Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

Iluminando Mentes é uma jornada da Alegoria da Caverna à Educação Moderna.

  Da Caverna à Luz: transformando a Educação de forma, compaixão e criatividade. A cena criada por IA da alegoria da Caverna de Plantão. A Alegoria da Caverna de Platão, narrada em A República*, é uma metáfora filosófica atemporal que explora o caráter da realidade, do conhecimento e da educação. Nesta história, os prisioneiros acorrentados desde o nascimento só têm acesso às sombras projetadas na parede de uma caverna, acreditando serem a realidade. Ao se libertar, um prisioneiro experimenta a luz do sol e a diversidade da realidade, retornando à caverna para compartilhar suas descobertas com os outros. A educação moderna, sob diversos aspectos, se assemelha à caverna platônica. Muitas vezes, os estudantes estão confinados em um espaço limitado, recebendo informações sem contexto ou aplicação prática, como se estivessem presos a uma parede. A abordagem superficial limita o desenvolvimento do pensamento crítico e da compreensão mais aprofundada do mundo, perpetuando a ignorância e a al

Atos antidemocráticos de 8 de janeiro não podem ser esquecidos

 

Um ano da tentativa de golpe de estado


A foto mostra os golpistas que invadiram, depredaram dos Três Poderes em Brasília, em 08/01/2023.
 Os golpistas invadiram, depredaram dos Três Poderes em Brasília, em 08/01/2023.


Há exatamente um ano, o Brasil esteve à beira do colapso por conta de uma tentativa de golpe de estado coordenada por indivíduos e grupos que não aceitaram a derrota do ex-presidente (atualmente inelegível por oito anos a princípio) nas eleições de 2022.


A preparação do golpe militar do dia 8 de janeiro foi, sem dúvida, planejada, pensada e financiada por esses grupos. Alguém fretou os ônibus, outros mantiveram toda a infraestrutura necessária para mantê-los funcionando com todo o requinte, incluindo churrasco de cortes nobres, barracas de materiais nobres, iluminação e fornecimento de água mineral, cervejas e banheiros químicos, tudo sob a vigilância do exército do Brasil.


A PGR denunciou o primeiro financiador dos golpes, que já foi identificado e indiciado pela Polícia Federal. Ele é um fazendeiro da cidade de Londrina, Paraná. Contudo, este foi apenas o primeiro passo, mas muitos outros surgirão na sequência das investigações.


A fúria do ódio destruiu a Praça dos Três Poderes


No dia 8 de janeiro, milhares de pessoas, inicialmente inofensivas, chegaram às sedes dos Três Poderes dispostas a destruir tudo, como diversos objetos de arte, quadros valiosos, tapetes, fotografias, relógios raros e todo o patrimônio público federal nas três casas dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. Algo tão violento que nunca foi visto no Brasil. Todos os objetos que os golpistas destruíram simbolizavam quem estava no poder, como se tivessem destruído um bem material.


A democracia, contudo, é muito mais do que isso. Ela é composta por valores inestimáveis e inabaláveis, de seres humanos de boa conduta, que defendem a nação sob os princípios democráticos. O objetivo dos golpistas era desprezível porque eles queriam derrubar o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, eleito conforme as regras da democracia. Além disso, queriam manter o derrotado no poder, o que resultou numa situação de conflito permanente.


Os financiadores precisam ser punidos


Aquele ato antidemocrático não ocorreu por acaso, mas sim por meio de uma ação planejada, pensada e financiada por indivíduos ou grupos que não aceitaram a derrota do ex-presidente de 2019 a 2022, o inelegível.


Pode-se ter a certeza de que há grandes patrocinadores dos acampamentos golpistas. Alguém fretou os ônibus, outros mantiveram toda a infraestrutura necessária para mantê-los funcionando com todo o requinte, incluindo churrasco de cortes nobres, barracas de materiais nobres, iluminação e fornecimento de água mineral, cervejas e banheiros químicos, tudo sob a vigilância do exército do Brasil.


A Procuradoria Geral da República sob novo comando fará a tramitação de denúncias ao Supremo Tribunal Federal para julgamento de todos os financiadores dos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023.


O 8 de janeiro nos trouxe lições relevantes


Sendo assim, tudo o que aconteceu de ruim e repudiável naquele dia trágico, 8 janeiro 2023, nos ensina grandes lições relevantes como cidadãos atentos a defender a soberania do Brasil.


Em primeiro lugar, este evento desnecessário que atentou contra a democracia no Brasil, nunca poderá ser esquecido e as gerações futuras devem lembrá-lo para sempre, para que não se repita mais.


Em segundo lugar, todos que, de alguma forma, comemorem, ou cometem este ato, seja de forma explícita ou velada, devem ser punidos conforme a legislação vigente na Constituição Federal, que estabelece que atentar contra a democracia é um crime contra a democracia.


A democracia é um bem precioso que deve ser preservado a qualquer custo. A tentativa de golpe de 8 de janeiro de 2023 foi um atentado contra a democracia e todos os seus valores. É preciso que todos os brasileiros estejam atentos para que isso nunca mais aconteça.

Comentários

  1. "A democracia é um bem precioso que deve ser preservado a qualquer custo. A tentativa de golpe de 8 de janeiro de 2023 foi um atentado contra a democracia e todos os seus valores. É preciso que todos os brasileiros estejam atentos para que isso nunca mais aconteça".

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu comentário é muito importante para nosso trabalho.

Postagens mais visitadas deste blog

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.