Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

Os golpistas terão que aceitar os resultados das eleições de 2022.

Após a anúncio do candidato eleito, os golpistas foram para as rodovias.   Golpistas! Depois ao anúncio do candidato eleito, os golpistas foram para as rodovias.   Neste meu tempo existencial nunca vi eleições presidenciais contestadas, a não aceitação dos resultados das urnas no Brasil. Sempre presenciei o reconhecimento da derrota e os cumprimentos ao eleito e sobretudo, a normalidade democrática, em 2022 é exceção. Ainda nem havia terminado o fim da apuração das eleições presidenciais de 2022, os golpistas bloquearam as rodovias brasileiras. Tudo foi orquestrado porque a extrema-direita já previa a derrota.  Eles foram fazer protestos caricatos, criminosos e antidemocráticos contra os resultados das eleições presidenciais do segundo turno, eles não aceitam a vitória legitimada do Lula por mais de 60 milhões de votos. A esquerda foi derrotada em 2018 e a normalidade democrática continuou.   Em 2018 a esquerda foi derrotada e ninguém mandou fechar as rodovias do Bra

As eleições de 2022, as mais polêmicas; dos últimos tempos.

O palco da campanha política da direita é nas igrejas pentecostais.

 

A imagem nas cores do Brasil está inscrito: Eleições 2022.
Eleições 2022.


As eleições presidenciais de 2022 já entraram para a história como as mais polarizadas e conturbadas dos últimos tempos desde a redemocratização até os dias de hoje. As eleições presidenciais de 2022 se transformaram, em palco de debates teocráticos da extrema-direita, na má intenção de manipular pessoas ingênuas e garantir votos neste pleito conturbado e polarizado.

Contudo, essas manipulações ocorrem principalmente, sobre aquelas pessoas que infelizmente são doutrinadas pelas suas religiões, a fazerem isso ou aquilo e se não fizerem como os seus chefes querem, geralmente são excluídas de suas comunidades religiosas. Geralmente essas truculências acontecem nas igrejas pentecostais, porque a maioria tende a serem extremistas em suas doutrinas e no âmbito da política são de extrema-direita.

É triste, entretanto, as igrejas estão sendo usadas por pastores extremistas.

 

Na história das eleições do Brasil a força das igrejas pentecostais é enorme e prejudiciais à democracia da nação já fragilizada. Contudo, o poder dessas igrejas que misturaram as suas doutrinas com a política, somente tem uma intenção de perpetuar a presença da direita no governo. Muitos pastores não são escrúpulos de transformarem seus púlpitos em palco ou palanque de campanha para a extrema-direita do país.

Este comportamento abominável é constante na grande maioria destes templos que utilizam do Sagrado para tentar eleger seu candidato que se diz evangélico a permanecer no poder.

 

Antigamente era algo que jamais se aceitaria se fazer dentro dessas igrejas e a partir de 2018 a 2022 a presença da religião na política somente se intensificou é a teocracia a moda brasileira. Como resultado ruim se formou no Congresso Nacional do Brasil, a conhecida bancada evangélica, que é reconhecida como a ala do atraso e que representa e defende o atual governo que é a face de tudo há de mais atrasado neste país.

Entretanto, é uma vergonha para a comunidade internacional. Nestes últimos anos o Brasil somente entrou para as trevas porque tudo o que há de conhecimento é cortado. Os cortes para a educação são dramáticos, a tendência é as universidades fecharem as portas porque não há como manter abertas por falta de recursos.

 

 

Na campanha presidencial, a direita pronunciou   o Santo Nome de Deus em vão.

 

Nunca numa campanha eleitoral se pronunciou tanto o Nome Santo de Deus em vão. Isso é uma situação muitíssimo preocupante porque essa mistura da religião com política, na simples má-fé, para as pessoas votarem em candidatos de dados da extrema-direita deste país. Este candidato extremista de direita, se apresentam a população como santo, até cita, passagens das Sagradas Escrituras para convencer os eleitores a votar nele, em vez de apresentar propostas concretaras para retirar o país da crise econômica na qual se encontra.

Contudo, é um absurdo que isso esteja acontecendo nas igrejas de todo Brasil principalmente nos templos evangélicos.

