Pular para o conteúdo principal

A maior paralisação do Brasil.


A MAIOR PARALISAÇÃO DO BRASIL ORGANIZADO PELAS CENTRAIS SINDICAIS.

O Brasil nesta quinta feira fez uma das maiores paralisações desde quando começaram as manifestações que aparecem os clamores nação nas ruas. O movimento organizado pelas centrais sindicais que representam a maioria dos trabalhadores brasileiros fez o povo brasileiro parar. Os organizadores “do dia nacional de lutas” com uma pauta de lutas bem definida contribuiu definitivamente para a população parar de uma forma ou de outra. Desta vez sem muita violência e atos de vandalismos como das outras vezes, com raras exceções. Jamais deixaremos de exaltar a iniciativa das primeiras manifestações populares, espontâneas e sem bandeiras que contagiaram o Brasil e certamente devem continuar nos próximos dias ou meses.
manifestação RJ - candelária
O Brasil nesta quinta-feira,12 de junho de 2013, fez uma das maiores paralisações desde quando começaram as manifestações que aparecem os clamores nação nas ruas. O movimento organizado pelas centrais sindicais que representam a maioria dos trabalhadores brasileiros fez o povo brasileiro parar. Os organizadores “do dia nacional de lutas” com uma pauta de lutas bem definida contribuíram definitivamente para a população parar de uma forma ou de outra. Desta vez sem muita violência e atos de vandalismos como das outras vezes, com raras exceções. Jamais deixaremos de exaltar a iniciativa das primeiras manifestações populares, espontâneas e sem bandeiras que contagiaram o Brasil e certamente devem continuar nos próximos dias ou meses.

O que se viu nas grandes cidades e capitais do país na primeira parte do dia: um país parado sem movimentação, parecendo um dia típico de feriadão. As ruas e avenidas das capitais totalmente sem a presença da população e do vai e vem dos transportes de passageiros e carros particulares. Os bancos, lojas, escolas, faculdades, universidades, rodoviárias e comercio em geral fechados.  Muitas rodovias de grandes movimentações do país paradas devido os bloqueios feito pelos manifestantes. Alguns prédios públicos como câmara de vereadores por todo o país estavam fechadas e outras invadidas. Na parte da tarde, havia muitas cidades e várias capitais do Brasil, que foram tomadas por multidões de manifestantes defendendo suas bandeiras de lutas.

Todos os sindicalistas unificaram as mesmas reivindicações: o fim do fator previdenciário; exigiram 10% do PIB nacional bruto para a educação, saúde, transporte, reforma agrária e tantas outras apelos de melhorias nas áreas sociais. Todavia, se algumas destas reivindicações forem atendidas certamente haverá mais qualidade para o povo nestes setores sociais. Questões estruturais como reforma política, plebiscito, etc, também entraram na pauta das manifestações dos sindicalistas e do povo.



Todos os organizadores pensaram numa estratégia fundamental: parar o transporte coletivo e bloquear as principais rodovias estaduais e federais de todo o Brasil. A sociedade em geral não contou com alternativa a não seguir o ritmo das paralisações. A mobilidade social em qualquer país do mundo é um ponto nevrálgico que direta e indiretamente obriga a população parar. Sem ônibus, trens, rodovias bloqueadas, que fazem a locomoção dos trabalhadores e da polução todos que dependem destes meios de transportes são obrigadas a parar.



Mesmo algumas pessoas não aceitando esta paralisação foram obrigadas a parar e ficaram em casa por não poder chegar aos locais de trabalho. E desta forma mesmo as manifestações de ruas não tendo grandes multidões como nas anteriores, o número de pessoas que paralisaram em todo o Brasil foi superior às demais paralisações e sem muita violência. Não se tem números exatos de quantas pessoas de fato pararam, mas sem sombra de dúvidas foram estrondosas em relação às anteriores. Nunca se pode descartar o mérito de todas, pois elas foram o inicio motivacional para despertar a consciência inerte da população para um governo "Pinóquio" que não respeita uma nação carente de tudo.     O importante é que o gingante chamado nação brasileira não adormeceu está vivo e tem uma força que abala qualquer estrutura governamental. Este ato de ontem serviu para mostrar para o governo brasileiro que o povo não está satisfeito diante desta realidade social e o governo deve urgentemente pensar em sérias mudanças para um país melhor.



Vamos conferir algumas imagens da paralisação de ontem, quinta feira, 11/07/2013.



dia nacional de lutas em porto alegre-rs
dia nacional de lutas em Porto Alegre-rs


Cento de poto alegre ruas vazias
centro de Porto Alegre rua fazia e lojas fechadas


rio de janeiro Av.Rio Branco-candelária
Rua 14 de julho. Campo Grande MS - Marcos Arruda- fotografo


Av.Paulista vazia ontem- 11/07/2013
Av. Paulista SP. vazia ontem

Protesto na Av.Paulista - SP.
Protesto na Av.Paulista - 11/07/2013

Estação Roviária de Porto Alegre fechada
Estação Rodoviária de Porto Alegre-RS - fechada


manifestação em belo horiznte mg- 11/07/2013
Belo Horizonte MG- ontem- 1107/2013
frota de onibus parados em Porto Alegre
ônibus parados em Porto Alegre-rs

manifestação em Brasilia


Brasília






frota de ônibus parados em todo o país

BR 116 bloqueada em Novo Hamburgo - rs
Br -116 - bloqueada  no RS

Comentários