Pular para o conteúdo principal

A quinta sinfonia de Beethoven.

http://www.analiseagora.com/
A quinta sinfonia de Beethoven uma obra singular 
Beethoven compôs suas obras musicais eruditas na liberdade quebrando velhos paradigmas. O grande gênio da música clássica erudita Ludwig van Beethoven alemão nascido na cidade de Bonn em 1770 e faleceu em 1827 aos 56 em Viena. Um dos grandes compositores do estilo musical erudito, onde no conjunto de sua obra impera a liberdade, ele escrevia suas composições, suas obras quebrando velhos paradigmas da música clássica abrindo novos horizontes para a música erudita.

Na história da música tem algumas pérolas que marcam o bom gosto das pessoas que amam este estilo e gênero musical. E entre tantas podemos destacar a quinta sinfonia de Beethoven como uma destas obras que tem uma partitura nobre. Ela nos mostra uma construção rica, bela, sofisticada, e única na história da música. Até os dias atuais esta composição artística continua sendo muitíssima ouvida por pessoas de todas as idades. Principalmente em muitos momentos de entretenimentos na vida dos apreciadores deste estilo erudito em toda a Terra. Beethoven começou a compor esta grandiosa obra desde o ano de 1804 e finalizando no ano de 1808. Muitos críticos desta as músicas afirmam que este o famoso tema da abertura desta música tem muitas evidências do seu sofrimento com a surdez.

Por ter vivido num período de transição de pensar o mundo de maneira diferente a conhecida fase do classicismo, para uma nova fase brilhante de refletir e ver o mundo de uma maneira alegre, bela e romântica, é tão famosa fase do romantismo. Um período de grande influência para todos os povos do mundo artístico. Todas as obras de Beethoven tem a marca do romantismo é evidenciada plenamente nas sinfonias e sonatas. E por isso é considerado um romântico da música erudita.    Ele não estava atrelado a compor para a monarquia europeia da época até muitos estudiosos de Beethoven sublinha uma grande decepção entre ele e Napoleão.  Todavia, ele sempre fez suas monumentais composições dentro da total liberdade de expressão sem a preocupação de agradar este ou aquele, mas a si mesmo. Ele revolucionou a maneira de pensar e de outros comporem as obras de músicas eruditas. A partir de Beethoven a música partiu para uma nova fase: a da liberdade e autonomia dos compositores construírem suas obras numa visão de mundo de acordo ao seu pensar, ver e sentir a realidade presente na história.

Um gênio que criou uma obra que transcorreu já em um período da vida bem crítico onde a surdez já havia espaço deixado incapacitado de ouvir, mas não afetou sua genialidade de ter a habilidade de escrever uma obra complexa repleta de riquíssimos detalhes traduzidos em notas musicais deixando esta sinfonia como única na história da música erudita. Esta bela sinfonia tem uma classificação de acordo com sua composição, na sequência do seu trabalho é catalogada como à quinta sinfonia Opus 67. É uma obra composta dentro de uma tonalidade em dó menor e que perpassa toda a obra e seus movimentos clássicos e suas variáveis sempre neste ponto inicial até a sua finalização.

A quinta sinfonia de Beethoven


Por tanto, a música no blog "analiseagora" tem este espaço dedicado à cultura e hoje traz para os leitores e apreciadores da música clássica esta fantástica obra a quinta sinfonia de Beethoven uma música que apresenta uma serenidade para todo o ser em qualquer momento que se pretenda ouvi-la. Seja no trabalho, fazendo uma leitura de um bom livro, ou escrevendo qualquer matéria ou simplesmente para relaxar ficar bem à vontade na poltrona, e bom mesmo é quando podemos ouvir em um grande teatro sendo executada por uma orquestra. Para quem aprecia este estilo musical ouvi em qualquer momento e local; sempre é incansável de ouvir.  E pensar quanta arte tem nesta escrita nesta partitura desta obra erudita. Então convido a todos a ouvir e está magnifica obra de Beethoven no próximo post terá mais música no blog.