Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

O Muro da Mauá: Sentinela de Porto Alegre entre Memória e Futuro

  A majestade do Muro da Mauá protege Porto Alegre desde 1974. A Rodoviária de Porto Alegre, alagada pelo enchente do Guaíba, em 2024. O Muro da Mauá , majestosamente erguido entre o Cais Mauá e a Avenida Mauá, no coração de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, ostenta algo muito além de sua imponente estrutura de concreto. Sua história, entrelaçada com as águas revoltas do Rio Guaíba , iniciou-se na década de 1970 como resposta à devastadora enchente de 1941 . Hoje, este gigante de concreto se ergue como guardião da cidade, enfrentando os desafios climáticos e preservando a memória coletiva. Mais que proteção contra enchentes: um marco histórico e social Embora sua função primordial seja proteger a região central da cidade de inundações causadas pelo Guaíba, o Muro da Mauá assume um papel muito mais amplo: Desenvolvimento urbano: O sistema de diques e comportas associado ao muro possibilitou o desenvolvimento seguro de áreas adjacentes ao rio, impulsionando o crescimento da cidade. Valor

O Muro da Mauá: Sentinela de Porto Alegre entre Memória e Futuro

 

A majestade do Muro da Mauá protege Porto Alegre desde 1974.


A foto mostra a enchente do Guaíba que ultrapassou o Muro da Mauá e alagou a  Rodovia de Porto Alegre.
A Rodoviária de Porto Alegre, alagada pelo enchente do Guaíba, em 2024.


O Muro da Mauá, majestosamente erguido entre o Cais Mauá e a Avenida Mauá, no coração de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, ostenta algo muito além de sua imponente estrutura de concreto. Sua história, entrelaçada com as águas revoltas do Rio Guaíba, iniciou-se na década de 1970 como resposta à devastadora enchente de 1941. Hoje, este gigante de concreto se ergue como guardião da cidade, enfrentando os desafios climáticos e preservando a memória coletiva.

Mais que proteção contra enchentes: um marco histórico e social

Embora sua função primordial seja proteger a região central da cidade de inundações causadas pelo Guaíba, o Muro da Mauá assume um papel muito mais amplo:

  • Desenvolvimento urbano: O sistema de diques e comportas associado ao muro possibilitou o desenvolvimento seguro de áreas adjacentes ao rio, impulsionando o crescimento da cidade.

  • Valorização imobiliária: A segurança proporcionada pelo muro tornou a região mais atrativa para investimentos, promovendo a valorização de propriedades próximas ao Guaíba.

  • Cais Mauá revitalizado: O antigo cais abandonado se transformou em um vibrante polo de lazer, com restaurantes, lojas e eventos culturais, impulsionado pela proteção do muro.

Um símbolo de resiliência, memória e arte urbana

O Muro da Mauá transcende sua função prática, tornando-se um símbolo:

  • Resiliência: Representa a capacidade de Porto Alegre se reerguer após as enchentes, demonstrando força e união diante das adversidades.

  • Memória: Os murais que adornam o muro narram histórias de lutas e superação, preservando a memória coletiva da cidade e seus habitantes.

  • Arte urbana: O muro se tornou uma galeria de arte ao ar livre, com obras de artistas locais que celebram a cultura e a identidade de Porto Alegre.

Os murais: um caleidoscópio da alma da cidade

Ao longo de seus 2.647  metros de extensão e 3 metros de altura, mais as suas 14 comportas.   O Muro da Avenida Mauá se transforma em uma tela vivaz, onde a arte urbana pulsa em cores vibrantes e mensagens inspiradoras.

Os murais, criados por artistas locais e renomados, retratam a rica diversidade cultural da cidade, seus personagens marcantes, suas lutas e conquistas.

  • Homenagem aos pescadores: um mural presta homenagem aos pescadores que, por gerações, viveram às margens do Guaíba, retratando suas vidas árduas e a importância da pesca para a economia local.

  • Celebração da cultura afro-brasileira: outro mural celebra a cultura afro-brasileira, com cores vibrantes e figuras que representam a força, a resistência e a alegria do povo negro.

  • Homenagem aos músicos: um mural homenageia os músicos que embalaram a noite porto-alegrense, com retratos de grandes nomes como Lupicínio Rodrigues e Elis Regina.

  • Reflexão sobre as mudanças climáticas: um mural convida à reflexão sobre os desafios das mudanças climáticas, com imagens que retratam o impacto da elevação do nível do mar e a necessidade de ações para proteger o planeta.

