Pular para o conteúdo principal

A conferência do clima revela o medo do homem frente a natureza.

O homem moderno é depredador do Planeta Terra.
 

A foto mostra aspectos da natureza sem poluição nas florestas da Mata Atlântica, RS, Brasil.
A foto mostra aspectos da natureza sem poluição nas florestas da Mata Atlântica, RS, Brasil.


É interessante e patético se observar o comportamento de pânico dos poderosos do mundo. Eles que após as muitas destruições dos ecossistemas e biomas, produzidas pelo homem, que somente pensam nos lucros, a todo custo, que destruíram o meio ambiente, perto de sua totalidade, sentem medo. Eles agora mostram aflições de uma possível vingança natural, ficou evidente nesta COP26.

Contudo, este pavor está evidente, ao perceber que a natureza começa a se revoltar no mundo, a altura da ganância e a arrogância do homem.

O sujeito egoísta começa a notar que está a impulsionar sua autodestruição. O que ele faz? Com medo convida, os outros gananciosos e poderosos para agenciar as conferências internacionais. Desde a primeira conferência sobre o clima,  na Alemanha em 1995 até agora foram muitas as teorias e propostas, mas poucas ações práticas e sólidas para frear a fúria humana perante a natureza.

 

Estes encontros de todos os predadores reunidos como se fossem os donos do mundo, pensam que na sua arrogância, podem consertar tudo.

Eles recebem os relatórios dos cientistas e se assustam com o panorama sombrio e catastrófico no qual se encontra o Planeta Terra. São muitos anos de encontros, debates e quase zero ações, como está acontecendo agora com os países reunidos na Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP 26), que detém as maiores riquezas do mundo. No entanto, são os maiores arrasadores da natureza em seus países e prejudicam o mundo por completo.

É uma grande ironia, eles agora querem consertar o que destruíram, ao longo destes muitos séculos de convivência desastrosa, entre o homem e a ecologia, em geral. Todos os biomas e os ecossistemas naturais do planeta Terra foram drasticamente violentados. Os primeiros sintomas da lei do retorno da natureza estão presentes no mundo. O calor intenso, as tempestades incomuns, o avanço dos oceanos sobre os continentes, furacões, tornados e secas mostram o descontrole do clima; resultado do aquecimento global presente, mas durante muitos anos os negacionistas desdenharam.

 

Não obstante, parece ser uma missão impossível dos arruinadores, quererem o de volta, o que há de mais importante da natureza. A restauração ou reconstrução, ainda que seja ao longo prazo, é totalmente impraticável, ainda que todos levem a sério, o que já colocaram no papel durante estes anos de debates, muitos são ineficazes porque caem no esquecimento. Geralmente os chefes de Estados irão pensar como sempre no seu próprio umbigo e não põe em prática o que foi colocado no “encanto” da conferência; sobre o controle do clima. É triste!

Os desafios são gigantescos, mas a boa vontade desses seres humanos, os vorazes do meio ambiente, é mínima. Muitos países nem tomam conhecimento do que se discute e se colocam em pauta para futuras ações sobre as Mudanças Climáticas no mundo.

Os governos que se veem, os donos do mundo, esquecem que a natureza age lentamente.
 

A natureza é lenta para se refazer das grandes destruições sofridas, em nome do lucro, ao longo destes séculos das atuações devastadoras do homem. Muitos deles pensam que o ecossistema trabalha na velocidade das produções humanas de suas riquezas desenfreadas. Não, ela é sábia e tem o seu tempo diferente da do homem para se recompor. As destruições até agora realizadas, serão irreversíveis, as suas restaurações, porque elas afetam de maneira drástica o equilíbrio climático.

No entanto, são muitos biomas os quais são impossíveis de serem restaurados em todos os países, incluindo principalmente os ricos. Eles são os maiores poluidores da Terra. Todos com ou sem consciência ecológica prejudicam as gerações atuais e principalmente as futuras.



Não obstante, é de se perguntar o que eles vão fazer para reconstruir, o que eles destruíram nestes muitos anos de desarmonia com a natureza? Muito pouco ou quase nada porque as destruições são gigantescas e irreversíveis. O dinheiro falou mais alto, do que o desenvolvimento sustentável e a preservação ambiental do mundo inteiro.

 

O tema clima, é fato o mais discutido no mundo.

