Pular para o conteúdo principal

Cidades periféricas fazem fórum mundial.

Líderes das principais cidades periféricas, se reúnem para discutir seus problemas e soluções.

A foto mostra uma visão panorâmica e parcial da Cidade de São Leopoldo no Rio Grande do Sul.
A Cidade de São Leopoldo no Rio Grande do Sul. 


Os problemas das cidades das periferias do mundo, vão ser debatidos e encontrar soluções democráticas e sustentáveis para as próximas décadas. Estes encontros ao nível mundial são importantíssimos para a unidade entre os povos e principalmente para todos explanar suas dificuldades sociais diferentes e juntos encontrar saídas visando a qualidade de todos.

 

É fato! As pessoas do mundo estão cada vez mais se reunindo em mais e em diversos países para juntos, em grandes eventos para debaterem os seus problemas os quais surgem em enormes proporções e simultaneamente à velocidade do crescimento das cidades periféricas do Planeta Terra. Contudo, nasce entre as nações a necessidade natural de também pensarem juntas alternativas sustentáveis para que todos possam viver com dignidade.

Em 2013 algumas cidades da Região Sul do Brasil, especificamente na cidade de Canoas-RS. No próximo mês de junho, durante os dias 11,12 e 13, estarão reunidas nesta cidade. São aproximadamente 50 nações do mundo e seus representantes, em um fórum internacional, batizado de FALP (Fórum de Autoridades locais de Periferia) para juntos exporem os problemas das suas cidades. Contudo, irão discutir e encontrar soluções práticas para (pensar) saídas para as velhas dificuldades que afetam todas as regiões às margens das Capitais do Brasil e de muitos outros países.

Este fórum é o terceiro que se realiza em algumas partes do mundo. A participação nesta discussão é fundamental para a elaboração de um cronograma para realizar a humanização das cidades conhecidas periféricas e seus grandes problemas. Tudo isso é fruto da democracia que possibilita encontros importantes como estes e muitos outros nos países democráticos.

Os cidadãos se reúnem e debatem dificuldades semelhantes e diferentes e constroem soluções que sejam adaptáveis ao contexto social, histórico e tecnológico que venham facilitar a qualidade de vida para todos.

 

A criação de fóruns mundiais nasceu em Porto Alegre.

 

Esta ideia da criação de um fórum desta envergadura nasceu no Primeiro Fórum Mundial Social realizado em 2001, na capital do RS, Porto Alegre. O fórum deste ano tem como tema previsto a ser debatido entre as nações como: “direitos e democracia para as metrópoles solidárias e sustentáveis”. Podem se perceber que são temas amplos e com certeza serão construídas demandas práticas a serem transformadas em políticas públicas de cada nação. Sem dúvidas serão exigidas de cada governante que assumam compromissos e responsabilidades diante de tantos problemas que as cidades periféricas do Planeta Terra enfrentam.

As soluções dos problemas brotam das reuniões entre as pessoas do mundo.

 

É salutar quando os povos se reúnem no intuito de encontrarem meios objetivos para a construção de um mundo melhor, mais humano, digno onde todos em qualquer continente tenha seus direitos respeitados e não passem por tantas desigualdades sociais do Brasil. Reacende novamente a chama da paz social entre os povos e principalmente, as pessoas de cada país. Um mundo equitativo e humano é possível, basta que as pessoas aprendam a debater em amabilidades alternativas conjuntas para eliminarem de uma vez por todas os velhos problemas que atormentam a todos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.