Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

Conheça a lenda do prefeito fujão

  A lenda que se alastra entre a terra e o mar O  barco do Zé das Marés,  navegando no Oceano Atlântico e sem norte. Nas noites escuras e chuvosas do litoral norte-grandense, os bares de bebidas ecoam piadas, brincadeiras e histórias. Entre o tilintar dos copos e o aroma de petiscos do mar, uma lenda se espalha como fumaça dos rastilhos de pólvoras: a saga do Prefeito Fujão. Não se trata de uma brincadeira ou uma mentira, mas sim uma realidade que desafia a lógica e a política. O homem em questão era o Zé das Marés, um candidato improvável. Nas eleições de 2020, ele não tinha chances reais de vencer. A sua campanha foi modesta, e quase esquecida entre os discursos inflamados dos adversários. No entanto, ocorreu um evento inesperado: Zé foi o vencedor. A população, cansada das promessas estúpidas, votou nele como forma de protesto. No entanto, o prefeito José das Marés não demonstrou aptidão para a função de prefeito. Ele era um ex-subprefeito de uma pequena cidade da região, conhecido

Apresentação do blog analiseagora.

Venha conhecer a proposta de trabalho do analiseagora.


A logomarca é uma simples letra a minúscula, porque o título do “blog” também é escrito em letras minúsculas. A letra a  a qual  aparece repetida quatro (4) vezes no título analiseagora.
A logomarca do “blog” analiseagora.


Essa é  a nossa proposta de trabalho e a partir de agora será apresentada  para todos os públicos leitores, os quais venham nos visitar; desde já  sejam bem-vindos sempre.

No entanto, temos  esse  projeto em construção a ser aperfeiçoado no decorrer do tempo existencial. O nosso idealizador, editor, administrador e proprietário único, é  o Professor de Filosofia: Cícero Barros. Ainda assim, com muita relutância e iniciou do zero, entretanto,  partiu para essa grande aventura prazerosa. 


Contudo, no dia  02 de maio de 2012, nascia com vigor o atual  analiseagora e está presente de maneira robusta  na web. No entanto, foi nesta data memorável e especial na qual foi finalizada em definitivo a compra do domínio personalizado no Google Apps, atualmente G suíte


Contudo, a partir deste dia, se iniciou os trabalhos deste meio de comunicação pública, além de promover debates diversos e trazer informações verdadeiras, sempre pautadas na autenticidade, na ética, na imparcialidade e na independência. Este canal de formação e informações,  tem a finalidade de  servir  como único passatempo e principalmente como complemento existencial do seu idealizador.


É um “blog” que tem como proposta de trabalho incentivar debates fundamentados em três eixos básicos: o homem, o conhecimento humano e o meio ambiente. Além das demais ramificações pertinentes a estes temas como educação, política, economia, lazer, saúde, cultura e outras.


O analiseagora é editado  no idioma original do português do Brasil porque o site é brasilieiro. Cada matéria  produzida e postada na “internet”, sempre transmite a  sensação de que ainda está inacabada. 

Contudo, sempre precisa de mais complementos e argumentos cabais para ser plausível terminar em cada postagem. É prudente fazer isso, pois, nada é perfeito neste mundo e jamais se poderá se fechar ao pensar, escrever ou digitar sem ter a certeza da excelência. Sempre se deixará novas possibilidades para a continuidade do debate para qualquer assunto em pauta.


O “blog” analiseagora tem uma licença: Creative Commons Attribution-Non Commercial-No Derivatives 4.0 International (CC BY 4.0).


A descrição da logomarca analiseagora.


Conheça as características gerais, da logomarca de analiseagora. A logomarca é uma simples letra a minúscula, porque o título do “blog” também é escrito em letras minúsculas. A letra [ a ]a qual aparece repetida quatro (4) vezes no título analiseagora. A fonte é Geórgia, nas cores verde, azul e branca. As mais usadas são a verde para o logo e a azul para o favicon. 

No entanto, ainda é  um logo amador, entretanto, já se  pensa na criação de um novo e que seja profissional. Não obstante, o atual foi elaborado   com muito sacrifício e dedicação. Assim sendo,  são a maioria das imagens que fazem as ilustrações das muitas  postagens redigidas e publicadas, todas com excelente aceitação entre os leitores, seguidores e todo o público em geral .



A interação do “blog” analiseagora nas redes sociais.


Portanto, o analiseagora como meio de comunicação pública interage amplamente nas redes sociais entre elas o Facebook, Twitter , YouTube e outras. Todavia, nestas redes sociais o analiseagora,  consegue interagir de maneira eficiente e respeitosamente com milhares de amigos espalhados no mundo. 


Todavia, é  um privilégio atuar nestas redes sociais, sempre no intuito de  construir uma nova maneira de pensar e principalmente, criar uma nova história de vida. 


Portanto, cada dia é um aprendizado e novas descobertas através do intercâmbio com os amigos da web e juntos pensarmos um mudo melhor onde possa reinar a paz e justiça possam reinar verdadeiramente entre as pessoas que navegam no mundo virtual e todas aquelas às quais conhecemos e se relacionamos de forma real.


Comentários

  1. Em que idade de um rico ou um pobre ousa mais se manifestar, os princípios de nossa ética ateísta, inexistente, ou deísta, como somos sempre em uma louca parte da vida?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia amigo! Seja bem-vindo ao blog analiseagora.
      Resposta para seu questionamento. Penso que todos devem se manifestar ou opinar sobre qualquer assunto quando realmente se sentir seguro e principalmente quando possuir conhecimento essencial e domínio próprio do que pretende defender com argumentos sólidos e cabais. Volte sempre ao blog analiseagora e deixe sempre seus comentários que responderei. Abraço.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu comentário é muito importante para nosso trabalho.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.