Pular para o conteúdo principal

Agora o marco civil da internet é lei brasileira

A INTERNET BRASILEIRA TEM SUA LEI PROMULGADA PELA PRESIDENTA DA REPÚBLICA: EXEMPLO PARA O MUNDO.

a internet brasileira agora é regulada por lei 

O marco civil que regulamenta a internet no Brasil agora é de fato a lei nº. 12.965; promulgada no dia 23/04/2014, pela Presidente da República.  O dia 23 de abril de 2014 entra para a história da internet brasileira, como de extrema importância na criação da chamada constituição da internet, deixando um legado positivo. Como o primeiro marco ou conjunto de regras claras que organiza o bom convívio dos internautas. Certamente será exemplo para outros países seguirem fazendo suas próprias leis regulamentárias do mundo virtual. Este dia da sanção do marco civil que regula a internet no Brasil vai transformar e mudar o comportamento de todos navegarem olhando para seus deveres e diretos.

Foram muitos anos de trabalhos e debates desde o embrionário projeto de lei que chegou a Câmara dos deputados Federais, em 29 de outubro de 2009 até concluir formatação de uma lei federal para todos os usuários da web. Foi um longo trajeto de tempo repleto de: propostas, discussões, e muitos embates nas comunidades. Passando pelo congresso e Senado Federal a até a assinatura definitiva do Chefe de Estado do Brasil; foram muitos anos de espera para todos que exigiam ondem na web. Eu sei que muita gente torcia para que este lei não saísse das gavetas e as coisas continuassem uma baderna, a desordem para muitos é importante por quer atende e protege seus interesses maliciosos. Para estas pessoas maldosas seria melhor que tudo permanecesse como estava. Agora os maus intencionados que se cuidem o nosso país tem normas para disciplinar ao rigor da lei quem gosta de trabalhar para o mal: prejudicando pessoas inocentes e honestas que navegam na web com objetivos claros, bons, como: trabalhar, divertir, fazer amizades saudáveis nas redes sociais, protestar contra as injustiças sociais dentro da responsabilidade, etc.   


No Brasil a internet deixa de ser território sem lei e passa a ganhar uma constituição que vai servir como bússola para orientar e regulamentar a navegação em nosso país. Todos que navegam na internet têm o dever de conhecer mais esta importante lei para todos brasileiros. Imprescindível que todos procurem urgentemente: adquirir, ler e respeitar. Pois, lá contém os direitos e os deveres que o marco civil da internet brasileira determina para todos os internautas. Fundamental e prudente que todos conheçam a lei para não cometer infrações e depois se lamentarem dizendo que não sabiam de nada. Conhecer os nossos direitos para reivindicar até as ultimas instancias.  Confira aqui a íntegra da lei para todos os brasileiros que navegam na internet e saber dos seus direitos e deferes.

o caminho da internet 


Portanto, este é apenas o inicio de uma longa caminhada a ser aperfeiçoada ao logos dos próximos anos, décadas etc de acordo com a necessidade e as exigências da nossa sociedade. Esta lei certamente vai ser adaptada ao longo do tempo e suas transformações serão necessárias para a atualização das mudanças tecnológicas e as exigências naturais da sociedade brasileira. O marco regulador não resolverá todos os problemas da web, mas seguramente o Brasil tem um instrumento legal para dirimir questões provindas da internet. É o primeiro passo que o nosso país constrói para uma convivência harmoniosa entre todos os internautas.     

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença sentimento negativo presente nas relações humanas.

A indiferença está presente na vida humana e   setores da sociedade. A indiferença um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimentonegativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos.
Podemos perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. No plano social há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos humanos reagirem indiferentemente frente os problemas alheios. No âmbito governamental o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente entre nação dominante …

Quando a ganância vem ofuscar a razão.

Quando a razão é ofuscada pela ganância do ter, o homem caminha para autodestruição do ser.A ganância um dos sentimentos inatos dos homens carregados de muitas perversidades próprias de sua natureza pecaminosa e insaciável para querer tudo que os sentidos percebem. Averiguada, desde o início da humanidade até os dias de hoje, tem causado muitas dores e sofrimentos ao ganancioso e a sociedade. Na atualidade surge com mais intensidade e métodos extremamente nefandos para conseguir os desejos materiais impossíveis, muito dinheiro e poder sem limites. O brilho das moedas recebidas de maneira fraudulenta vem ofuscar a razão deixando a entorpecida para qualquer tentativa de chamar a reflexão, a sanidade humana, fundamentada nos valores éticos e morais.