Pular para o conteúdo principal

As manifestações de 2013 emanou as eleições de 2018.

Às eleições de 2018, foram embrionadas durante as manifestações reacionárias de 2013. 

A imagem da bandeira do Brasil diz:eleições 2018.
Vocês lembram naquele ano das grandes turbulências sociais, nos meses de maio a julho de 2013. Foi ali, o inicio de tudo, naquele período agitado, quando ocorreram aqueles grandes protestos organizados em todo o país. Ingenuamente, muitos imaginavam que eram passeatas reivindicatórias acéfalas, mas não, havia sim, pessoas e   grupos ultradireitistas, disfarçadas detrás das organizações dessas manifestações da direita. Que resultou nas manifestações de 2014/15 e culminou com o golpe de 2016 o mais torpe da história recente do Brasil.
O resultado está aí a explosão do voto do ódio, do medo, do preconceito, da intolerância, da exclusão e do atraso histórico e da consciência política.
A decorrência dessas eleições representa o ícone da péssima educação, que não faz os jovens pensar a realidade em que vivem e nem as questões sociais e políticas. O resultado negativo começa a surgir nos pleitos eleitorais. Onde uma enorme parcela da população brasileira, desprezam o voto ou elegem pessoas sem noção de um cargo parlamentar e suas consequências. Não precisa ser cientista político para detectar esse fenômeno do atraso político nacional. Confira aqui o resultado final desse primeiro turno das eleições gerais de 2018.

Note o retrocesso político no Sul e Sudeste.

Observe o avanço espantoso da extrema direita nos maiores colégios eleitorais do país. Principalmente nas regiões Sul e Sudeste, a impressão que permanece do primeiro turno, é que o país regrediu 500 anos, de história e de consciência política. Parece que as pessoas estão cegas e não conseguem mais vislumbrar o avanço da direita que poderá promover consequências perigosas e imagináveis para a nação. A grande maioria da população fez uma opção para o obscurantismo, isto é, para uma conjuntura completa de ignorância política. É uma situação extremamente preocupante, para o futuro dessa nação repleta de pessoas que lutam para a manutenção da democracia.

A esperança que nesse segundo turno das eleições, aquelas pessoas que votaram coagidas em razão do medo e sob as influências das fake News, possam rever seu voto, e votar com liberdade, sem medo e na esperança, na luz e na certeza de uma nação sem ódio e sem exclusões de raça, cor, crença religiosa e gênero.

A direita reacionária elegeu para serem representantes do povo nas assembleias legislativas estaduais e para Câmara dos deputados, cidadãos, que não tem nada a ver com a política, como ciência. Pessoas que simplesmente querem brincar de fazer política ou debocharem da nação brasileira? Quiçá!  Os eleitores os elegeram certamente, sem noção da responsabilidade de um mandato desses parlamentares, para essas casas legislativas. Imaginem os projetos de lei, que esses parlamentares eleitos farão para a população. Se é que sabem o que é um projeto de lei e se algum desses tem algum que venha ser ótimo para a população.

Nesse segundo turno, são dois concorrentes ao palácio do Planalto.

Eleições gerais 2018.
Dos 13 candidatos à Presidência da República, que havia disputado as eleições no primeiro turno, sobraram os dois mais votados. E no próximo dia 28/10/2018 um será escolhido pela ampla maioria dos votos que representará a vontade do povo para assumir o Palácio do Planalto. É fundamental nesse momento que todos os brasileiros, permanecerem bem atentos nas propostas de governo dos dois aspirantes ao cargo maior; o de chefe da nação.
É bom lembrar que, as eleições deverão ser decididas, entre dois candidatos o de extrema direita, contrário aos princípios democráticos e fascista.  O outro de esquerda que defende a democracia em sua plenitude.

Perceber que de um lado se tem o candidato da direita, que representa ideias perigosas, como o fascismo e o nazismo. Ele representa o atraso, intolerância, obscurantismo, as trevas e o abismo total para o país. Ele é conhecido como fujão dos debates políticos, não tem nada para a apresentação de planos de governo a nação. Geralmente utiliza de agressividades e palavras chulas para se dirigir aos repórteres e colegas parlamentares.

Do outro lado, se apresenta o outro candidato, que defende a democracia, a liberdade de expressão, o respeito, os direitos sociais e projetos que visam retirar o país do abismo. Esse nunca fugiu de um bom debate, tem ideias, tem clareza da realidade política, econômica e social brasileira. Além   da geopolítica para interagir com as demais nações para encontrar soluções para os problemas sociais, econômicos, ambientais e científicos que afligem os povos. Não foge das discussões e em suas participações nos debates, o faz com elegância, domínio de conhecimento dos problemas do Brasil e do mundo.

São dois candidatos e são dois projetos, dois caminhos para o eleitor com clareza e liberdade poder escolher a voltar para o atraso da direita, ou olhar para frente, e caminhar rumo ao futuro promissor, votar na esperança e sem medo de contribuir no fortalecimento da democracia.

O futuro do Brasil está na mão ou no voto de cada eleitor.

A importância de votar! Brasil. 
Portanto, a decisão é tão somente sua, e tudo estará no peso do seu voto.  Uma ação livre e soberana para decidir quais os próximos caminhos para o Brasil, irá trilhar durante os quatro anos de administração, do novo Presidente da República eleito, no dia 28/10 quando se encerrará em definitivo as eleições de 2018.

Lembrar, você é livre e soberano para votar e decidir o seu futuro como cidadão ou cidadã brasileiro. Não se impressione com as pesquisas, que já estão sendo divulgadas, ainda tem muito tempo para você decidir que país quer? A situação é grave, quando se fala em conjuntura e ideologia política. E principalmente, quando se pensa em forças ideológicas, do campo direitistas e do campo socialistas e esquerdas. 

Todavia, não deixe de votar, compareça as urnas e vote conscientemente, sem medo, sem ressentimentos, mas   com total liberdade como garante a constituição federal. Nunca esquecer que o futuro do Brasil, está em suas mãos ou melhor no seu voto e também as consequências futuras. O seu futuro pessoal como cidadão e cidadã, em relação aos seus direitos sociais em relação ao emprego, educação, saúde, segurança habitação e etc, dependerá de sua escolha na hora singular de votar.

Então, essa eleição no segundo turno, é importantíssima para todos os brasileiros.   As consequências e todos os desdobramentos futuros atingirão diretamente a todos os eleitores e em particular a você mesmo.  Você será responsável pelas consequências do seu voto nesse segundo turno. Pense   no candidato que defende a democracia e a liberdade de expressão, a paz e justiça social para todos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Você já rotulou alguém de burro?

É uma atitude preconceituosa para ferir o sentimento de outrem e ruim para o convívio social.Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas tem uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Indiferença é este sentimento negativo presente nas relações humanas.

Este sentimento ruim, a indiferença está presente na vida e setores sociais. A indiferença é um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando é despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimento negativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos. Podem-se perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. 
No plano social, há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes, em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos homens reagirem indiferentemente frente aos problemas de outrem. No âmbito governamental, o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente ent…