Pular para o conteúdo principal

Meu amor é singular.

Os motivos para nascer o amor são muitos.

 

A imagem de fundo desfocada, mas aparecem vários corações o símbolo do amor. Ao lado tem a frase: Pretextos para iniciar uma história de amor.
Pretextos para iniciar uma história de amor. 


O primoroso amor nasce,

do primeiro olhar.

É uma atração arrebatadora.

Da primeira conversa.

Do tropeço, surgem

olhares relâmpagos,

devastadores de corações.

 

Com licença!

Posso te ajudar ajuntar

as coisas que caíram? Pode!

A resposta positiva será,

o início da história,

de um grande amor.

Assim é o amor singular!

 

Não há outro, igual o meu amor,

entre tantos amores.

Existe amor e os amores.

O amor verdadeiro é único,

incomparável.

Os amores são levianos, fugazes

semelhantes à fumaça no ar.

O autêntico amor,

é forte e afetuoso;

diante das

 circunstâncias existenciais.

Para o bem-quer verdadeiro,

não existem distâncias,

que separe este puro amor.

Quem ama sabe superar

juntos os dias ruins!

Festejar os dias bons.

No amor autêntico é assim:

os dois afastam as pedras,

as adversidades das relações.

Desviar dos abismos

é ciência exata, de

proteger o seu amor.

 

Alertar o outro do perigo

à frente!

É a cumplicidade do amor com ternura.

Ambos aceitam com

serenidade e fogem.

Correrem para um lugar seguro.

Nos braços do bem-quer.

Quem ama sabe como proteger,

distinguir

os defeitos e qualidades,

é necessário, andar junto,

nessa existência;

até onde ela permitir.

 

Segurar a mão do outro!

Caminhar juntos,

não importam os quilômetros,

as milhas,

voar sem medo,

mergulhar nos afagos.

Sussurrar ao ouvido,

palavras doces,

as quais brotam do coração.

 

Viajar, para longe ou perto,

andar a pé, de bicicleta,

carro, navio, trens,

e aviões tudo é útil,

para se aventurar na ternura.

 

Tudo é motivo para amar,

esquecer do tempo.

Naufragar com atitude,

nos apelos dos corações

apaixonados.

No amor singular,

não há tempo frio ou quente,

sempre existirá o porquê

de querer amar eternamente!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.