Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

O Muro da Mauá: Sentinela de Porto Alegre entre Memória e Futuro

  A majestade do Muro da Mauá protege Porto Alegre desde 1974. A Rodoviária de Porto Alegre, alagada pelo enchente do Guaíba, em 2024. O Muro da Mauá , majestosamente erguido entre o Cais Mauá e a Avenida Mauá, no coração de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, ostenta algo muito além de sua imponente estrutura de concreto. Sua história, entrelaçada com as águas revoltas do Rio Guaíba , iniciou-se na década de 1970 como resposta à devastadora enchente de 1941 . Hoje, este gigante de concreto se ergue como guardião da cidade, enfrentando os desafios climáticos e preservando a memória coletiva. Mais que proteção contra enchentes: um marco histórico e social Embora sua função primordial seja proteger a região central da cidade de inundações causadas pelo Guaíba, o Muro da Mauá assume um papel muito mais amplo: Desenvolvimento urbano: O sistema de diques e comportas associado ao muro possibilitou o desenvolvimento seguro de áreas adjacentes ao rio, impulsionando o crescimento da cidade. Valor

A verdade é uma atualização necessária em tempos de mentira.

 

A verdade é como uma bússola: a busca torna-a mais importante do que nunca.


A imagem representa a busca incessante do ser humano pela verdade. Os caminhos entrelaçados simbolizam as diversas opções e desafios que encontramos em nossa jornada. A figura hesitante demonstra a dificuldade em discernir o certo do errado e encontrar o caminho correto. A luz brilhante ao fundo representa a verdade como um objetivo final, que nos guia e nos motiva a seguir em frente.
O caminho em busca da verdade.


Em 2017, publiquei um artigo intitulado “A Mentira Precisa de um Dia”. Naquele momento, o debate sobre a proliferação de informações falsas e a perda de confiança nas instituições já estava acirrado. Passaram-se cinco anos e a situação se agrava significativamente. A desinformação, as notícias falsas e as mentiras descaradas se tornaram ferramentas frequentes para manipular a opinião pública, influenciar as eleições e plantar o caos social.


      A mentira aumenta na era digital:

As redes sociais, com o seu ritmo acelerado e a lógica da virilização, aumentaram significativamente o poder da mentira. Algoritmos opacos e a ausência de filtros rigorosos permitem que conteúdos falsos sejam propagados com uma velocidade assustadora, atingindo milhões de pessoas em questão de minutos. A desinformação se torna uma epidemia, enquanto a verdade luta para se estabelecer em meio ao ruído.


Leia mais: A lenda da lagoa dos Barros: Entre Sombras e Segredos


Exemplos de como a mentira pode prejudicar a convivência social:


  • As mentiras sobre a pandemia de COVID-19 levaram à perda de vidas, à sobrecarga     dos sistemas de saúde e à continuidade da pandemia.

  • Mentiras sobre minorias sociais: A propagação de estereótipos e informações falsas alimenta a discriminação, o racismo, a misoginia e outras formas de intolerância.


  • Em campanhas eleitorais, a manipulação da informação e a disseminação de mentiras sobre candidatos e propostas políticas prejudicam a democracia e interferem no livre exercício do voto.


  • Recentemente, sofremos uma campanha de descrença em relação às urnas eletrônicas no Brasil. Essa insinuação sobre o sistema eleitoral fragiliza a confiança das pessoas nas instituições e pode levar à contestação ilegítima dos resultados das eleições, como visto recentemente no país. 


  • O Tribunal Superior Eleitoral agiu de forma rápida e veemente contra aqueles que plantaram essas dúvidas em relação ao sistema mais seguro e rápido do mundo.

  • A farsa da teoria da Terra plana: A crença na teoria da Terra plana, apesar de ser refutada por séculos de pesquisas científicas, é um exemplo de como a mentira pode ter um impacto negativo na sociedade. Essa crença pode levar às pessoas a rejeitarem os conhecimentos científicos básicos, dificultando a compreensão de temas relevantes, como as mudanças climáticas e a exploração espacial.


  • As mentiras sobre o aquecimento global: A negação da crise climática por grupos poderosos impede que sejam tomadas medidas imediatas para proteger o planeta e as gerações futuras.

 Leia mais: Aventuras de Pedro: Comédia na Capital das Sardinhas



 A verdade é um método terapêutico eficaz.

A verdade torna-se cada vez mais necessária para a sustentação de uma sociedade justa e democrática. É crucial defender o acesso à informação confiável, incentivar a educação crítica e fortalecer o jornalismo profissional.


 Considerações finais:


A luta contra a mentira não é tão simples, mas é indispensável para o progresso da nossa sociedade saudável. É preciso reforçar os mecanismos de verificação de dados, punir aqueles que propagam mentiras e, acima de tudo, desenvolver o senso crítico e o compromisso com a verdade.


 Alguns elementos novos foram introduzidos.

1. Debater a influência das redes sociais na disseminação de mentiras.

2. Apresentação de exemplos práticos de como a mentira afeta negativamente a vida social.

3. A preservação da verdade e o fortalecimento do jornalismo profissional são enfatizados.


Convite à reflexão:

Gostaria de convidar os leitores a refletirem sobre o papel da verdade em nossa sociedade e as ações que podemos tomar para coibi-la. A verdade é indispensável para a construção de um futuro mais digno, próspero e sustentável para todos.


A verdade é o guia que conduz ao caminho para um futuro mais promissor.

Na era “pós-verdade”, a verdade é mais relevante do que nunca. A desinformação e as notícias falsas representam uma ameaça à sociedade, mas podemos combatê-las com senso crítico, educação e apoio ao jornalismo profissional. A verdade é o princípio básico de uma sociedade justa e democrática. Sem ela, ficaremos à mercê de manipuladores e demagogos.


Cada um de nós pode fazer o seu melhor para defender a verdade. Tenha cautela ao compartilhar as informações, apoie fontes confiáveis e incentive a educação crítica. Juntos, podemos construir um futuro mais digno, promissor e sustentável para todos.


__________

Nota de referência:

A versão original do artigo pode ser encontrada em:

BARROS, Cícero. “A Mentira Necessita de um Dia?” analiseagora, 2 abr. 2017. Disponível em: https://www.analiseagora.com/2017/04/a-mentira-necessita-de-um-dia.html. Acesso em: 05 abr. 2024.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.