Pular para o conteúdo principal

sistema viário do Brasil desgastado e perigoso

O Brasil tem o sistema viário degradado e extremamente violento.

A rodovia conservada,mas no resto do país é um caos.
O sistema de transporte rodoviário no Brasil é um dos mais precários do mundo. Uma situação muito preocupante, mas os nossos governantes nunca enfrentaram como deveria ser em seus planos de governo. Existe um grande desgaste na infraestrutura no sistema viário do país; ninguém faz nada para deixar seguro as nossas rodovias. Esta realidade exige pesados investimentos. O governo apenas procura “tapar o sol com a peneira”, isto é, simplesmente faz o estritamente necessário, são feitos leves remendos na malha rodoviária, os famosos tapa-buracos.
Legitima ausência de compromisso com a segurança da população que arrisca a vida nestas estradas de péssima qualidade. Os responsáveis pela conservação das rodovias são inconsequentes quando não fazem o que é de dever deles, cuidar que as rodovias não sejam grandes armadilhas para todos que dirigem em períodos de férias em busca de paz e alegria, falta seriedade com os contribuintes.

As rodovias estão cada vez mais abarrotadas de veículos e as condições de trafego rodoviário decaem devidas o inchaço de veículos nas autoestradas de norte a sul do Brasil. Os meios para os transportes fluírem no Brasil nunca foram vistos como necessidade. Este é um fato histórico; desde quando, o Brasil era colônia de Portugal até os nossos dias em plena modernidade. Óbvio que todos os governantes que chegam ao poder sabem da real situação, mas infelizmente, jamais tomaram uma decisão eficiente para melhorar o setor viário deste imenso país.

Para esse país continental a solução é investir no sistema ferroviário que é mais eficiente do que o rodoviário.

Investir no sistema ferroviário é a saída para melhorar esse caos.   
O sistema eficiente é o ferroviário, que foi abandonado por interesses da indústria automobilista que chegou ao Brasil produz milhões de carros a cada ano. No entanto, em contrapartida não se investe nas melhorias das precárias rodovias e também não se pensam em construir novas e modernas a que venha atender a demanda do crescimento proporcional da fabricação dos automóveis e a compra cada vez maior pela população.

Cada feriado por menor que seja ou os clássicos feriadões o povo sofre nas estradas brasileiras. As consequências são preocupantes para quem se aventura andar de carro nas estadas do Brasil, vai encontrar algumas coisas que desanima qualquer passeio exemplos: buraqueira, gigantescos engarrafamentos, estresse para quem vai viajar acidentes, mortes, etc. Durante e depois dos feriados os noticiários transmitem verdadeiras guerras motorizadas que se traduz em terríveis carnificinas nas estradas do Brasil.

O setor viário do país tem uma série de componentes perigosos que leva a ceifar muitas vidas e deixa milhares de pessoas invalidas ou com sequelas irreversíveis para o resto da vida. Podemos identificar com clareza estes fatores que ajudam a provocar tragédias no dai-a dia e principalmente nos feriados prolongados. 

As péssimas condições em que se encontram as rodovias federais e estaduais. Muitos têm pressa em chegar ao destino traçado e cometem imprudência nas ultrapassagens proibidas. Altas velocidades, muitos motoristas pensam que seu carro é um avião e pode voar terminam a viagem onde não deveria terminar em grandes acidentes geralmente fatais.

Muitos condutores de veículos teimam em desrespeitar as leis do trânsito e causam acidentes fatias.

