Pular para o conteúdo principal

Ética a provedora da paz social


  AUSÊNCIA DOS VALORES ÉTICOS E MORAIS NASCEM A VIOLÊNCIA


 A permanência da paz entre os humanos na sociedade é acondicionada por princípios éticos que exigem deliberações fundamentadas na transparência para coexistência regrada de civilidade. O componente norteador para promover a paz social é embasado na ética e seus princípios morais. A ética tem como objetivo primordial, analisar filosoficamente os fundamentos dos valores morais, que fazem esquematizar as convenções morais para o bom comportamento dos humanos entre si no meio social.
ética e paz
Ética promovedora da paz: A permanência da paz entre os humanos na sociedade é acondicionada por princípios éticos que exigem deliberações fundamentadas na transparência para coexistência regrada de civilidade. O componente norteador para promover a paz social é embasado na ética e seus princípios morais. A ética tem como objetivo primordial, analisar filosoficamente os fundamentos dos valores morais, que fazem esquematizar as convenções morais para o bom comportamento dos humanos entre si no meio social.

A nossa convivência em sociedade é regulada pela ética: O mundo seria uma legitima barbárie se não existisse a ética. Este mecanismo subjetivo está presente na consciência de todos os seres humanos, partícipes de uma sociedade convencionada por leis que norteiam à boa convivência em sociedade. A ética funciona como um “GPS” moral para o mundo moderno e suas circunstancias peculiares. A mesma determina com discernimento o que é apropriado e inconveniente na convivência social e pessoal. A ética age como um instrumento coletivo e subjetivo; controlador e disciplinador para ajuizar as ações e o caráter dos membros de uma sociedade organizada dentro dos seus poderes constituídos em comum acordo entre os coparticipantes da sociedade.

Quem desobedece às normas sociais promove violência: Mesmo assim, ainda com todas as regras definidas abalizadoras dos valores morais, a humanidade presencia cenas hediondas. Promovidas por elementos da sociedade, que procuram não aceitar e ignoram em plena sanidade a esmagadora vontade do grupo social. Transgridam as leis, os acordos formalizados celebrados socialmente, geradores de códigos éticos que protegem a vida e seus valores básicos essenciais. Diante de um mundo que agrega indivíduos ou grupos abstrusos, enigmáticos, que não permitem a materialização das decisões coletivas. Estes instituem a maneiras torpes suas regras, paralelas, egoístas, inaceitáveis por toda coletividade social. Porquanto, Nascem os conflitos sociais fugindo ao controle dos poderes legalmente constituídos. Tudo gerado a partir da desobediência, do que foi acordado dentro dos princípios éticos e morais que geram as leis reguladoras da sociedade. Todos deixam de usufruir de uma vida repleta de salutares valores sociais. Portanto, quando se desrespeita os critérios éticos que ordenam a convivência harmoniosa entre, o ente de uma sociedade nasce à guerra e expira a paz. Os princípios éticos de moralidade desaparecendo, cada um procura impor sua lei insana; aterrorizando a todos de uma maneira direta e indireta sem exceções. A sociedade no como um todo, paga um preço muito alto, quando os valores éticos e morais entram na decadência, na bancarrota.
No Brasil as grandes capitais e regiões metropolitanas, grande parcela da população já estão sofrendo os efeitos destes grupos ou pessoas facciosas, que promovem a violência de formas cruéis utilizando de expedientes abomináveis por toda a sociedade brasileira. Casos preocupantes e noticiados pela imprensa; são da cidade de São Paulo nestas últimas semanas. Mesmo com diversas repressões, grupos violentos continuam a provocar chacinas por todos os bairros da capital e região metropolitana.
gráfico da violência no Brasil


A violência nas grandes cidades e capitais brasileiras:
No Brasil as grandes capitais e regiões metropolitanas, grande parcela da população já estão sofrendo os efeitos destes grupos ou pessoas facciosas, que promovem a violência de formas cruéis utilizando de expedientes abomináveis por toda a sociedade brasileira. Casos preocupantes e noticiados pela imprensa; são da cidade de São Paulo nestas últimas semanas. Mesmo com diversas repressões, grupos violentos continuam a provocar chacinas por todos os bairros da capital e região metropolitana. Geralmente incide ações de violência, do mais forte sobre os mais fracos. Isto acontece quando o poder aético assume o controle da sociedade ou parte dela.
Segurança um direito do cidadão e um dever do Estado: Quando o Estado de direito é violado, também os princípios éticos e morais são achincalhados. Imperativo que o estado através dos seus poderes de direitos constituídos; mantenha a ordem e a paz social. Defender a vida como direito inviolável a todos os cidadãos; participante de uma sociedade de direitos institucional. Cabe ao Estado assumir a função de construir a paz social plena. Por que a paz e a defesa da vida é um direito de todos e um dever do Estado; como instituição de direito, provedor das garantias de todos os cidadãos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença é este sentimento negativo presente nas relações humanas.

Este sentimento ruim, a indiferença está presente na vida e setores sociais. A indiferença é um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando é despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimento negativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos. Podem-se perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. 
No plano social, há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes, em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos homens reagirem indiferentemente frente aos problemas de outrem. No âmbito governamental, o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente ent…

Quando a ganância vem ofuscar a razão.

Quando a razão é ofuscada pela ganância do ter, o homem caminha para autodestruição do ser.A ganância um dos sentimentos inatos dos homens carregados de muitas perversidades próprias de sua natureza pecaminosa e insaciável para querer tudo que os sentidos percebem. Averiguada, desde o início da humanidade até os dias de hoje, tem causado muitas dores e sofrimentos ao ganancioso e a sociedade. Na atualidade surge com mais intensidade e métodos extremamente nefandos para conseguir os desejos materiais impossíveis, muito dinheiro e poder sem limites. O brilho das moedas recebidas de maneira fraudulenta vem ofuscar a razão deixando a entorpecida para qualquer tentativa de chamar a reflexão, a sanidade humana, fundamentada nos valores éticos e morais.