Pular para o conteúdo principal

Quando o desencanto chegar fazer o quê?

A vida humana é assim mesmo, cheia de encantos e desencantos; com tudo o que se tem ou produz.

A imagem diz: homem 
Não adianta a vida é seguida desses dois substantivos encanto e desencanto ao longo da existência. Exemplos práticos desemprego, doenças, desamores e tantos outros chegarem inesperadamente como agir?  Geralmente os encantos são mais difíceis de chegarem e muitíssimos rápidos de sumirem.

Enquanto, o desencanto vem em relação as circunstâncias imprevisíveis da vida, e as mesmas simplesmente diz; não tenho hora e nem data para ir embora. Somente a vontade de superação fará com que os desencantos desapareçam rápidos da vida. Agora se todos os decepcionados e desiludidos permanecerem na prostração essa situação se desdobrará para algo mais sério e permanecerá para vida inteira.


Nunca deixe se levar através das forças das desilusões e os desânimos, procurem reagir o quanto mais rápido possível, para recomeçar, se for   necessário do zero. Todas as pessoas nascem dotadas de capacidades especiais para vencer. Porém, não é numa primeira derrota, desencanto ou com quaisquer ocorrências inesperadas e pesadas, que surgirem durante a vida, para permitir se abrir portas, para o desengano. Seja muito mais forte e poderoso para bani-la e resgatar ânimos para uma nova retomada e caminhar sem olhar para traz, mas somente para frente e vislumbrar uma vida melhor cheia de glórias.

É assim que todas as pessoas devem agir com firmeza e na certeza que nada estará em definitivo perdido, mas tudo serve para um novo e eficiente recomeço. Isso, não significa que as coisas são tão fáceis, pelo contrário existem circunstâncias na vida que é grandiosamente difícil para reiniciar e levar a vida de maneira normal como era antes. Em certos episódios são necessários muita força de vontade para lutar dolorosamente e ter uma existência humanamente digna para continuar a viver e reconstruir tudo. Muitas vezes é necessário esquecer o padrão de vida que se tinha antes e recriar um novo padrão de acordo com o contexto existencial do momento e somente assim se poderá seguir adiante sem parar, sem desaminar, se é que é possível, mas é extremamente necessário se fazer esse esforço monumental,  para ser  vencedor.

A vida humana é cheia de desencanto e todos os desiludidos tem a obrigação de reagir.

A carteira profissional assinada é sinal de emprego e segurança.
Se todos parassem alguns instantes e fizessem uma lista dos desencantos na vida que ocorrem, perceberiam que seriam muitos. Esta lista de desgostos seria enorme seja no âmbito de trabalho, projetos, amores, qualidade de vida e etc e etc.  
Quantas decepções se tem no trabalho que mais se ama e zela para permanecer em determinada empresa. Quanto tempo de existência, além das forças e daqueles momentos especiais, que em vez de permanecer em casa, se vende a preços irrisórios, da existência, em troca da permanência no trabalho; que é o meio fundamental de provisão da família. Porém, num certo dia e hora desagradável, e imediato o trabalhador fiel é chamado a sala do RH (Recursos Humanos) para ouvir aquele comunicado fatal, você está demitido! A justificativa, as   razões óbvias, a crise econômica, e as contenções dos custos em todos os setores da empresa.

Nestas condições são mais de 13 milhões sem trabalho em todo o país. E agora? O que fazer para manter a família? Num momento desses quaisquer pessoas ainda que, seja forte permanecerá sem chão, vem o que? A desilusão e descontentamento e a falta de direção  para seguir vivendo e lutando em busca da sobrevivência e da manutenção da família. As consequências, virão em seguida, o atraso e logo acompanha o despejo do aluguel habitacional (quem paga aluguel). As contas mensais começam a chegarem e não se sabe como quitar. As pressões das lojas, bancos e financeiras se transformam num pesadelo e uma guerra psicológica sem fim.

O nome vai direto para os serviços de proteção ao consumidor e nessa situação ruim se encontram atualmente mais de 61,8% de brasileiros inadimplentes.  As portas para oportunidades se fecham. Permanecem sem perspectivas de limparem o nome desses órgãos de proteção ao consumidor. Muitos continuam durante anos e anos com o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) trancado. E assim, na exclusão absoluta, sem poder comprar ou fazer empréstimos em nenhum banco, comércio em geral e as financeiras.  Tudo isso são desilusões e os efeitos danosos do golpe de 2016, quando os golpistas quebraram o país.

