Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

O ato de 24 de julho, no país contra bolsonaro.

Os brasileiros se fizeram presentes nas ruas contra o governo. A foto mostra como foi o ato em Porto Alegre, RS. Créditos para o site do PT. O dia 24 de julho já entrou para a história das maiores mobilizações do país e do mundo, como um marco de união das esquerdas,  contra este desgoverno que vem de contramão, ao sofrimento  da população. Contra este desgoverno tem  uma prática comum a indiferença às dores do povo em relação às vacinas, fome e desemprego. Como foi mostrado em todo país, as manifestações trouxeram bem claro o apelo pelo impeachment, em defesa da democracia, a agilidade na vacinação,  o combate à fome e o desemprego em todo o país. Estas bandeiras de grandes lutas,   estiveram presentes nas demais manifestações, nesta e certamente nas próximas que virão nos próximos dias. Nos próximos meses e no ano de 2022 essas manifestações poderão ser sim,   praxe porque ninguém mais suporta mais este desgoverno brasileiro. O descaso é total com a nação, desde posse até os dia

O Brasil vive o drama da pandemia são mais de 300 mil mortos.

Não esqueça por traz de cada número há 1 ser humano morto.

O vírus da covid-19 visto a partir da lente do microscópio. Ele  tem o formato ou perfil de uma coroa,  daí vem esse nome de coronavírus. É  pertencente a família do coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2)
O vírus da covid-19 visto a partir da lente do microscópio.

Neste último dia 26 de março, é lamentável, mas o país bateu o triste recorde de 300.698 vítimas da COVID-19  em pleno colapso do sistema de saúde do país. Não há vacinas para toda a população é um péssimo sinal de que tudo tende a permanecer crítico e sem data para o fim deste drama.

Todos precisam parar de olhar os números de óbitos com a frieza, mas ser vistos de maneira humana. Pense  cada 1 (um) algarismo é uma pessoa vítima da pandemia. Não se poderá ler estes números trágicos, com a frieza como se fossem simples algarismos. Contudo, é importante pensar que cada contagem representa uma vida, uma pessoa, um sonho, um projeto que foi abortado precocemente através deste vírus letal. Os números atualizados de hoje são os dramáticos 312.206 óbitos. O mais grave  não existe nenhum sinal de um platô dessa onda fatal da pandemia num dos piores momentos do país.


Já pensou se fosse possível juntar em várias filas, alinhados num mesmo local, estes corpos sem o sopro da vida. Para protestos, se realizaria uma cerimônia fúnebre, ao som do réquiem de Mozart. Quantos espaços seriam necessários para acomodar a estes cadáveres? O mais dramático seria a dor e o sofrimento dos parentes e de toda a nação. A mídia transmitisse ao vivo para todo mundo, ninguém suportaria, mas seria imprescindível para derrubar de uma vez por todas as teses tolas desses negacionista imbecis. Todos os defensores da cloroquina e outras invenções medicamentosas, que já foram várias vezes comprovadas pelos cientistas a sua ineficácia contra o tratamento da SARS-COV-2, COVID-19, o Coronavírus.

Quiçá só assim mostrará o que está a ocorrer no Brasil, não é nada simples. É mesmo o maior genocídio da história do país e sem precedentes.

Já imaginou o Distrito Federal de Brasília, conta com 3.055.149 habitantes; estaria totalmente vazio. Todos teriam morrido neste 1 ano e poucos meses com a existência da pandemia. Seria simplesmente uma Cidade de fantasmas; sem nenhuma pessoa para contar a história da covid-19 no País.

Os responsáveis precisam ser punidos.

Se houver justiça neste país e no mundo os responsáveis precisam ser punidos por estes crimes praticados por terem negligenciado, numa situação de pandemia, tudo em nome da negação do vírus e sobretudo, na defesa do lucro, das benesses selvagens do capital que não respeita eu, você e nem ninguém. Os negacionista colocaram a vida de muitos brasileiros em risco ao negar a pandemia e suas consequências, ao incentivar a voltar a trabalhar nos momentos mais críticos, organizar aglomerações clandestinas e maneira debochada sem nenhum sentimento com os seres mortais. Ao provocar muitos desincentivos para o não uso da máscara e álcool gel (70%).

Todos aqueles que difundiram notícias falsas sobre a pandemia e a vacina. Os negacionista foram sim, sob todas as formas os grandes propagadores do vírus da COVID-19 no Brasil. Eles têm culpa por esta tragédia sem precedentes no país. Estes podem se considerar culpados e com suas mãos manchadas de sangue.

