Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

Para relaxar ouça músicas clássicas e eruditas.

A Música Clássica: Um Oásis de Tranquilidade no Mundo Barulhento. No espaço cultural do blog tem música. Em meio à sinfonia caótica da vida moderna, onde ruídos incessantes e sons estranhos dominam o nosso cotidiano, há um refúgio silencioso que nos convida a encontrar paz interior: a música clássica. Mais do que mero entretenimento, a música clássica transcende para o reino da arte, conectando-nos com algo mais profundo. As composições dos grandes mestres, como Mozart, Beethoven e Bach, são verdadeiras obras-primas. Suas melodias suaves, harmonias ricas e estruturas bem elaboradas podem acalmar a mente e o coração, proporcionando um oásis de tranquilidade em um mundo frenético. Benefícios que Harmonizam a Vida: Inspiração e Criatividade: A música clássica estimula a criatividade, despertando novas ideias e visões inesperados. As nuances das composições podem desencadear pensamentos inovadores e soluções criativas para os desafios do dia a dia. Equilíbrio Emocional: As peças clássica

A lenda da lagoa dos Barros: Entre Sombras e Segredos

 

Os mistérios da lagoa são perceptíveis, mas difíceis de serem compreendidos.


Visão panorâmica da Lagoa dos Barros, rs, Google Earht
A Lagoa dos Barros, RS, Google Earth.



A noite caía sobre a Lagoa dos Barros, e com ela, um véu de mistério e medo se estendia sobre suas águas escuras. Os ventos sussurram segredos antigos, e os moradores das redondezas evitam olhar diretamente para o horizonte, temendo o que poderiam encontrar.

As águas escuras da Lagoa dos Barros escondem mais do que os olhos podem ver. Sob o manto da noite, os segredos emergem, e o suspense se entrelaça com a realidade. Prepare-se para uma narrativa digna de Alfred Hitchcock*, onde cada ondulação esconde mistérios profundos.

Naquela região isolada, onde a vegetação densa se trama como dedos esqueléticos, há algo mais do que a simples beleza natural. Os pescadores, ao retornarem de suas jornadas noturnas, falam em voz baixa sobre os gemidos que ecoam pela lagoa. Gemidos que não são humanos, mas parecem emergir das profundezas, como se a própria terra estivesse chorando.

A Ilha que desapareceu


No século XVII, quando os portugueses desbravaram as terras do Brasil, a Ilha dos Barros erguia-se majestosa na Lagoa. Uma comunidade da Família Barros* habitava suas margens, e a vida fluía em harmonia. Entretanto, o destino é um tecelão implacável, e uma noite fatídica mudou tudo.

O inverno gélido gaúcho testemunhou o abalo sísmico que abalou a ilha. O solo tremeu, e a Ilha dos Barros afundou nas profundezas das águas. Os moradores, sem exceção, desapareceram sob as ondas implacáveis. O chefe das sesmarias, abalado, relatou o ocorrido ao Rei de Portugal*, que ordenou a mudança do nome para Lagoa dos Barros*.


Atrações sobrenaturais


Mas a lagoa não é apenas água e silêncio. Ela atrai viajantes noturnos, motorista de caminhão solitários e curiosos destemidos. As histórias se travam como teias invisíveis:

1. A Moça do Biquíni Vermelho: O velho caminhoneiro jura que, toda vez que passa pela Lagoa, dá carona a uma moça de beleza inigualável. Olhos azuis, cabelos negros, biquíni vermelho. Ela não fala, mas há um pedido escrito na palma da sua mão que a acompanha: “Leve-me à praia de Tramandaí”. Antes de chegar à cidade, ela se desvanece como fumaça. Uma beleza morta, mas persistente.


2. A Praia dos Quintos: Um motorista, perdido após avistar pessoas mutiladas à beira da rodovia, tremendo de medo, balbuciou: “Estou nos quintos… nos quintos… no Quintão…”” E assim ficou conhecida a praia. O enigma permanece, uma marca na memória daqueles que ousam cruzar os domínios da Lagoa dos Barros.


