estresse.

Hoje é sexta-feira e nem todos ainda vão parar com o trabalho, depende da situação poderá trabalhar ininterruptamente até domingo. Para quem encerrou suas atividades, a partir de agora está no momento do descanso merecido.

Este tão esperado fim de semana é para permanecer junto à família e fazer de tudo um pouco para que este convívio familiar seja compensatório e unam cada vez mais a paz, a alegria, e a harmonia de estar juntos.

Juntos para realizar aquela comida caseira, um bate bola com os filhos no parque da cidade, olhar um bom filme, ir ao teatro, ouvir uma boa música, ou fazer aquele tão pensado e esperado passeio seja sozinho, ou com a namorada, ou a família.

Se for viajar, nunca esquecer de dirigir o veículo com o máximo de cuidado nas estradas perigosas do país. No entanto, o bom mesmo é permanecer em casa e gostar da família dormir bastante para repor o "déficit" de sono que o organismo está a exigir. Todavia, todos têm, mil e uma opções, para fazer um bom fim de semana feliz. Contudo, cada um escolhe o melhor a realizar e apreciar saudavelmente a vida.

Não esquecer de participar das atividades da sua comunidade religiosa, seu credo religioso que professa. Cada um participe seja das missas ou cultos para agradecer [a Deus] pela vida, pela provisão do sustento familiar, pelo trabalho e principalmente pela saúde e a paz de todos. Louvar e agradecer ao Senhor por ter mandado o Seu Filho [Jesus], o Salvador. Ele vai resgatar da morte eterna, a todos que creem nele. Na História do Cristianismo, a sexta-feira foi necessária, para redenção da humanidade; diante do pecado que leva à morte eterna.  

Mais uma sexta-feira para o descanso e apreciar a vida com prudência.

 

Assim sendo, hoje é sexta-feira, um ótimo momento para depois de o expediente pensar em alguma atividade, que seja realmente saudável para todos. Que o fim de semana contribua para o fortalecimento da saúde mental e física! Não façam nada que venha o estressar, aumentar as preocupações e se cansar mais. Nunca se pode perder de vista que esta é apenas mais uma sexta-feira e mais um fim de semana de tantos da vida. Lembrar que logo, na segunda-feira se voltará aos trabalhos renovados e com muita alegria e bom humor para uma nova semana de novas expectativas, em grandes sucessos em todos os compromissos agendados.

No eterno começo e recomeço é a assim a existência humana.
 

Portanto, assim é a vida, este eterno começo e recomeço de cada semana, numa sequência cronometrada de segundos, minutos, horas e dias de todos os dias de uma semana. Há muitas semelhanças ao mito de sísifo, este foi condenado eternamente a rolar uma enorme pedra com as suas mãos até o cimo de uma montanha, porém, no instante de chegar ao topo, a rolava novamente para abaixo até o ponto inicial por intermédio de uma força irresistível.

Todavia, assim, todos estão nesta eterna sequência do trabalho de segunda a sexta-feira repetidamente até a aposentadoria ou até não poder mais trabalhar; sempre na certeza de que rolamos a pedra do compromisso até mais uma sexta-feira. É imprescindível a consciência que esta pedra da responsabilidade rolará ao seu ponto de partida.

Deste modo, novamente começar tudo outra vez na segunda-feira de manhã, a rolar a pedra do comprometimento até a próxima sexta-feira e assim sucessivamente até o último, respirar da vida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.