Esta tragédia poderia ter sido evitada.

Estes números dessa tragédia poderiam ter sido evitados se desde o início do primeiro caso de contaminação confirmado e morte, o governo tivesse traçado uma linha de trabalho única em todas as esferas administrativas do país. Era dever e obrigação de ter agido como se atua numa pandemia, esta situação seria totalmente diferente. Era inevitável a mortes de pessoas, porém, não nestas proporções trágicas.

Não adianta o desgoverno atual querer se livrar dessa tragédia e sua responsabilidade porque tudo está registrado na “internet” e em toda a mídia, em geral. Atualmente nada se perde, mas fica gravado nos arquivos da “web”, para a história.

Seus desdéns, deboches e principalmente o negacionista tolo em relação à pandemia. As sabotagens nas compras das vacinas para a população e sua insistência em não respeitar o distanciamento social e o não uso das máscaras e álcool gel, 70%.

Agora não venha dizer que não tem culpa de nada porque tem. A pandemia é global ele deveria ter agido rápido, igual a todos os chefes de estado agiram, como mandou a Organização Mundial da Saúde. Infelizmente só o Brasil que não levou a sério e fez de tudo para descumprir todas as regras e preferiu se a apegar a tábua rasa furada, da negação. Os resultados estão aí e já entrou para a história como o país o qual administrou de forma péssima a pandemia.

O descaso com quem mais precisa do governo.

Todos os países providenciaram o auxílio emergencial digno para a sua população; menos o Brasil.

No Brasil durante a primeira onda foi dado algo indigno, no valor de R$ 600 que apenas dava para comprar alguns quilos de comida e pagar 1 conta de água ou luz. Além disso, quem obteve o direito passou muitas humilhações nas filas dos bancos determinados. Existem muitos relatos de pessoas que passaram sufoco para entender o aplicativo da mesma instituição bancária. O mais humilhante, a maioria nem de “internet” dispunham; para realizar o tal cadastro.

Na continuidade da primeira onda da pandemia que se fundiu com a segunda, no momento mais crítico, o governo exagerou na esmola e prometeu dar o auxílio emergencial atual, no valor de R$ 175 a R$ 375. É mais um grande deboche para este povo sofrido e enlutado.

No auge da COVID-19 onde a população precisa de apoio do governo, simplesmente ele abandona de maneira cruel. Não esqueça que além da pandemia, não existe auxílio emergencial para toda a população que necessita e tem direito. Permanece um alto índice de desemprego, muitas famílias passam fome em todo o país. Para complicar mais, o governo que é contra o povo, desativou a maioria dos programas de combate à miséria.

Portanto, para constatar está triste realidade, ir dar uma volta no centro das principais capitais e cidades. Pode-se observar muitas pessoas morando nas ruas, vá você mesmo conferir e perguntar o motivo a resposta será a mesma, foram despejadas das suas casas porque não mais conseguiriam pagar o aluguel.

Portanto, a pandemia da COVID-19 no Brasil certamente será a mais dramática do mundo. Em relação aos altos números de contaminados e mortes. Existe vasto material na "Internet” capaz de comprovar um amplo histórico sobre este episódio triste deste século.

O país dispõe um vasto material  excelente,  para os cineastas, produtores de filmes do gênero dramático. O Brasil será o principal país sobre isso.

Chegou a hora da população irem para as ruas e exigir o fim das mortes.

A situação é tão crítica no Brasil que todos precisam ir para as ruas exigirem o fim deste governo. Exigir vacinas para todos, reivindicar um auxílio emergencial decente para todos. Pedir um lockdown nacional suficiente para impedir o avanço da pandemia. 

Todavia, O fim deste governo salvará muitas vidas. Contudo, para isso  a população deve lotar as ruas deste Brasil Continental diariamente até a sua renúncia.  Não existe mais possibilidade deste desgoverno permanecer no cargo, que nunca deveria ter ocupado e quem o elegeu é sim responsável por todas as desgraças atuais da nação. É a hora do fora Bolsonaro até sua renúncia. Fora Bolsonaro!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade. Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina , artefato antiquíssimo composta sobre duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Um desenho simplório num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal. Este utensílio domestica há muitos anos foram usados no país inteiro até chegar às primeiras transmissões de energia elétrica nas capitais e aos poucos foram se disseminado para o restante do país.