Alguns teimam em desrespeitar o código de trânsito, e têm o costume arrogante de dirigir e falar ao celular, chegando à aberração de passar e receber mensagens via e-mails, entrar em salas de bate-papos das redes sociais enquanto dirigem. Além disso, existem muitos motoristas que dirigem alcoolizados mesmo sabendo da rigidez da lei seca.  Isso também se chama corrupção e muitíssima perigosa ao dirigir embriago uma grande falta de respeito com a vida. Flagrado em acidente, totalmente bêbado, ainda se julga no direito de recusar o teste do bafômetro. Outros dirigem usando diversos tipos de drogas ilícitas que deixam em estados alucinados, colocando sua própria vida em risco e de muitos que trafegam corretamente nestas estadas perigosas do Brasil.
Existem ainda certas pessoas que teimam em dirigir sem habilitação, ou com a mesma vencida. Existem casos de inúmeros condutores terem a carteira de habilitação cassadas e proibidos de dirigir devido terem ultrapassado o limite de pontos na carteira de habilitação, mesmos assim continuam dirigindo. 

Todos estes elementos conhecidos e outros que passam despercebidos transformam os carros em legitimas bombas volantes, que andam em alta velocidade provocando tragédias que deixam marcas para sempre na vida de muitas famílias.

Portanto, o sistema viário em nosso país é perigoso devido às causas elencadas acima são reais. E todos deveriam terem consciência da grande responsabilidade quando assumirem ao controle de um veículo nas estradas brasileiras, para dirigir com atenção. Além dos cuidados redobrados com as condições precárias das rodovias, também é necessário aos cuidados com os outros motoristas irresponsáveis para que uma viagem de férias não se transforme em tragédia.
A vida merece muito mais cuidados e calma principalmente diante do trânsito violento como o do Brasil. Todo o cuidado é pouco para conduzir veículos e existir paz no trânsito brasileiro. O governo do Brasil deve pensar urgente e seriamente em melhorar as condições das rodovias brasileiras principalmente quando está se esperando os eventos a nível mundial como as olimpíadas e a copa do mundo em 2016.

