Pular para o conteúdo principal

O el ninõ traz granizo e deixa prejuízos para todos.

Granizo são pedras de gelo causadoras de grandes prejuízos para a agricultura e a população. 


A foto traz a quantidade de granizo que caiu no forte temporal na Região do Vale dos sinos. Muitos estragos para as casas da população e a agricultura.
Muito granizo na região do Vale dos Sinos.
Nesta primavera atípica no RS os gaúchos estão convivendo com um show trágico promovido sob o comando do fenômeno El ninõ, este menino revoltado que saiu do fundo dos oceanos. Propositalmente ele veio fazer quebra-quebra no continente sul da América do sul. Em sua mala trouxe algumas armas provocadoras de destruições. Uma poderosa arma que o El ninõ tem usado com extrema violência é o ganizo. O adolescente proveniente das águas gélidas do Oceano Pacifico tem jogado sobre a população e a agricultura sem dó e piedade, muita pedras de gelos que os meteorologistas classificam de alto ou menor poder avassalador de acordo com o tamanho destas pedras de grazino caídas sobre o solo.
    

Nestes últimos dias então ele tem se divertido enquanto que a população tem sofrido com sua selvageria. O menino abusado tem deixado telhados de casas semelhantes à de uma peneira. As pessoas tem se protegido ao máximo de sua tamanha revolta e mesmo assim não escapam  de sua artilharia certeira. Muitos lares após uma tempestade de granizo não dar para aproveitar absolutamente nada. Os proprietários são obrigados a substituírem todo o telhado, pois o antigo não serve mais ficou todo furado.  São milhares de casas que moleque em fase de pré-adolescência atinge em uma única vez. Ele não se contenta simplesmente em destruir as casas. Ele parte para outros setores frágeis como a agricultura. Nestes locais o El ninõ abusa de seu império e devasta tudo o que os agricultores plantam. Causa terríveis prejuízos para todos os agricultores. Consequentemente o preço da alimentação provinda da agricultura como os hortifrutigranjeiros, encarece nos supermercados, mercearias, fruteiras e feiras.   O aborrecido e impetuoso guri que veio dos oceanos arrasou tudo com pedras de gelo por passou fazendo suas estripulias meteorológicas.

Neste ritmo o menino mimado permanece aqui no continente fazendo suas arruças e se divertindo, mas fazendo a população passar por grande estado de medo e estresse. Geralmente as pessoas vivem em constantes dramas quando são alertadas através dos institutos de meteorologia, que vem se aproximando uma ou várias tempestade severas acompanhadas de granizo.

Mas afinal o que é mesmo ganizo?     Segundo as meteorologistas o granizo é um tipo de evento meteorológico severo, uma espécie de chuva em formato de pedras de gelo. Este fenômeno é conhecido popularmente como chuva de granizo ou também saraiva. Geralmente estas pedras de gelo que caem irregularmente sobre a Terra variam de tamanho de acordo com a severidade das tempestades. Normalmente estas pedras medem entre 5 a 200 milímetros de diâmetros. As nuvens do tipo cúmulos-nimbos; são as responsáveis pela formação deste tipo de chuva muito danosa ao homem e suas atividades na agricultura. As pedras de gelos que na verdade é água em estado sólido causam grandes prejuízos por caem em altíssima velocidade com uma força brutal arrasando tudo que estiver ao seu alcance.

Pedras enormes de gelo, granizo destruidor e causador de grandes prejuízos para toda a população e a agricultura.
Pedras grandes de granizo são destruidoras.
Por tanto, o granizo é uma das poderosas armas que guri morador das águas geladas dos oceanos, carrega em sua bagagem para fazer suas traquinagens a onde passar. Este pequeno delinquente da meteorologia deixa um rastro violento de destruição por onde passeia fazendo suas festas inconsequentes típicas dos pré-adolescentes. Ele nem quer saber dos estragos que promove. Faz tudo na velocidade dos ventos, ao som dos trovões e no ritmo e clarão dos raios, sob a força do gelo e das grossas gotas de chuvas para inundar as cidades. Tudo para este pequenino El ninõ é festa e não tem dia e nem hora, todos os dias a qualquer hora é hora de fazer banzé. Doa a quem doer o importante é ele aparecer.  Este menino traquino gosta de uma festa metrológica onde o palco e formado por densas nuvens, nesta balada é completa tem vento impetuoso, raios perigosos, muitas pedras de gelo pipocando por todos os lados e os trovões marcando o compasso da festa e chuva completando o cenário alagando tudo e para completar o baile cai o granizo para dizer hoje a bagunça é por minha conta!     

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.