Pular para o conteúdo principal

As mulheres são as verdadeiras heroínas.

As mulheres são as heroínas de todos os tempos, são indispensáveis na vida de qualquer homem.

Flores para as mulheres as heroínas da história. 
O dia 8 de março nasceu a partir das heroicas e históricas lutas das mulheres entre o fim do século XIX e o início do século XX. Entre tantas manifestações a mais cruel foi   no dia 25 de março de 1911, às 5 horas da tarde, quando ocorreu o incêndio na fábrica de tecidos a Triangle Shirtwaist, em Nova Iorque e vitimou 146 trabalhadores. Entre os mortos 125 mulheres e 21 homens, na maioria judeus.  
Em todo o mundo esse dia não pode passar despercebido sem falar das lutas das mulheres e ao mesmo tempo homenagear essas guerreiras de todos os tempos.

Atualmente as mulheres, principalmente na família e em todos os setores da sociedade, elas são as grandes lutadoras. Hoje e sempre as elas brilham, tem voz de comando, desde o menor núcleo celular que é a família; até os mais altos cargos de comando em vários países e sociedade contemporânea.

Nunca se poderá esquecer as mulheres atuantes no campo político.   Elas sempre apresentaram este brilho de luta na história e hoje se evidenciam na sociedade contemporânea, com mais participações e atuações nas suas comunidades e sociedades locais.
Praticamente, as mulheres passaram apagada na quase totalidade da história da humanidade. Em certos momentos e em algumas civilizações as mulheres serviam apenas para procriar. E em alguns casos como objetos de prazeres sexuais para os homens; uma crueldade e uma atitude abominável.  Meramente foram aniquiladas pela fúria machista que perdurou por longos séculos de escravidão dos homens sobre as mulheres.

Infelizmente na sociedade contemporânea tem homens machistas, covardes e usam de violência contra as mulheres.

Para averiguar essa cruel realidade dos homens machistas sobre as mulheres, façam uma boa pesquisa com os principais historiadores e certamente se chegará a essa infeliz comprovação de que todos os historiadores apresentaram as mulheres como figuras marginalizadas na história. Uma realidade que lentamente vem ocorrendo transformações importantíssimas para todas as mulheres do Brasil e do mundo.
Primeiro por que os grandes manuais de história e das demais ciências foram escritos até um determinado período da história sob o controle do homem, logo impera seu poder preconceituoso e sua força machista sobre as mulheres. Nem poderia ser diferente devido à sufocação da ditadura masculina. Em segundo lugar se pode também presenciar o fato das mulheres serem constituídas vítimas, e sempre massacradas em todas fases da história. Os homens covardes sempre abusaram da aparente fragilidade feminina. Porém, muitos homens de atitudes brutais e   covardes, souberam impor sem escrúpulos, uma depreciação histórica, sobre as mulheres; que deixaram marcas irreparáveis até os dias atuais.

Mas como tudo na vida tem seu momento de transformação. As mulheres conseguiram também romperem, com estes círculos de brutalidades nos   relacionamentos entre o sexo oposto. No entanto, com muita luta conseguiram construir o seu lugar de destaque na história. Isto tão-somente foi possível graças as suas ações e principalmente com fortes   combates, através da comunhão dos mesmos sentimentos e união entre as mesmas. Assim   se gerou esse processo de controle, até construir demarcações inabaláveis rumo à libertação do império masculino.

A vitória das mulheres contra a violência dos homens covardes foi adquirida com muitas lutas.

Como podem perceber que a libertação das mulheres tem uma longa e árdua caminhada, recheadas de muitos duelos, derrotas, mas as pequenas vitórias a cada momento, a cada passo dentro da história fizeram delas grandes vencedoras.

Percorrendo a estrada da história se apreende que as mulheres conquistaram seu dia de celebrações, protestos e até chegar a serem respeitadas no mundo inteiro. Elas levaram muitos séculos desde os primeiros movimentos iniciados por volta da primeira Guerra Mundial, marcando assim a revolução de 1917. Passando por diversas etapas marcantes, contraíram deliberações através da revolução feminista, onde de fato as mulheres sedimentaram suas conquistas até os dias atuais. Mas um fato que define a luta feminista é sem dúvida, foi a greve das 130 mulheres que reivindicavam condições dignas de trabalhos e vida melhores. Infelizmente todas foram tragicamente assassinadas com uma brutal violência, sendo estas, trancadas em uma fábrica de tecidos em Nova Iorque, criminosamente incendiaram a fábrica e todas morreram carbonizadas expressando uma cruel desumanidade sem precedentes. 
Existem contingentes de fatos na história relata a repressão violenta contra as mulheres. Infelizmente de maneira omissa os livros de história, não a devida importância a este fato sangrento sobre as mulheres heroínas daquela época. É o império   do velho planeta machista que precisa ser eliminado nos dias atuais. Na atualidade as mulheres são brutalmente machucadas e até violentadas sexualmente por homens covardes e se justificam de doentes. Nunca se pode deixar de   enfatizar esses atos de violência doméstica, em todo mundo e são reiteradas constantemente. O mais dramático é que muitas mulheres agredidas e estupradas não têm coragem de denunciar o covarde agressor.