Comentários

Carlos Eduardo disse…
É realmente é uma vergonha este sistema viário do Brasil, "Nossos Governantes" não fazem nada de útil para a população, assim como trata o artigo, eles tentam "Tapar o Sol, com a peneira". E acabam dando uma falsa impressão de que esta tudo certo, realmente falar do Brasil é difícil, pois a politica que era para ser uma ajuda ao povo, agora é uma ajuda aos bolsos dos "Nossos Políticos"
Cicero Barros disse…
Realmente é uma grande vergonha para todos nós que pagamos nossos impostos e nem mesmo uma rodovia segura o nosso governo tanto a nível Estadual quanto Federal são incapazes de construir uma autoestrada segura para a população. Tudo vai abastecer a corrupção deste país. A solução para o problema dos transportes está realmente nas construções de trens urbanos e uma grande malha ferroviária em todo o Brasil. Assim, não morre tantas pessoas jovens e de todas as idades.
Oi Cícero. Como vai?
Espero que vá melhorando aos poucos.
Como escrevi há dias, sempre que a oportunidade o permita, irei lendo seus artigos. Penso que será impossível ler todos os que escreveu. Não interiorizei que possui seu blog desde junho de 2000. Se escreveu um artigo por dia ou mesmo por semana não será fácil. Mas vou lendo quando tiver um tempinho, aqueles que for escrevendo.É claro que isto não é nenhuma promessa e hoje posso mas amanhã já não sei. O futuro o dirá.
Quanto ao seu artigo, li tudo com muita atenção e verifiquei que as estradas no Brasil deixam muito a desejar. Parece incrível! Eu só conheço o Brasil que as telenovelas nos mostram. Vemos grandes avenidas movimentadas e ninguém diria que faltam boas rodovias no seu país. Quanto a mim, que não conheço nem estudei política nem economia, penso que as vias de comunicação são prioritárias para o desenvolvimento de qualquer país. No caso do Brasil diz que o sistema ferroviário é o mais eficiente mas que foi delegado para segundo plano por causa dos grandes interesses da indústria automóvel. Chego à conclusão que no Brasil, como em Portugal, há sempre os "jogos de interesse" em todos os setores. Por cá o que temos de melhor são as rodovias. No entanto temos outros setores que estão de rastos. E não é preciso ser político ou economista para se perceber o que está errado.
Há alguns meses, li num periódico português que o Brasil estava a recrutar engenheiros portugueses. Falavam em cerca de trezentos mil! Ouviu bem: 300 000 engenheiros civis por causa dos eventos que se vão aproximando.
Para além das estradas serem perigosas, quem quer conduzir obedecendo a todas as regras, vê-se confrontado com aqueles automobilistas que conduzem em todos os estados menos com a lucidez necessária. E é aí que as pessoas conscientes têm trabalho redobrado: devem ter uma boa condução e estar atentos aos outros que podem provocar acidentes por serem inconscientes.
Deus queira que as coisas mudem para melhor no que toca as rodovias.
Desejo que vá recuperando e peço desculpa pelo grande comentário.
Grande abraço.
Cicero Barros disse…
Boa Tarde Amiga Maria Helena Mota!
Tenho mínimas melhoras, mas é o suficiente para não parar. Estou muito feliz pela dedicação de leres os meus textos. Desde quando iniciei o meu blog já escrevi alguns artigos de assuntos variados e que gosto e tenho o domínio para discorrer. Vá lendo com calma, quando puder e acordo com o seu tempo hábil.
Quanto às rodovias em nosso Brasil é um problema muito sério e necessita realmente de investimentos pesados para melhorar. Temos muito carros de todos os tipos trafegando nas estradas em péssimas condições. Além de termos muitos motoristas inconsequentes que não respeitam as leis de transito, em épocas de feriadões trava-se uma grande batalha nas estradas brasileiras com saldo negativo para muitas pessoas. A solução seria mesmo a construção de uma grande malha férrea que foi abandonada quando chegou à indústria automobilística.
É fato a televisão mostra um país irreal não só nas rodovias, mas em outros setores da nossa sociedade. As novelas mostram um país tropical sem problemas. Quanto ao número de engenheiros não saberia dizer se é esta quantidade mesmo, pode sim, for mesmo, ou até mais porque o setor que produz engenheiros e outros profissionais, a educação está falida. Em maio escrevi em meu blog um artigo “A educação do RS agoniza.” Há muitas coisas do Brasil que não são divulgadas a verdade. Graças à internt ficamos sabendo.
Quanto ao tamanho dos seus comentários não se preocupe,fique bem à vontade para escrever o quanto puder,pode se expressar livremente. Gosto de comentários grandes é sinal que o leitor aprovou o conteúdo. Eu conheço Portugal só através dos escritores, da história de Portugal e Brasil, deve ser um lindo país. Desejo para a senhora e os nossos amigos e co-irmãos portugueses, paz, saúde e muito sucesso. Um abraço a todos.


Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Você já rotulou alguém de burro?

Esta atitude é preconceituosa, machuca o sentimento de outrem, pare com isso.
Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas tem uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.  Esta expressão preconceituosa já feriu e continua ferindo o sentimento de muita gente. Atualmente o preconceito vem sendo praticado de maneira escancarada, e com muito mais força, do que em outras épocas. A hostilidade entre as pessoas sempre existiu de forma velada no país, mas agora está passando dos limites nas redes sociais. Provavelmente em certos momentos da vida, alguém já o chamou de “burro”, na pura intenção de ofe…

A quinta sinfonia de Beethoven.

Beethoven e a quinta sinfonia.Beethoven compôs suas obras musicais eruditas na liberdade quebrando velhos paradigmas. O grande gênio da música clássica erudita Ludwig van Beethoven alemão nascido na cidade de Bonn em 1770 e faleceu em 1827 aos 56 em Viena. Um dos grandes compositores do estilo musical erudito, onde no conjunto de sua obra impera a liberdade, ele escrevia suas composições, suas obras quebrando velhos paradigmas da música clássica abrindo novos horizontes para a música erudita.