Pular para o conteúdo principal

Feriado da República do Brasil, uma história de golpes.

A história republicana é de golpes e frágil democracia.

Cena da proclamação da República em 1889.
A República do Brasil iniciou realmente com o grande golpe militar em 15 de novembro de 1889, na velha monarquia e destituíram o último Imperador brasileiro Dom Pedro II. Tudo disfarçado como proclamação do novo regime de governo a república. Certamente se explica esta sequência de golpes e mais golpes na história brasileira e lamentavelmente se tem uma democracia frágil.
 

A nação vive no medo se o próximo governo irá manter a democracia ou impor uma nova ditadura. Surpreendentes são como cada vez mais, os golpes de estado foram impostos durante todo o período do republicano, desde 1889 aos dias atuais. Semelhante ao golpe de 31 de agosto de 2016, oculto numa mentira de impeachment. Uma história repleta de golpes perversos que fere a paz, muito sofrimento para a população. Além de gerar grande instabilidade política, interna e externa; tudo sem data para terminar.

O país tem passado por tantos momentos históricos marcantes na vida do nosso povo. Entre eles não se pode esquecer esse marco nebuloso; da instituição da República Federativa do Brasil. Tema desinteressante somente lembrado pelos os estudantes que analisam sem ânimo durante as aulas de História do Brasil. Porém, basta traçar um paralelo do contexto histórico de 1889 a 2016 e se constataram que os fatos se repetiram semelhantemente.

Ousadia para escrever sobre esse fato histórico que marcou a vida do país desde 1889; até hoje.

Mesmo assim me atrevo a acrescentar mais uma reflexão sobre este fato histórico, que ao longo dos anos vem se adaptando as mudanças mundiais e lentamente transformando a vida de todos os cidadãos brasileiros. Não pretendo analisar neste artigo todos os fatos que antecederam e instigaram a proclamação da República.  Transfiro esta minuciosa tarefa para os acadêmicos. Apenas irei fazer uma encurtada reflexão e breve passeio histórico sobre alguns marcos que mudou e continua mudando a história do nosso povo e consequentemente do país.

Em   15 de novembro de 1889, o alagoano, Marechal Deodoro da Fonseca assumiu o poder através de um golpe militar destituindo Pedro II e a velha Monarquia do Brasil. Instituiu uma nova forma de governo o país assumiu uma nova direção na história. A República Federativa Presidencialista a nova forma de governo do Brasil. Como é do conhecimento de todos no princípio não foi fácil, os problemas, as oposições surgiram e o país andou no trilho da história enfrentando todos os tipos de obstáculos, desde o Primeiro Presidente Republicano até os nossos dias.

Os fatos históricos republicanos e compilaria muitos livros sérios.

São tantos fatos que marcaram a nossa República, que se pudéssemos analisar todos, dariam muitos, enormes e sérios compêndios de história. O país tem passado múltiplos acontecimentos que abalizaram a história, sendo uns bons e outros tenebrosos, que também deixaram suas marcas irreversíveis no panorama republicano. 

Todos os problemas fazem parte do pacote histórico vivido até agora. O próximo capítulo desta história deve ser sim abraçado e escrito com muita garra pela a nova geração. Ela tem o dever de resgatar, conhecer e estudar os fatos históricos para não deixar se repetirem os mesmos erros do passado, mas eliminar os desacertos e aperfeiçoar o que deu certo.

Os fatos positivos que sirvam de bons exemplos e que possam ser aplicados na história presente.


Mais um golpe de estado no Brasil,31/08/2016
 Nestes cento e vinte e nove anos de República o Brasil tem passado por momentos de turbulências e de calmarias, de desenvolvimento e de pobreza extrema da população. Pela ironia da história a nossa República começou com um levante militar. Pois os piores momentos da nossa República foram aqueles onde aconteceram os sangrentos golpes militares.  Os militares assumiram o poder através da truculência e deixaram feridas incuráveis para sempre a muitos cidadãos civis inocentes. Até hoje muitas famílias não sabem o paradeiro desses mártires nacionais. 
Com o passar dos anos obtivemos grandes avanços no campo da política principalmente no que se refere a democracia. Do antigo voto de cabresto e os famosos currais eleitorais, chegamos até agora através do alto preço das vidas dos bravos brasileiros reivindicaram a democracia, e eleições, gerais com plena liberdade de escolha dos seus candidatos. A cada eleição o país avança para modernização, da cédula de papel a urnas biométricas com total segurança. Um escrutínio durante um pleito leva semanas e semanas para a apuração finalização total.