Mas agora chegou o momento de homenagear estas heroínas. pois elas merecem os louros de seus feitos que mudaram a direção da história. Hoje várias mulheres deram seu grito de independência e disseram não a violência e lutam por mais paz e espaços na política, salários justos, e igualdade de direitos. Em nosso país existem leis que protegem as mulheres. Contudo, ainda existe muito a ser realizado para conter os homens violentos (só contra as mulheres) e socorrer as vítimas da violência passional e outros tantos tipos de assédios, que as constrangem diariamente, seja em casa, na rua, transportes coletivos, no trabalho e nas redes sociais.

O Brasil se Destaca como uma lei moderna para proteger as mulheres, a bem conhecida pelos agressores das mulheres indefesas, a denominada Lei Maria da Penha. Sancionada  em Brasília, em 7  de agosto de 2006, esta lei “cria mecanismos para coibir a violência doméstica familiar contra a mulher, nos termos do § 8o do art. 226 da Constituição Federal, da Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres e da Convenção-Interamericana para Prevenir, Punir e Erradicar a Violência contra a Mulher; dispõe sobre a criação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra mulher; altera o Código de Processo Penal, o Código Penal e a Lei de Execução Penal; e dá outras providências” (fonte: D.O.U. de 07/08/2006)

É obrigação de cada mulher vitima de agressões denunciar o agressor as autoridades competentes.

A imagem diz: Paz entre mulher e homem.
Portanto, cabe a cada mulher que seja vítima de qualquer tipo de violência covardemente não permanecer no silêncio do medo, mas procurar seus direitos nas delegacias especializadas na defesa e proteção as mulheres do seu município.
Tanto o Mundo quanto o Brasil, as mulheres aos poucos estão assumindo seus espaços como cidadãs que sabem com sua sensibilidade feminina administrarem com competência, os seus lares, passando a assumir cargos de executivas dos conglomerados de empresas. 

Até chegarem as responsabilidades mais altas das administrações políticas do país. É o caso da nossa Presidente da República Dilma Rousseff, (ela foi deposta do poder com o um golpe parlamentar, num acordo de traições, ódio e preconceito de todos os golpistas e corruptos do Brasil, em 31/08/2016) e de tantas outras chefes dos executivos e legislativos onde existem mulheres no comando da nação, seja nos municípios e Estados da Federação da República.

Mas neste dia é importante todos prestarem homenagens e parabenizar as mulheres do Brasil e do mundo, desde a mais humilde até a que se destaca entre as outras através de sua influência e autoridade em todos os campos do conhecimento humano.

Imperativo advertir que uma casa sem mulher é uma casa fosca, sem brilho.

É a mulher que dar alegria, luz, a vida a qualquer lar. Uma casa sem um comandante, sem um toque feminino, é uma casa, que vive mergulhada na escuridão sem a sutileza do amor e do carinho feminino. Ela resplandece diante das dificuldades, se tornam menos problemáticos. E diante de um sensível e sábio diálogo elas sempre encontram soluções para os problemas que parecem serem mais difíceis, mas as mulheres fazem iluminar saídas para quaisquer problemas.
 O dia Internacional da mulher não deve ser exaltado só em 8 de março, mas é fundamental notabilizar todos os dias das vidas das mulheres. E, principalmente, a esposa fiel, companheira, lutadora de todas as ocasiões, que respeita e ajuda mutuamente nos bons e nos maus momentos, porque viver junto é viver em constante cooperação em quaisquer circunstâncias da vida. Quero dedicar esta matéria a todas as mulheres do mundo. Em especial, ao meu grande amor da minha vida que sempre esteve, está e com certeza estará, na parceria comigo, na luta diária, com muita garra, amor e altivez, você minha linda.
FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER!

Comentários

  1. Excelente artigo
    Musica maravilhosa de ChicoBuarque

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa belíssima composição do mestre Chico Buarque é bem apropriada para esse dia de homenagens as mulheres. Em meu blog me atrevi fazer uma analise dessa linda música https://www.analiseagora.com/2015/12/a-musica-do-brasil-no-blog-analiseagora.html Boa noite, beijos.

      Excluir
  2. Parabéns Cícero, já está compartilhado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado meu caro amigo é uma grande satisfação ter-lo como seguidor do meu blog. Boa noite e um forte abraço!

      Excluir

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu comentário é muito importante para nosso trabalho.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Você já rotulou alguém de burro?

Atitude preconceituosa, feri o sentimento de outrem, é ruim para o convívio social.Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas tem uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

A quinta sinfonia de Beethoven.

Beethoven e a quinta sinfonia.Beethoven compôs suas obras musicais eruditas na liberdade quebrando velhos paradigmas. O grande gênio da música clássica erudita Ludwig van Beethoven alemão nascido na cidade de Bonn em 1770 e faleceu em 1827 aos 56 em Viena. Um dos grandes compositores do estilo musical erudito, onde no conjunto de sua obra impera a liberdade, ele escrevia suas composições, suas obras quebrando velhos paradigmas da música clássica abrindo novos horizontes para a música erudita.