Portanto, um futuro promissor em equilíbrio com o passado

O Muro da Mauá se ergue como um sentinela de Porto Alegre, protegendo a cidade das intempéries enquanto preserva sua rica história, identidade e arte urbana. Sua relevância ultrapassa a função prática, tornando-se um símbolo de resiliência, memória, cultura e criatividade.

Seguindo em frente:

Debate aberto: É fundamental manter um diálogo aberto e transparente sobre o futuro do Muro da Mauá, ponderando diferentes perspectivas e buscando soluções criativas que equilibrem preservação e modernidade.

Manutenção e revitalização: Investir na manutenção e revitalização do muro é crucial para garantir sua segurança e funcionalidade, além de preservar seu valor histórico, cultural e artístico.

Visão de futuro: É necessário buscar soluções inovadoras e sustentáveis para a gestão dos recursos hídricos e a proteção da cidade contra os efeitos das mudanças climáticas, garantindo a segurança e o bem-estar da população para as próximas gerações.

O Muro da Mauá é mais do que uma estrutura de concreto; é um símbolo da força, da identidade, da cultura e da arte de Porto Alegre. Sua preservação e valorização, aliadas à busca por um futuro sustentável, garantirão que este gigante de concreto continue a proteger e inspirar para juntos construir uma Porto Alegre mais preparada, segura e mais humana.

Lembretes para que sabermos sobre o Muro da Mauá:

1. A Importância Histórica:

  • O Muro da Mauá, erguido em 1974, é um marco histórico de Porto Alegre, testemunhando a evolução da cidade por mais de um século.

  • Sua construção representou um importante avanço tecnológico para a época, impulsionando o desenvolvimento industrial e comercial da região.

  • O muro também possui relevância cultural, servindo como palco para diversas manifestações artísticas e eventos sociais ao longo dos anos.

2. Memória e Identidade:

  • O Muro da Mauá é um símbolo da memória coletiva de Porto Alegre, conectando gerações passadas, presentes e futuras.

  • Sua presença física e simbólica contribui para a identidade cultural da cidade, reforçando o sentimento de pertencimento e orgulho dos porto-alegrenses.

  • O muro também serve como um importante arquivo histórico, contando histórias e preservando a memória dos acontecimentos que moldaram a cidade.

3. Futuro e Desafios:

  • O Muro da Mauá continua a ter um papel importante no futuro de Porto Alegre, servindo como um elemento catalisador para o desenvolvimento urbano sustentável.

  • Sua revitalização e valorização podem contribuir para a criação de espaços públicos mais vibrantes e acolhedores, impulsionando o turismo e a economia local.

  • É importante refletir sobre os desafios da preservação do Muro da Mauá, garantindo sua integridade física e cultural para as próximas gerações.

4. Patrimônio Cultural:

  • O Muro da Mauá é um patrimônio cultural de grande valor para Porto Alegre, reconhecido por sua importância histórica, social e artística.

  • É fundamental proteger e preservar este monumento, garantindo que ele continue a ser apreciado e valorizado pelas futuras gerações.

  • A valorização do Muro da Mauá também contribui para a preservação da memória e da identidade cultural da cidade.

5. Ação e Conscientização:

  • Cada cidadão pode contribuir para a preservação do Muro da Mauá, tomando consciência de sua importância e engajando-se em ações de valorização.

  • É possível participar de iniciativas de limpeza, revitalização e proteção do muro, além de divulgar sua história e significado para outras pessoas.

  • Ao agirmos juntos, podemos garantir que o Muro da Mauá continue a ser um símbolo vibrante da história e da cultura de Porto Alegre.

Lembre-se:

  • O Muro da Mauá é um patrimônio que pertence a todos nós.

  • Cabe a cada um de nós cuidar, proteger e valorizar este monumento histórico e cultural.

  • Através da ação individual e coletiva, podemos garantir que o Muro da Mauá continue a ser um símbolo de orgulho para Porto Alegre por muitas gerações.

___________________

Nota de rodapé e referências.

Fundação de Arte e Cultura de Porto Alegre.

Museu de Arte do Rio Grande do Sul. (MARGS)

Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (UFRGS)

Comentários

  1. A valorização do Muro da Mauá também contribui para a preservação da memória e da identidade cultural da cidade.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu comentário é muito importante para nosso trabalho.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.