Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

O dia de receber o salário, para muitas pessoas é sofrimento.

No Brasil o dia de receber o salário, é de sofrimento e não de satisfação. A foto mostra dois reais do Brasil, que simboliza a pobreza e a miséria do povo. Pela falta de organização do orçamento, o dia do pagamento mensal pode se transformar em pesadelo, sofrimento em vez de alegria. O trabalhador após um mês de trabalho árduo, suado e exaustivo finalmente chegou o grande e merecido dia de receber o justo salário pelos trinta dias de labuta intensa. Para uma grande parcela dos trabalhadores este dia é mais penoso do que o mês todo de trabalho fadigoso. Contudo, para outros é fato é um dia de alegria, satisfação e compensação pelas suas forças de trabalho vendidas ao empregador em troca de uma remuneração que vai garantir sua manutenção e qualidade de vida. Os trabalhadores inativos a situação é mais complexa também depende da elaboração correta dos gastos e ganhos. Neste artigo se fixará nesta situação dos trabalhadores da ativa. Os empréstimos consignados causam muitas dores de cabeça

O povo foram as ruas defender a democracia.

A população mostrou sua cara nas ruas para defender a democracia.

A foto mostra multidões na av. Paulista em São Paulo,SP, na defesa da democracia do Brasil.
A  multidões na Av. Paulista, SP na defesa da democracia. 


Os cidadãos brasileiros foram às ruas para defender a democracia, a Petrobras e exigir a reforma política. Multidões mostraram seus rostos nas ruas de todas as cidades brasileiras, do Oiapoque ao Chuí; para o Brasil e o mundo. Nesta manifestação de hoje (13/03/2014) a ênfase foi em defesa da democracia.

Nunca esquecer que ela custou um preço incomensurável, através das vidas sacrificadas, do sangue derramado, das torturas, das mortes e todos que lutaram contra a ditadura; que se instalou no país de 1964 a 1985.

Foram vinte e um anos de muitos sequestros, torturas e mortes. Ainda hoje tem muita gente desaparecida e ninguém sabe seus paradeiros. É contra tudo isso que multidões foram às ruas protestar e defender a democracia do Brasil. Um dos bens valiosos da nossa pátria é poder viver em um regime democrático.

Nesse regime de governo prevalece, sobretudo, a liberdade o respeito aos direitos fundamentais dos cidadãos e cidadãs. As manifestações de hoje foram feitas a luz do dia, o povo mostrou sua cara sem medo, levaram as suas bandeiras, seus cartazes, baníeis, faixas, e carro de som, para repudiar, em alto e bom som quaisquer tentativas de desrespeitos a democracia do país.   Todos fizeram suas manifestações de forma ordeira respeitaram aqueles que pensam ao contrário. Entretanto, repudiaram quaisquer tentativas de golpe.

Os protestos como sempre dos defensores da democracia foram as claras.

Ninguém protestou no escuro batendo panelas e desrespeitando as mulheres na figura da Presidenta da República. Como um grupo de gente miúda e imunda, sem noção da realidade, mas fizeram, pensando eles, que iriam intimidar o povo que a elegeu em maioria absoluta dos votos a atual Presidente do Brasil.

Essa é uma gente imunda, covarde, que tem atitudes fascistas, se esconderam atrás de uma panela no escuro ou em meia luz, nos bairros nobres das principais capitais para enjambrar um ridículo protesto de madames e burguesas de barriga cheias. Com vergonha de mostrarem quem são para a sociedade brasileira e o mundo.   

Caro leitor preste bem atenção o que a mídia golpista divulgou sobre as manifestações e que os internautas divulgaram. Fica explicitamente a tentativa das más intenções desse ala perigosa da sociedade.  

É público e notório que a mídia golpista, sempre descaracteriza, as grandes mobilizações populares de todos os cantos deste país.

As redes sociais têm outra versão do que ocorreu hoje (13/14) em todo o Brasil. Os internautas inundaram as redes sociais de imagens reais, vídeos, textos opinativos etc. Estas mostram de fato multidões aguerridas de bandeira em punho para defender a democracia brasileira. 

A mídia golpista tem seu objetivo espúrio derrubar a presidenta Dilma Rousseff.

Portanto, não se iluda com o show pirotécnico dos golpistas e embalado sob a batuta maldita  dessas Midas golpistas, que formam  o PIG, este setor da mídia reacionária,   tem como claro objetivo, incentivar o golpe militar no país   e depor a Presidenta Dilma Rousseff,  eleita pela a maioria dos brasileiros. Tudo menos isso, quem nunca viveu sobre o rigor de uma ditadura não sabe o que é isso. Se alguém for à onda da grande mídia pode se arrepender amargamente no futuro. Então vamos defender a nossa democracia e cobrar correção no que há de errado.

Afinal não existe regime político perfeito, pois são geridos por seres humanos imperfeitos e suas imperfeições necessitam ser corrigidas para não atrapalhar o bom andamento do país, porém, nunca com golpes. O golpe é o sinônimo de atraso, é a violência, é a fome e miséria dos cidadãos de quaisquer nações.

Afirmo que não estou nem um pouco satisfeito com os aumentos dos combustíveis, energia elétrica, salário-mínimo de fome e dólar alto. Todavia repudio com todas as minhas forças, como qualquer cidadão, quaisquer atos de corrupções, mas, no entanto, defendo e clamo a todos a defenderem a democracia do Brasil.

Os corruptos e corruptores devem ser punidos ao rigor da lei. Tudo isso são as mazelas da democracia que devem ser corrigidas e já mais ser insano em exigir o fim da democracia e colocar de volta a ditadura.

Estes muitos golpistas que até o momento não aceitaram a derrota das urnas, das eleições limpas de 2014, agora usam de insanidades e articulam o golpe instigado pela mídia louca e golpista do país.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade. Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina , artefato antiquíssimo composta sobre duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Um desenho simplório num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal. Este utensílio domestica há muitos anos foram usados no país inteiro até chegar às primeiras transmissões de energia elétrica nas capitais e aos poucos foram se disseminado para o restante do país.