Pular para o conteúdo principal

Brasil tem 100 mil mortes de covid-19.

Agosto no Brasil tem o marco de 100 mil mortes.

O vírus da covid-19 visto a partir das lentes dos microscópios. Ele  tem o formato ou perfil de uma coroa,  daí vem esse nome de coronavírus. É  pertencente a família do coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2)
O vírus da covid-19 visto a partir das lentes dos microscópios.
O dia 08/08/20 véspera do domingo de homenagem aos pais é infelizmente o mais triste. O Brasil atingiu os números macabros, de mais de 200 mil mortes de pessoas; na era bozonarista.  Essas mortes foram em decorrências das contaminações da população com novo coronavírus; da covid-19.

O governo bozonarista nada fez para conter o avanço do vírus entre a população. Pelo contrário, o governo fez de tudo para disseminar o vírusSars Cov-2 no país, negando a pandemia, além de desrespeitar as normas de proteções e de combate a pandemia, fez isso de todas as formas. 

Contudo para reforçar o descaso, fez escárnios de todas as maneiras e revoltantes para com a vítimas da covid-19. Esses deboches revoltaram todos os brasileiros atingidos ou não, e certamente o mundo inteiro.

O ritmo das mortes iniciou em março de 2020.

Esse ritmo macabro de mortes iniciou com a primeira vítima em 12 de março de 2020, a cidadã de São Paulo e desde então, essa tragédia humana não parou mais e não há data para o fim. 

O Brasil tem um governo contrário a vida, esse governo está interessado na permanecia do poder, ainda que marcado pela a assombração da morte e não pela a alegria da vida. Não está preocupado com nada para conter o avanço do coronavirus. Desde o iniciou foi assim e continua da mesma forma, a frieza com a vida é impactante e o cinismo com a morte por covid-19 é assustadora. 

A covid-19 causa dor e sofrimento na sociedade.

A pandemia impactou a sociedade e principalmente quem perdeu seus entes queridos. O sofrimento de luto no país é sem precedentes na história e principalmente nas vidas das famílias que foram diretamente atingidas. Os familiares nem puderam participar dos momentos finais fúnebres, para evitar a contaminação do vírus nos cemitérios.

Esse impacto não só permanece nas mortes, mas há outros desdobramentos os econômicos, onde muitas empresas quebraram e os empregos sumiram. Os desempregados no Brasil na pandemia são exagerados; já estão no topo de 12 milhões. Todavia o governo simplesmente não faz absolutamente nada, para a geração de novos postos de trabalho e nem facilitam empréstimos para os pequenos, médios e grandes empreendedores recomeçarem seus negócios. Muitas famílias já começam a passar fome porque não há mais dinheiro para comprar comida e pagar as suas contas. O sofrimento é duplo para toda a sociedade brasileira. Além de perderem seus entes queridos, sofrem com a dor do desemprego e da fome.

A má vontade do governo de auxiliar a população.

Com muita má vontade o governo sob pressão do Congresso desse auxílio emergencial, que é uma tortura para receber quem tem direito. E depois quando terminar esse auxílio emergencial para as famílias durante essa pandemia todos permanecerão na rua da amargura ou será que o governo fará alguma coisa para ajudar.  Pela sua má vontade eu penso, que não fará nada, a não ser que o Congresso faça pressão para ajudar a população.

Esse é o país da era bozonarista, repleto de mortes, dor e muito sofrimento. Os dados da pandemia em 08/08/20. Atualmente são 100.543 mil de pessoas mortas e pessoas infectadas, confirmados já são 3.013.369, três milhões, treze mil e trezentos e sessenta e nove pessoas infectadas, neste dia o mais triste da história do Brasil. A nosso total condolências às famílias que perderam seus entes queridos para a covid-19 do Brasil e do mundo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.