Numa situação dessa de desencanto absoluto fazer o quê? Não cair no abatimento, mas procurar correr se puder atrás de soluções para manter a família em condições humanas como ter casa para morar, e além de todas coisas básicas como água luz e principalmente a alimentação diária. Uma tarefa muitíssima difícil para resolver, mas todos que se encontram nesse desespero é necessário agir. E agir com todas as forças, que ainda restam para continuar a viver até o dia que as coisas vierem a melhorar em nosso país, algo longínquo para ocorrer, mas certamente acontecerá.

Da mesma forma, todos devem agir positivo, e valente em relação aos demais tipos de desilusões, quando baterem na porta da casa. Essa realidade ruim sempre ocorreu, ocorre e ocorrerá com todos os seres humanos. Geralmente, alguns conseguem reagir, mas infelizmente outros, são consumidos pelos mais diversos infortúnios existenciais.
Na sociedade atual são muitos desencantamentos que acontecem diariamente na vida de todas as pessoas. E são nesses momentos de desengano onde todos devem andar em busca de uma nova situação melhor para vida. Jamais fraquejar, mas recobrar as forças após um grande baque e levantar-se e recomeçar do marco zero, que será uma nova luta, uma nova direção para buscar uma vida melhor.

Na imprevisibilidade do amanhã procurar sempre forças para reagir e conseguir a vitória em meio as circunstâncias.

Portanto, como todos vivem na imprevisibilidade do que poderá ocorrer logo após a esquina da rua, no fim da próxima curva da estrada, ou no dia seguinte, e nas próximas horas e dias. Assim também, se deve todos os atingidos pelos desgostos, procurarem a reaprenderem a lidarem com as mais diversas circunstâncias do provir. Tudo isso, sem nunca perder a esperança, de vencer e jamais permanecer afogados nos desencantos. Entretanto, procurar soluções práticas, que venham fazer acontecer a encantar com alegria, outra vez a vida.
Isso serve para todos os projetos que um dia alguém sonhava ser maravilhoso. Todavia, em razão de múltiplos motivos foram abortados nos percursos da execução das tarefas e as imprevistas rasteiras da vida.  Sejam nas decepções amorosas, agir da mesma forma, procurar a superação com um novo e nobre amor, superior a aquele que os levou ao fundo do poço. 
A vida é essa permanente luta em procurar a superação das derrotas e frustrações imprevisíveis e quando se alcança a superação também se chegou no ponto de dar o grito da vitória de cabeça erguida. Quando esses infortúnios chegam e enquanto se está respirando, existe sim uma fagulha poderosa de esperança, que fará a diferença em quaisquer circunstâncias que a vida de um segundo para outro os levou. Fazer o que diante disso? Sempre ser mais forte e reagir de diversas maneiras e forças.

Comentários

  1. Excelente artigo .
    Com o tempo vai surgindo os desencantos profissionais /sociais /pessoais e é muito difícil recuperar o encanto perdido .
    Mas não impossível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu penso que no decorrer da vida todos os seres humanos passam por esses momentos de situações difíceis da vida ou os desencantos e de fato muitos deles são superáveis e doloridos e outros são amenos. Contudo, todos causam estragos que marca para sempre a história humana de todos.

      Excluir

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu comentário é muito importante para nosso trabalho.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Você já rotulou alguém de burro?

Atitude preconceituosa, feri o sentimento de outrem, é ruim para o convívio social.Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas tem uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

A quinta sinfonia de Beethoven.

Beethoven e a quinta sinfonia.Beethoven compôs suas obras musicais eruditas na liberdade quebrando velhos paradigmas. O grande gênio da música clássica erudita Ludwig van Beethoven alemão nascido na cidade de Bonn em 1770 e faleceu em 1827 aos 56 em Viena. Um dos grandes compositores do estilo musical erudito, onde no conjunto de sua obra impera a liberdade, ele escrevia suas composições, suas obras quebrando velhos paradigmas da música clássica abrindo novos horizontes para a música erudita.