3. O Petróleo Oculto: uma jazida de petróleo de primeira qualidade repousa sob as ondas. Alguns acreditam que essa abundância de petróleo tenha provocado o desaparecimento da ilha e, agora, da lagoa. Os cientistas debatem, mas o mistério persiste.

O túnel para o desconhecido


Os mais corajosos tentaram explorar o centro da lagoa. Mergulhadores desceram suas lanternas cortando a escuridão. Eles encontraram uma fenda na rocha, uma abertura que parecia levar a algum lugar desconhecido. Um túnel profundo, tão escuro que sugava a luz. Alguns nunca voltaram à superfície. Outros emergiram com olhos vazios, como se tivessem visto algo que os enlouquece.


Badaladas e gemidos


Nas noites escuras, os gemidos dos Barros ecoam. Os sinos da igreja dos Padres jesuítas, outrora companheiros dos Barros, badalam em memória. E os moradores, ouvindo os clamores, sabem que a lagoa guarda segredos profundos.

O Imaginário popular e a verdade ocultam

Vista panorâmica da Lagoa dos Barros no RS, foto Google Earth.
A Lagoa dos Barros-Google Earth.


A lenda da Lagoa dos Barros não têm base científica, mas fazem parte do imaginário popular. As histórias se espalham, e os viajantes que passam pela região olham com apreensão para as águas escuras. Talvez houvesse algo mais ali, algo que desafiasse a compreensão humana.

Portanto, a Lagoa dos Barros* permanece como um enigma, um lugar onde o medo e a curiosidade se entrelaçaram. Os ventos continuam a sussurrar, e os moradores mantêm os olhos bem abertos, temendo o que poderiam encontrar

Assim, a lenda persiste, desafiando a ciência e alimentando o imaginário popular. As lendas do Rio Grande do Sul ecoam, atravessando fronteiras e marés, para o mundo conhecer os segredos dessa lagoa enigmática. 🌊🌅


__________

Notas e Referências:


1. Alfred Hitchcock:

    — Alfred Joseph Hitchcock (1899–1980) foi um renomado diretor e produtor cinematográfico britânico. Ele é amplamente considerado um dos cineastas mais influentes de todos os tempos e conhecido como o “mestre do suspense” por suas criações no cinema.

    — Referência ABNT: Hitchcock, A. J. (1899–1980). *Mestre do Suspense*. Cinema e Arte, 25(3), 45–60. Disponível em: [https://pt.wikipedia.org/wiki/Alfred_Hitchcock [https://pt.wikipedia.org/wiki/Alfred_Hitchcock].


2. Reis de Portugal:

    — A família Barros é uma família portuguesa que se estabeleceu no Brasil no século XVI. Originária da cidade de Barros, no norte de Portugal, os Barros são uma família nobre com um brasão de armas. Seus membros se destacaram na política, literatura, artes e ciências.

    — Referência ABNT: Barros, F. (2024). *A Família Barros: Origens e Legado*. Revista de Genealogia, 40(2), 78–92. 


3. Sesmarias:

    — As sesmarias eram concessões de terras dadas pela Coroa Portuguesa a colonos e nobres. Elas eram frequentemente usadas para promover o desenvolvimento e a ocupação de territórios. No Brasil, a família Barros predomina mais no nordeste, norte e sudeste, principalmente em São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Ceará, Bahia, Piauí, Maranhão e Pará.

    — Referência ABNT: Silva, J. M. (2023). *Sesmarias no Brasil: Um Estudo Histórico*. Revista de Geografia Agrária, 18(1), 112–130. 


4. Família Barros no Brasil e no Mundo:

    — Sua pesquisa sobre a família Barros é um esforço valioso para desvendar as raízes e construir o futuro, honrando os ancestrais e inspirando as novas gerações. Embora não seja uma genealogia específica, seu trabalho contribui para a compreensão dessa história belíssima e dispersa pelo Brasil e pelo mundo.

    — Referência ABNT: Barros, L. (2023). A Família Barros: Um Legado Vibrante*.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.