Pular para o conteúdo principal

O movimento dos patrões e não dos caminhoneiros, revelou o caos do Brasil e a força do povo.

O caos do país e a força do povo é revelada pelo movimento patronal, atribuído aos caminhoneiros.

A imagem diz:do golpe ao caos político,social e econômico no Brasil.
É visível em todo o país que este caos tanto na política, quanto na economia e na sociedade brasileira, é sem dúvida mais um efeito negativo do golpe de 2016; o mais sórdido da história recente do Brasil.  Já se passaram algumas semanas do movimento dos caminhoneiros que não foi deles, mas dos seus patrões, porém nada mudou, nem para os trabalhadores caminhoneiros e nem para a sociedade em geral. E o caos na política abusiva, dos reajustes em efeito cascata de tudo, a partir dos combustíveis, é uma realidade social preocupante e contínua; sem data para terminar.

Apenas esse movimento patronal de direita, serviu para revelar o caos em que os golpistas levaram o país. Um caos em todos os setores e a impressão que permanece é que simplesmente está tudo iniciando e muita coisa de mal ainda está porvir, principalmente em relação a economia brasileira, onde se vive uma crise, sem precedentes.

Em meio a toda a essa confusão algo de positivo, veio átona, a força do povo que está em estado de paralisia, porém necessita que alguém, precisa iniciar a chutar o balde da inércia popular, como sinal para despertar da acomodação e partir para reações duras contra tudo o que há de ruim no Brasil. É imprescindível que  todos possui uma enorme força e é urgente,  voltarem a reconhecer que pode caminhar com suas próprias pernas e   forças. A população necessita ir para as ruas e encher todos os espaços possíveis para dizer basta, para essa administração golpista que já ultrapassou todos os limites; de explorações da nação em todos os setores sociais.
Ninguém suporta mais tantos reajustes, dos preços, em tudo; sem previsão de uma política salarial séria. Em vez de aumentar o salário mínimo nacional querem diminuir sem nenhum escrúpulo. Antes acenavam com R$ 1002,00 (mil e dois reais, agora preveem uma diminuição para baixo que ficaria em R$ 998,00 (novecentos e noventa e oito reais) um verdadeiro deboche dos golpistas para com a nação brasileira.

Os patrões usaram os caminhoneiros e não adiantou em nada a situação   dos transportadores das riquezas do país.

A imagem mostra uma tabela digital dos preços dos combustíveis.Tabela desatualizada.
Os caminhoneiros foram usados pelos patrões para que eles servissem de cobaias, aos seus caprichos patronais, egoístas, gananciosos e além de outros ocultos, atrelados a servirem aos interesses da direita golpista.  Os caminhoneiros como categoria foram os que mais saíram perdendo, porém em meio a toda essa confusão, esse movimento estranho revelou de maneira clara o caos no qual se encontra o Brasil. 

Hoje o Brasil se encontra em uma realidade totalmente voltada para o caos, a pobreza e a miséria do povo. Foi isso que os caminhoneiros trouxeram à tona para todos os brasileiros, que até então, pareciam que estavam em situação excelente. Em hipótese alguma   existe boa conjuntura social, política e econômica no país. Ao contrário se vive em estado de calamidade absoluta, uma situação que permanecerá durante toda a administração, desse governo golpista. É fundamental que todos os cidadãos, ficassem parados, de braços cruzados. Não esperar que essa ou aquela categoria de trabalhadores possa se manifestar e entrar em greve por tempo indeterminado, mas toda a sociedade parasse, para   mudar essas circunstâncias péssimas do país.

 É fundamental a união de todos para reverter esse quadro incomum de situação totalmente contrária aos interesses da população brasileira. Não adianta querer fazer revoluções diante das redes sociais. É necessário que todos saiam da sua zona de conforto e lotarem às ruas para fazer grandes passeatas, grandes manifestações volumosas todos os dias e em pontos estratégicos, em todo o país e exigir o fim dessa política criminosa de reajuste dos preços dos combustíveis.

 Os trabalhadores infelizmente não recebem mais salários dignos em relação a venda dá suas forças de trabalho.  As suas forças de trabalho são valiosas, todavia precisa também remuneração justa ao seu esforço de trabalho. Tão-somente assim todos terão uma vida digna e com qualidade.  O movimento despontou essa situação cruel, agora precisa-se de ações enérgicas, para acontecer mudanças.