Agora após o horário de fechamento das modernas urnas eletrônicas o país inteiro acompanha em poucos minutos e em tempo real a apuração de uma eleição.  Hoje o Brasil seria um grande exemplo de democracia fortalecida para muitos países do mundo, mas não é. Tudo por que a direita odiosa não aceitou as regras do jogo democrático das eleições de 2014 e tivesse mantido os resultados das urnas. Infelizmente construíram passo a passo o golpe e fragilizou a nossa democracia com o mais recente golpe de 31 de agosto de 2016. A consumação desse golpe se deu agora com as eleições fake News sob a batuta mercenária do Whatsapp.
Agora com as eleições de 2018, uma eleição manipulada inescrupulosamente pelo aplicativo Whatsapp, o mais repulsivo atualmente, mas está a serviço das elites, e da direita reacionária do Brasil e do mundo. Em nome do vil metal esse abominável aplicativo é o grande destruidor das democracias sejam elas fortes ou fragilizadas.

Uma democracia onde todos os cidadãos têm o direito de votar e ser votado, segundo as leis eleitorais do Brasil, também se deveria aceitar democraticamente os resultados das urnas naturalmente. Antes nem as mulheres podiam votar e hoje tem direitos iguais aos dos homens. E nos orgulhamos muito de termos uma mulher na Presidência da República. Ela sofreu com a ditadura militar dos sessenta. Hoje o povo sente sua falta por que ela zelava com veemência em defesa da nossa democracia e procurava fazer uma administração mais humana e equitativa para todos. O Brasil ainda não conseguiu sanar velhos vícios e problemas históricos que são remotos ao início da colonização por exemplo o pré-conceito e a intolerância ao um governo popular. A elite brasileira sempre dominou e dominará esta nação pois tem uma mídia manipuladora e golpista que arquiteta a queda de qualquer governo popular. 
A história do golpe de 2016.


Passados dois períodos de impérios, mais dois republicanos e na atual do século XXI, a população continua a sofrer porque não se tem uma educação, saúde, transporte de qualidade, segurança e habitação para todos. Os antigos vícios da corrupção são predominantes na sociedade. Vários setores das administrações públicas e privadas permeiam a maldição da corrupção levando à bancarrota a credibilidade dos nossos políticos e grandes gerentes de conglomerados econômicos e financeiros do nosso país. A corrupção corroeu o dinheiro da nação.  Todos os cidadãos honestos pagam a maior carga tributária do mundo. Contudo recebem o mínimo em retorno social para melhorar as condições de sua vida da população em geral.

Nação brava que faz resistência aos golpes de a história.

Mais uma cena da proclamação da República. 
Portanto, em síntese a nossa história é uma história construídas de golpes e mais golpes. Uma realidade ruim que gera instabilidade e sofrimentos para todos. O nosso povo é resistente a este comportamento péssimo dos políticos sempre reagiram e reagirão ao mais recente golpe baixo da história brasileira. Tudo isso somente vem provar que   nem tudo nesta vida pode ser perfeito.

A Nossa República anda no mesmo sentido, por quer a mesma é regida por seres humanos imperfeitos. Permanecemos em contínua construção e muito tem por se fazer, cabe a cada cidadão membro desta República contribuir com sua parte cobrando, participando ativamente da vida do nosso país. Denunciar qualquer tentativa de abuso de poder ou de algum ato de corrupção as autoridades competentes. Jamais deixar que nossos direitos sejam violados e exigir mais segurança, e educação de qualidade e todos os demais direitos sociais. Neste aniversário republicano feriado nacional, todos possam comemorar com alegria e muita paz, cuidado no trânsito e respeite a sua vida e a vida do seu semelhante. Parabéns para nossa República e um feliz feriado para todos os brasileiros, que estão aqui e aqueles que moram em outros países.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Você já rotulou alguém de burro?

É uma atitude preconceituosa para ferir o sentimento de outrem e ruim para o convívio social.Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas tem uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Indiferença é este sentimento negativo presente nas relações humanas.

Este sentimento ruim, a indiferença está presente na vida e setores sociais. A indiferença é um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando é despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimento negativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos. Podem-se perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. 
No plano social, há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes, em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos homens reagirem indiferentemente frente aos problemas de outrem. No âmbito governamental, o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente ent…