 

Não obstante, as pessoas que são da geração mais antiga sempre viveu toda existência e acompanhou muitas eleições, entretanto, nunca viu nada parecido como agora. São comportamentos estranhos onde há desvios de funções. Evidente, que o correto é, quem é pastor pastoreia as suas ovelhas. Proclame a Palavra de Deus de acordo com os princípios teológicos e que é político, que permaneça, no seu campo especializado em fazer política arte, se não sabe como se comportar decente, então a deixa para quem sabe. Contudo, não use as religiões para ganhar votos, não faça da campanha eleitoral uma teocracia de quinta categoria, mas respeitem a vontade da população como é a essência da democracia.

 

Em outros momentos se revela quem ele é de verdade uma pessoa de um linguajar chulo, torpe, não respeita ninguém, não admira as mulheres, não as demais regiões do Brasil, é truculento com os jornalistas e com todos que são contrários ao seu pensar atrasado.

Contudo, é uma pessoa de dupla personalidade, uma hora se apresenta como um santo e na maioria das vezes com a pior linguagem chula que envergonha a quem tem estômago para ouvi-lo falar.

Atualmente o Brasil vive tempos estranhos.

 

Portanto, pode, crê! Realmente se vive viver tempos estranhos, entretanto, não se deve aceitar este tipo de comportamento desse candidato da direita, que não respeita nenhuma religião. O desrespeito é tão colossal, que teve a audácia de ir às basílicas e santuários, somente de má-fé, para fazer campanha política e nada mais. Todavia, o candidato da extrema-direita é simplesmente uma pessoa totalmente insensível, a questão espiritual da população, a qual deve ser respeitada e jamais profunda debochar da fé das pessoas para ganhar votos, isso é uma vergonha.

O tumulto dos bozonaristas  que ocorreu na Basílica de Aparecida, em São Paulo, foi um ato repudiável, que ninguém de nenhuma religião poderá aceitar.

Entretanto, está na hora das pessoas abrirem os olhos e perceber que este cidadão que está concorrendo ao cargo tão importante com o de chefe da nação, contudo, não respeita a questão religiosa da população brasileira!

 

As eleições de 2022 realmente se transformaram numa teocracia interesseira e vergonhosa, e todos devem repudiar verbalmente, esse comportamento abusivo deste candidato que não respeita os limites das leis, da Constituição e das religiões da população do Brasil.

 

Está na hora da população dar um basta nisso, através do autêntico, do poderoso e do mais sublime ato de votar. É o grande instrumento da democracia que todos os eleitores e eleitores têm em suas mãos para transformar tudo o que está errado no Brasil.

Todavia, é hora de todos, os brasileiros repensarem os seus votos, isto é, aquelas pessoas que ainda estão indecisas em quem vão votar, então, decidam, nunca escolher uma pessoa que não respeita ninguém, as mulheres, os jornalistas, a população humilde e os locais das celebrações católicas.

 

Vocês viram o que eu o candidato de direita fez nestes dois locais religiosos na ânsia ou provocação de fazer campanha, compareceu a dois grandes lugares de concentrações de católicos, sem ser convidado: primeiro foi ao Círio de Nazaré em Belém do Pará. Neste 12/10 na Basílica de Nossa Senhora Aparecida do Brasil, no município do Norte, Estado de São Paulo.

 

Todas viram a confusão vergonhosa que foi feita entre os adeptos deste candidato e as pessoas católicas que estavam assistindo a missa naquele momento solene. Isso é, inaceitável acontecer brigas e provocações no templo religioso. Não se pode misturar a campanha eleitoral com celebração da Padroeira do Brasil, basta! Está na hora de pôr um ponto final nessa falta de respeito à fé da população Católica do Brasil. Vá fazer campanha nas ruas e praças e não dentro das Igrejas; isso é profanação!

A população dará um basta no dia 30 de outubro de 2022.

 

Todavia, este ponto final, será dado no dia 30 de outubro de 2022, onde a população brasileira plena liberdade do direito de votar, irá se lembrar de tudo isso e eleger o candidato Luiz Inácio da Silva, como Presidente da República.

O (Lula), este sim, sabe respeitar as pessoas e principalmente todas as religiões do país. Entretanto, é hora de repensar e não se deixar usar por essa pessoa que se passa de boa, mas é mal. É o legítimo "lobo vestido de cordeiro''! Não se iludam e nem se deixem enganar porque nestes quase 4 anos de desgoverno foi puro sofrimento e dor, desemprego, fome e miséria, mortes e desrespeitos com as famílias das vítimas da pandemia da COVID-19 foram 4 anos de amargura e retrocesso para o Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.