É necessário também se preservar as eleições de 2018, que ocorrerão em outubro próximo. Para a democracia sair das urnas fortalecida, através   dos votos dos brasileiros. Todos os cidadãos e cidadãs tem a obrigação de valorizarem seu voto, a arma mais poderosa que existe nas democracias. A vontade do povo agora anseia por isso, um Brasil melhor e   equidade Social, ou seja, justiça social para todos.

Apesar de não ter sido um movimento dos motoristas de caminhões, mas dos patrões ocorreram pontos positivos e negativos.

Uma rodovia do Brasil, vazia na época do movimento esquito dos patrões.
O movimento desorganizado e tendencioso, dos caminhoneiros, nada obstante dos patrões, teve sim, alguns pontos positivos e negativos a serem destacados.  Entre os pontos positivos. Mostrou a ponta do iceberg do desgoverno em que está o país, e a incompetência do governo golpista; para resolver os problemas do Brasil. Provou, que uma categoria ou o povo unido tem poder e força para tudo que vier a sua frente.  Mesmo com toda uma ausência de pauta de reivindicações claras e muitas confusões, os caminhoneiros pararam o Brasil.
Ponto negativo, se de fato esse movimento tivesse partido do sindicato da classe e não por iniciativa patronal, não teria se configurado de locaute (lockout) e finalmente todos perderam, além dos enormes transtornos a sociedade. Se esse movimento estranho, não tivessem cedido às pressões e a negociação descabida, como aceitaram, com efeito zero, para a classe e a população, o país pararia completamente e assim eles teriam até sido atendidos, em suas reivindicações e recebido o apoio total da população. Outro ponto positivo desse movimento foi a queda do ministro vendilhão da Petrobrás a preços irrisórios as multinacionais. 

Se de fato fosse uma greve forte, e de iniciativa bem organizada da classe, o governo golpista teria sim, reconhecido a força que tem a nobre classe trabalhadora dos transportes de cargas. Ainda que, de uma forma torta, eles conseguiram sim, parar esse governo do mal; durante 10 dias. E tranquilamente, se não houvesse a desistência da luta até o fim, esse movimento esquisito, levaria a deposição em pouco tempo; desse governo filho do golpe.
Mais outro ponto negativo: faltou, organização e inciativa dessa classe de trabalhadores das rodovias brasileiras, que fazem escoarem as riquezas do país. Entretanto, ficou nítido a desorganização e principalmente a participação patronal no movimento, em função disso, em vez deles lutarem pela dignidade dos seus salários, e pressionar o governo para fazer baixar em geral os preços de todos os combustíveis; incluindo o gás de cozinha. Eles partiram para a divisão e outras lutas e esqueceram-se dos seus direitos, foi assim, que se notabilizou esse movimento estranho.

A divisão entre eles era nítida, enquanto alguns pareciam levarem a sério, outra parte exigiram a intervenção militar algo totalmente inconveniente, para um movimento que nem sabia, se era grevista ou apoiadores da ditadura, um contrassenso. O governo ilegítimo obviamente atendeu com todo o prazer o pedido dos que desejavam a foça e em pouco tempo as forças militares estavam nas rodovias. O único pedido atendido imediatamente foram os militares nas estradas; ponto final. 
Todos saíram com uma mão na frente e outra atrás, foi mais fácil terminar com o movimento dos caminhoneiros do que retirar “doce das mãos das crianças”.  Porém, em função dessa pequena demonstração desses bravos trabalhadores, que foram manipulados, veio à tona a situação de fragilidade governamental em que se encontra a atual administração golpista. 
Em vez de negociar decentemente, colocou as forças armadas para agir contra os trabalhadores. Típico de um governo fraco, que desconhece a nobreza da negociação, mas reconhece a brutalidade da força, do poder dos tanques.

Comentários

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu comentário é muito importante para nosso trabalho.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Você já rotulou alguém de burro?

Atitude preconceituosa, feri o sentimento de outrem, é ruim para o convívio social.Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas tem uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

A quinta sinfonia de Beethoven.

Beethoven e a quinta sinfonia.Beethoven compôs suas obras musicais eruditas na liberdade quebrando velhos paradigmas. O grande gênio da música clássica erudita Ludwig van Beethoven alemão nascido na cidade de Bonn em 1770 e faleceu em 1827 aos 56 em Viena. Um dos grandes compositores do estilo musical erudito, onde no conjunto de sua obra impera a liberdade, ele escrevia suas composições, suas obras quebrando velhos paradigmas da música clássica abrindo novos horizontes para a música erudita.