O menino bipolar do oceano pacifico acordou surtado.

EL NIÑO HABITANTE DAS ÁGUAS GÉLIDAS DO OCEANO PACÍFICO. QUANDO AQUECIDO,É DESPERTADO ZANGADO, FICA SURTA CAUSANDO GRANDES VANDALISMOS NO CONTINENTE SUL AMERICANO.


Enchente no RS julho de 2015,foto da metssul meteorologia 

Os meteorologistas definiram como El niño (em português o menino, criatura das águas oceânicas) fenómeno responsável direto para o aquecimento destas águas gélidas do Oceano Pacifico, este ano em até 3,3° graus em 2015. Como o guri está em fase da pré-adolescência. Mais uma pitada de depressão, gosta repousar no gelo. Então se irritou com o calor e foi acordado mal-humorado. Em julho o menino despertou e surtou muito cedo por causa das altas temperaturas do mar. Ele está muito zangado!  Já provocou uma verdadeira confusão climática no Brasil. Chuvas severas na Região Sul gerando terríveis enchentes expulsando milhares de famílias das suas casas. Gerou grande seca nas outras regiões, castigando sem dó e sem piedade os habitantes do Nordeste. O desequilíbrio no clima é visível em todo o continente da América do Sul. Até em alguns pontos da Amazônia o rebelde ajuda a provocar incêndios por quer tem a petulância de proibir as suas amigas nuvens de derramar algumas gotas de chuvas nas florestas durante muitos meses e sem chover aquece tudo e começam os incêndios florestais.

O menino das águas oceânicas vem mostrando que tem personalidade bipolar. Percebe-se este transtorno, através das diversas oscilações dos humores climáticos, causando fortes prejuízos a toda a população. Analisando bem, o individuo é desequilibrado, apresenta características hipomaníacas graves. Este pivete usa táticas de combates sempre em duas maneiras distintas.  A mais violenta é no formato de tempestades severas.  Outra forma de atuação é alegre, brincalhão, mas se utiliza da ingenuidade do sol que é abrasador, para fazer secar todas as plantas, acender enormes prejuízos para agricultura e a agropecuária.      

As duas formas de agir são agressivas, alvoraçadas, e destruidoras.  Como é um moleque que vem do fundo das águas geladas; é sem noção, das consequências dos seus atos. Ele sempre atua acompanhado, de duas gangues perigosas. Tem uma gangue formada com nuvens mal-encaradas, de peso pesado daquelas que coloca medo em qualquer mortal. 

nuvens carrancudas e muitos raios riscado o céu de ponta  aponta. Foto da Metsul Meteorologia 

Ele viaja a milhares de quilômetros acompanhados de suas mancebas nuvens de todos os tamanhos e variedades são densamente carregas de águas fazendo suas extravagâncias e rebeldia. Ele surta ao chegar ao sul do continente da América do Sul, provocando grandes estragos e destruições as populações destas localidades.         Em cada evento meteorológico, por onde ele passa deixa seus rastros de guerra. Todavia revela sua personalidade, desequilibrada, rebelde, patológica e sem limites.
Seu meio de transporte é um vento forte, super violento, apavorante, detonador de tudo que vem a sua frente. Provocador, atrevido com as pessoas. Um verdadeiro fora da lei, ou melhor, ele é a lei. Por isso, que aniquila em pouco tempo as coisas que os humanos constroem. Nenhum delegado se atreve a intima-lo para prestar depoimentos e abrir um processo judicial e mandá-lo aos tribunais. Ele é capaz de dar ordens aos ventos e mandar transformar em pó as delegacias, os tribunais das cidades por onde passar e ninguém tem como detê-lo.

O menino que surta do é nosso vizinho do Oceano Pacifico. Ele em sua arrogância avisa que está chegando riscando os céus com clarões dos relâmpagos, como se fosse coquetéis molotofes. Para ficar bem evidente sua presença de suas gangues meteorológica. Manda estourar trovões com barulhos estarrecedores até fazer a população tremer de medo.

Sol nascendo alegre e sorridente,mas destrói tudo
 A outra gangue é constituída pela luz do sol que aparece de maneira sorridente, feliz, mas, sobretudo faz desordem de maneira serena com um poder destrutivo incalculável.   O menino do pacifico sempre promove suas ações envolvendo outros elementos naturais climáticos. Nunca age sozinho é uma das características deste depressivo bipolar que habita no fundo do Oceano Pacifico.
Portanto, este pivete climático, mora no oceano, de tempos em tempos surta radicalmente. Imediatamente decidem viajar furiosamente com destino ao continente para fazer suas proezas maldosas, causando, dores, sofrimentos edestruições aos humanos. Este ano num momento crise depressiva ativada através do calor das águas se sentiu desconfortável. Imediatamente decidiram formar estes dois bandos revoltados para fazer suas desordens pelo continente.  Mostrar sua rebeldia, e fazer muitos vandalismos climáticos. Sua estadia nesta área do Planeta Terra, segundo seus psiquiatras meteorológicos vai ser longa.   Depois de todos os estragos volta para o aconchego gélido do Oceano Pacifico. Vai dormir durante um bom tempo indeterminado. Quando voltar vai está casando, esgotado. Certamente irá adormecer rapidamente durante alguns anos até despertar para surtar novamente. E provocar outras destruições pelo continente sul-americano afora. Deixando muitos habitantes humanos em pavor.