 

Apesar disso, a preocupação central que deveria ser permanentemente entre todos os governos do mundo, com o objetivo de frear as poluições de todas as espécies. O fim das queimadas e principalmente, a produção dos gases venenosos que são jogados no ar, sem controles, nos rios, manguezais, mares e oceanos de toda a Terra. Não há mais espaços para o homem poluir o mundo, esperem as revoltas naturais, contra o ser humano.

Portanto, como se pode perceber é que não existem mais espaços para os humanos da era da tecnologia digital, que já foram contaminadas, destruídas, em todos os locais de convivência, desastrosas, entre o homem e o meio ambiente; infelizmente é um tremendo absurdo.

Todavia, não esqueça, a natureza é sábia. Ela responderá algum dia à altura as agressões sofridas por todos os homens avarentos que só veem em seus olhos o dinheiro e os grandes lucros, mas são aniquiladores do hábitat de equilíbrio entre o homem e o meio ambiente.

As contradições, humanas diante do meio ambiente, são absurdas.

 

Pense bem! Nestas contradições do homem ganancioso, ele polui, destrói as florestas, enche os mares, os oceanos e os rios de lixo. Após tudo isso, a natureza em sua sabedoria, começa a responder a violência dos homens. Eles ficam com medo e querem reverter esta situação praticamente, irreal em alguns setores porque, as agressões foram tão violentas, que seria utópico, se ter de volta, os biomas naturais reconstruídos como eram desde seu início, que serviram de convivência harmônica, entre o homem e a seu meio natural.

Infelizmente o homem de hoje só pensa no dinheiro, enquanto, vão lucrar com as suas empresas poluidoras, as devastam todos os ecossistemas do Planeta Terra, seja do ponto de vista do ar, do solo, das águas, e das florestas, elas são queimadas.

A agricultura está a ser envenenada com agrotóxicos prejudiciais à saúde humana.

 

Contudo, no Brasil os agrotóxicos foram liberados durante este governo que não respeita o meio ambiente de maneira desmedida e desenfreada. Aqueles agrotóxicos que em muitos países, proibidos, o governo brasileiro liberou de maneira absurdamente inaceitável.

O país é continental, ainda tem grandes florestas e áreas agrícolas. Contudo, o “tal agro” ou agronegócio, infelizmente só serve para piorar cada vez mais a situação da população. No momento, em que os agrotóxicos são liberados, na agricultura.

As pessoas ao comprarem os alimentos nos supermercados, não se têm uma alimentação saudável e orgânica, mas pelo contrário, se tem comidas envenenadas pelos grandes agricultores. Aqueles de grandes volumes de alimentos, por exemplo: o arroz, trigo, frutas, café, soja, feijão e milho.

A carne bovina, aves, suínas, caprinos e os peixes tudo, que se exporta como alimentação para o mundo, existem perigo para a saúde humana.

As autoridades do mundo precisam ficar de olho em tudo que eles importam do Brasil porque essas produções não têm nada de saudável, pelo contrário, muitas são envenenadas com agrotóxicos perigosos.

À medida que, os homens egoístas, se reunirem para dialogar sobre o clima, será positivo.
 

Portanto, enquanto os homens ambiciosos e destruidores da natureza se sentarem para dialogar nestas conferências internacionais e sempre será motivo de esperança e de alegria para a humanidade, poderá se entender para encontrar caminhos de inspiração para a preservação ambiental do planeta.

 

Que todos possam restaurar as duras penas, tudo o que já foram destruídos e eles acreditarem num mundo melhor. Estas conferências sobre o clima, não poderão ser interrompidas, através de nenhuma força ideológica ou econômica. Importante que todos possam pensar com seriedade no futuro do Planeta Terra. Todos têm o compromisso para a conservação e a preservação do meio ambiente no Mundo. É dever respeitar e preservar as florestas, as águas dos rios, mares e oceanos, os manguezais do país. Contudo, é importante que todos pensem de maneira coletiva sobre saídas, e parem de poluir menos o meio ambiente porque a vida depende dele.

 

É importante as políticas públicas que serão implementadas ao nível global, para que todos em harmonia assumam, as responsabilidades dessa preservação do que existem em seus países. Parem de destruir, reconstruam e se estabeleçam os “habitats” e os biomas naturais para a sustentabilidade climática do mundo. Todavia, somente assim para que a população possa viver mais e com qualidade de vida e saúde para todos, preservar sobretudo, o meio ambiente para lentamente equilibrar o clima.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.