Pular para o conteúdo principal

Valorizar os pais são deveres dos filhos.

 

Os pais têm a árdua missão de educar os filhos no caminho seguro.

A imagem  divididas em cenas nas cores verde, preto e azul.  No meio mostra a frase: feliz dia dos pais! Ao lado com bandeirinhas para festas, presentes em outra divisão,  acima aparece alguma tecnologia coisas que todos os país gostam nesta era digital.
Feliz dia dos pais!


O mais importante é valorizar continuamente os pais com ou sem presentes. Este ano o comércio está numa choradeira sem fim é de dar pena, os lojistas já estão calculando que não terão um lucro exorbitante nas vendas em comparação com o ano anterior; para este dia referente aos pais.

Os ecônomos estão a queimar o cérebro e a fazer projeções de consumo tímido. Ainda assim, os filhos pretendem injetar mais de três bilhões em compras pequenas no comércio. O comércio como vive de vendas, demonstra que está em ligeira decadência porque neste período vende menos do que as demais datas festivas do ano.

No Dia dos Pais, o comércio lucra exagerado e inconveniente.

 

No dia em que alguns filhos pretendem dar um mínimo de atenção para seus pais. O comércio tenta roubar a cena para comercializar todos os tipos de bugigangas. É claro todos os pressentimos que todos os pais gostam entre eles: roupas, cintos, gravatas, meias e cuecas. Nos principais momentos de ternura e carinho entre genitores e filhos, sempre o consumismo está presente para lucrar de maneira inconveniente pela ferocidade do lucro.

Isto ocorre devido à mentalidade consumista que está submergida culturalmente entre as pessoas. Para visitar o pai não é necessariamente obrigatório levar um presente, mas, sobretudo, estar junto é importante. Muitos não sabem valorizar seu progenitor prefere nunca o visitar, mas somente visita neste dia constituído pelo setor econômico.

Mesmo com os grandes apelos, o comércio não vai lucrar tanto quanto as outras datas como: natal, páscoa, Dia das Mães e namorados. Nestas passagens comemorativas os negócios ficam a frente para descaracterizar o verdadeiro sentido real de cada data específica.

Hoje o Dia dos Pais é puro comércio e menos festivo.

 

Antigamente o Dia dos Pais era um dia festivo onde os filhos se reuniam para celebrar, agradecer e festejar junto aos progenitores por tudo quanto fizeram por eles.

Hoje este dia se virou num legítimo comércio onde os filhos se preocupam em dar um presente às vezes sem condições financeiras, em vez de promover aquele abraço forte e afetuoso, passar este dia juntos para proporcionar uma gostosa conversa carinhosa com seus pais. Esta relação de afetuosidade não deve ser somente neste dia, mas deveria ser durante os 365 dias do ano.

Os filhos deveriam valorizar e respeitar seus pais enquanto estão vivos, porque depois que morrerem, surge a saudade. Certamente, junto ao remorso de não ter permanecido mais tempo com o pai e ter ouvido e acolhido os sábios conselhos que o sempre passou para as proles; e não os tem mais por perto.

Quantas vezes os filhos deixam de visitar, conversar com o pai, trocam a companhia por outros objetivos mais interessantes e que depois vão analisar e veem que não era tão interessante como imaginavam. Claro que hoje numa sociedade onde tudo parece acontecer precocemente os filhos procuram outros caminhos e esquecem-se de quem os gerou, os criou e os educou, por muitos motivos até certo ponto, justificável.

 

A missão mais difícil da atualidade é ser pai.

 

Portanto, ser pai hoje é uma missão muito difícil para quem quer educar seus filhos de uma forma diferente (respeitosa, honesta, educada, digna e com caráter), sem se destruírem nos atrativos perigosos que o mundo lá fora oferece facilmente.

Reverter esta situação de perigo para a segurança e conforto não é uma tarefa tão simples como muitos imaginam ser. É uma tarefa muito espinhosa e dolorida, mas os pais verdadeiros lutam pelo bem-estar dos filhos em qualquer circunstância inesperada da existência.

O mais cruel é que muitos filhos respondem com indiferença e ingratidão. Hoje existe uma concorrência desleal entre os pais e o poder dos meios de comunicação.

Os progenitores que lutam sem muita pedagogia e conhecimentos atrativos para cativar e verem suas proles felizes e mostrar que os meios de comunicação detonam com os ensinamentos dos pais aos filhos.

Ensinar valores é uma tarefa difícil, mas todos os pais têm o compromisso pesado de educar no lar e fazer com que os filhos percebam os contra valores que a sociedade contemporânea prega e impõe para as gerações de diversas formas estranhas ao de antes.

 

O blog analiseagora deseja um feliz Dia dos Pais.

 

Atualmente temos uma sociedade, consumista, violenta que banaliza a vida, por coisas fúteis. Os filhos que se envolvem com drogas destroem a vida lentamente e causam grandes sofrimentos aos pais e familiares.

A prostituição também é um grande e perigoso problema que os pais morrem de desgosto quando percebe que seus filhos estão envolvidos nestas situações sinistras. Mesmo diante deste quadro difícil de serem pais autênticos que possam refutar os ataques constantes a família e a educação dos filhos.

Este blog “analiseagora” deseja a todos os pais do Brasil e do mundo muita coragem, força e sabedoria para saberem conversar e nortear constantemente os filhos, orientando para que se afastem dos caminhos perigosos. Para que eles percebam o certo do errado e sigam pelo caminho correto dos pais.

Todavia, para que isso aconteça os pais devem ser irrepreensíveis diante dos filhos, seja espelho, para que todos possam seguir seu exemplo.

Feliz Dia dos Pais!👪💓💓👪 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade. Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina , artefato antiquíssimo composta sobre duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Um desenho simplório num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal. Este utensílio domestica há muitos anos foram usados no país inteiro até chegar às primeiras transmissões de energia elétrica nas capitais e aos poucos foram se disseminado para o restante do país.