Pular para o conteúdo principal

Solidariedade: hora de sair da teoria para a prática.

A SOLIDADRIEDADE EM NOSSA REGIÃO DEVE SER UM ATO URGENTE E NOBRE  DE TODOS.


a solidariedade somente é válida na prática para quem precisa.


Após a contínua chuva de vários dias que pairou sobre nossa região. A água está fazendo sua demonstração de força através dos nossos rios que banham as cidades fazendo transbordar, provocando uma grande enchente considera histórica dos últimos anos.Comparada as enchentes dos anos de 1965,1983 e 1985. A de 2013 já passa de 17.mil desabrigados. Vem junto às consequências para milhares de habitantes que necessitam da solidariedade de todos. Agora é o momento de deixar à teoria e colocar em prática a tão palavra solidariedade. Muitos perderam o pouco que já possuíam.  Nestes momentos a própria natureza faz despertar o sentimento de solidariedade entre as pessoas da região atingida por esta catástrofe natural e socorrer uns aos outros.

Muitos habitantes vítimas desta chuvarada, neste instante necessitam urgentemente da ajuda de todos. Coisas de primeira necessidade como: alimentos, móveis, roupas, colchões medicações, materiais de limpeza e de higiene pessoal. Além de materiais de construção para reerguer os lares levados pelas enchentes dos rios. Nesta época estamos enfrentando muito frio e houve uma precipitação de neve intensa, tudo isto dificulta ainda mais a situação dos habitantes que se encontram em situações de emergências e desabrigados. Por isso, é fundamental a arrecadação de roupas que sirvam para se agasalhar do frio.

As autoridades: municipais, estaduais e federarias devem fazer sua parte assistir em tudo aos milhares de habitantes desabrigados do RS. Via seus órgãos especializados para cuidarem desta situação. A comunidade em geral também deve ser solidária neste momento de dor e desespero para estes habitantes que perderam tudo. Repartir as coisas matérias para as pessoas que não tenha nada principalmente neste momento de calamidade é um ato nobre e engrandecedor para os seres humanos. Todos nós estamos sujeitos há precisar um dia um do outro. Há muitas situações de catástrofes que pode nos atingir em questão de segundos. Muitas vezes pensamos que as coisas só acontecem aos outros e estamos imunes a qualquer situação calamidades. Pensamento errado e carregado de egoísmo.   E falando em egoísmo é uma das características negativas predominantes em nossa sociedade. Hoje se sobrepõem o ter sobre o ser. Quanto mais se tem, mais se cria mecanismos de multiplicação. Para se  obter e acumular mais e mais , coisas e coisas matérias. Um comportamento insaciável de muita gente. Existem muitas pessoas que até compram coisas e mais coisas e nem chegam a usar deixar encalhadas nos guardas roupas, estantes etc. Agora chegou o momento de desvencilhar dessas coisas que estão sobrando, novas e em bom estado de conservação e fazer doações para quem realmente precisa e vai usar.

Muitas dessas enchentes que ocorrem no RS mesmo devido o alto volume de precipitação que foi acima da média mensal, a natureza não é única culpada. Tem diretamente a colaboração da mão destruidora e gananciosa do homem que só pensa no lucro a qualquer preço. A devastação do homem ganancioso por muitos anos vem colaborando para estes eventos assustadores a cada ano em todas as partes do mundo onde há a destruição do meio ambiente de forma desenfreada.  Sabemos que o assoreamento pelas empresas mineradoras, com suas dragas devastadoras em busca de arreia nos rios é um dos fatores que contribuem para as enchentes. Erosão provocada pelo mau uso das áreas das margens ribeirinhas principalmente pelos agricultores que contribui para interromper o leito dos rios. Além da grande quantidade de lixo de todos os tipos que são jogados dentro dos rios pela população que demonstra e ausência de cônscia e educação ambiental. A poluição sólida e industrial que são jogadas nos afluentes dos rios que formam as bacias hidrográficas da região, as construções irregulares que são feitas nas margens dos rios, a vegetação que forma os cílios e a proteção dos rios são devastados sem controle. Nas grandes cidades existem péssima drenagem e entupimento dos boeiros, bocas-de-lobo por grande quantidade de lixo jogado pelos moradores e até empresas que deveriam cuidar mais da limpeza das cidades.     Tudo isso contribuem para agravar intensamente os grandes alagamentos das ruas devido as enormes quantidades de chuva em curto espaço de tempo. O avanço das grandes construções sem planejamento correto de saneamento para escoar as águas das chuvas contribuem para os grandes alagamentos e o aumento em alta velocidade das enchentes. As consequências são iminentes para todos. Tais como: enchentes, alagamentos, corte de energia elétrica, de fornecimento de água potável em muitas cidades, suspensão das aulas, interdição das estradas vicinais, rodovias estaduais e federais e todos os tipos de transtornos decorrentes destes momentos de enchentes para todos.  


a água limpa é vida mesmo  quando ela causa mortes e destruições pela sua força

Portanto está na hora de todos os habitantes fazerem sua parte para que as coisas não se venham acontecer com mais facilidade e agravamento nos próximos eventos da natureza. O próprio homem constrói a sua autodestruição ao longo dos tempos de forma silenciosa, mas feroz, tudo em nome do desenvolvimento não sustentável. A natureza começa responder altura ao grande descontrole do homem, sobre a própria destruição sofrida pela natureza, promovida pela ganancia, desleixo ambiental. Em muitos casos em nome do lucro a qualquer preço. Ou mudamos a nossa relação de conservação e o bom uso dos recursos naturais ou a própria natureza acaba em pouco tempo a ganância e a prepotência do homem.  

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

A quinta sinfonia de Beethoven.

Beethoven e a quinta sinfonia.Beethoven compôs suas obras musicais eruditas na liberdade quebrando velhos paradigmas. O grande gênio da música clássica erudita Ludwig van Beethoven alemão nascido na cidade de Bonn em 1770 e faleceu em 1827 aos 56 em Viena. Um dos grandes compositores do estilo musical erudito, onde no conjunto de sua obra impera a liberdade, ele escrevia suas composições, suas obras quebrando velhos paradigmas da música clássica abrindo novos horizontes para a música erudita.

Você já rotulou alguém de burro?

Esta atitude é preconceituosa, machuca o sentimento de outrem, pare com isso.
Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas tem uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.  Esta expressão preconceituosa já feriu e continua ferindo o sentimento de muita gente. Atualmente o preconceito vem sendo praticado de maneira escancarada, e com muito mais força, do que em outras épocas. A hostilidade entre as pessoas sempre existiu de forma velada no país, mas agora está passando dos limites nas redes sociais. Provavelmente em certos momentos da vida, alguém já o chamou de “burro”, na pura intenção de ofe…