Pular para o conteúdo principal

Faz 1 ano da pandemia no Brasil.

O pior momento da pandemia no país.

A foto mostra a cruz a qual simboliza a morte, mas vazia significa a Ressurreição de Jesus. Agora durante a pandemia da covid-19 representa as mais 253 mil mortes dos brasileiros por covid-19.
A cruz é a lembrança dos que morreram por covid-19.

Após 1 ano de pandemia da Covid-19, o país contabiliza a marca mais infeliz,  da história recente; já são mais 253 mil mortos. É a pior fase deste pico da covid-19 e suas mutações,  ou novas cepas do coronavirus, as quais são mais contagiosas, assim afirmam; os infectologistas. Porém é dramático, mas a nação  vive o momento mais grave nestes  365 dias após a confirmação do primeiro diagnóstico.

Esta semana dia 26/02/21 ,o Brasil completou 1 ano, após a confirmação do primeiro caso e em seguida,  em 12/03/20, o primeiro óbito até os dias atuais. Foram e continuarão,   cheios de muitas lutas para conter a pandemia,  e simultaneamente grandes sofrimentos, dores, lágrimas, e saudades para sempre dos entes que tombaram diante do vírus da covid-19.

 

Neste momento o país vive o caos, em plena pandemia, muitos Estados têm seus sistemas de saúde a beira do colapso. Capitais como Manaus, Porto Alegre, Florianópolis, São Paulo, Salvador e outras vivem o pior drama da pandemia da covid-19.  Estas capitais e muitas cidades em todo o país estão com suas capacidades em média que oscilam entre 94% a 98% de lotação de pacientes com casos confirmados.

No Estado do Rio Grande do Sul, o governador decretou bandeira preta em todo o Estado. É mais um esforço para frear a disseminação feroz do vírus. Muitos prefeitos negacionistas foram contra a ideia. Entre eles o Prefeito de Porto Alegre, que é amigo do dinheiro e da morte, mas é inimigo da vida. Ele prefere que as pessoas coloquem as suas vidas em risco, mas defende o dinheiro de unhas e dentes. Tudo isso num quadro de pânico,  porque,  os hospitais da cidade contam com o índice;  de ocupação hospitalar de 98%. E desta forma muitos outros Estados do país se encontra na mesma situação. Contudo com a tendência de agravamento assustador porque a população,  ainda não foi imunizada e para piorar muitos negacionista irresponsáveis; provocam aglomerações.

O início do Sofrimento.

Inicialmente este sofrimento era do outro lado do mundo e nunca se passaria na mente de quaisquer brasileiros, que o Coronavirus, poderia chegar ao Brasil. E principalmente chegar naqueles municípios mais isolados dos grandes centros econômicos do país. Era o no caso muitos lugarejos que ainda hoje nem dispõe de energia elétrica e nem internet. Porém para este vírus, não existe distância, nacionalidade poder e ideologia. Ele colocou todos no mesmo barco furado da insegurança, do desespero e da morte e em pouco tempo dos estragos no hemisfério Norte, mas de imediato chegou no hemisfério Sul trazendo dores e grandes desesperos; e aqui está longe do fim. 

“Os primeiros rumores de uma nova doença letal são reais, mas ninguém queria acreditar. No entanto os fatos assustadores de contaminações e mortes em alta escala, confirmavam, que não era mais engano e o pior viria em breve. Contudo logo em seguida, já era 11 de março e a OMS decreta a nova pandemia do século, e tudo mudou de maneira radical. Mas com o passar do tempo, os números de infectados e óbitos aumentaram assustadoramente na Ásia, Austrália, Europa e Estados Unidos. Os governantes começaram a decretar lockdown em vários países e cidades como forma de contenção ao avanço da pandemia e a proteção da população, contra a contaminação do vírus letal por covid-19.(Fonte: analiseagora)”

 

O mais grave de tudo, são as trapalhadas propositais, do governo Federal, o  qual se mostra o mais inábil para resolver o problema da pandemia. O Congresso Nacional,  permanece na estupidez da indiferença ao sofrimento da população. Enquanto as pessoas morrem, muitos sem tempo de ser socorridos. Os imprestáveis dos legisladores  brasileiros estão preocupados, em rasgar a Constituição de maneira vergonhosa e se protegerem da impunidade dos seus crimes. Eles querem aprovar de maneira nojenta a PEC da impunidade. E neste contexto ridículo esquecem das pessoas sem leitos, sem oxigênio e sem auxílio emergencial para sobreviver em meio a esta tragédia humana do século 21.

Não há data para o fim da pandemia.

 

O vírus da covid-19 visto a partir da lente do microscópio. Ele  tem o formato ou perfil de uma coroa,  daí vem esse nome de coronavírus. É  pertencente a família do coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2)
O vírus da covid-19 visto a partir da lente do microscópio.

Portanto, o sofrimento dos brasileiros e de muitos povos do mundo ainda está longe do fim. Há vacinas, mas o processo de vacinação é muito lento e enquanto isso, o vírus se espalha e mais e mais pessoas se contaminam e na situação na qual se encontra o sistema de saúde, infelizmente morrerá mais pessoas. É muito triste dizer isso, mas é a realidade que se ver diariamente em todos os Estados do Brasil.

Para complicar ainda mais a situação existem os negacionista que desrespeitam as normas de segurança, as quais são, o uso das máscaras , álcool gel e o distanciamento social. Estes irresponsáveis procuram de todas as maneiras burlar as leis e espalhar o vírus, quando de propósitos fazem festas clandestinas, se aglomeram no intuito de mostrar que a pandemia é frescura e não existe. Estes inconsequentes voltam para suas casas, locais de trabalho e transportes coletivos e multiplicam o vírus por todos os lugares.

Todavia somente resta a esperança para o fim deste pesadelo, é a imunização geral das pessoas. Não obstante, enquanto não ocorrer essa imunização a vida da nação, não voltará a normalidade. As consequências para todos serão inimagináveis, na medida em que se distancia o fim desta tragédia humana, no Brasil e nos países mais pobres do mundo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.