Pular para o conteúdo principal

Concessionária inicia trocas de postes de madeira para os de cimento.

Operadora inicia as trocas dos postes para prestar bons aos consumidores.

A imagem mostra os novos postes de transmissão de energia eletrica. 
A concessionária a segunda depois da privatização da antiga Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEE). Inicia um tímido trabalho de melhoramento das redes de transmissões de energia até os consumidores.
Ela tem a obrigação de aperfeiçoar a distribuição de energia e o atendimento aos usuários, é obrigação dela oferecer serviços de qualidade aos usuários pelos preços de ouro que todos pagam para se obter interruptamente energia. Geralmente, esse objetivo não é cumprido em função de vários fatores a ser corridos.  
Então ela iniciou essa tarefa básica que é a substituição dos postes podres de madeira, com uso há mais de vinte anos, para os postes de cimento. Porém apenas isso não é o suficiente para entregar serviços de sem por cento em qualidade aos consumidores de todos os níveis de consumo.
A concessionária de energia elétrica que substituiu a antiga, a mesma envolve 255 municípios o que representa 54% do total. E São aproximadamente 90.718 km² (34%) do território do Estado do Rio Grande do Sul. E certamente, o número dos usuários poderá ultrapassar os mais de sete milhões de habitantes.

A maioria das redes de transmissões de energia nas cidades do estado foram feitas com madeiras das árvores de eucaliptos e já apodreceram. Porém, quando ocorrem os temidos temporais acontecem as quedas em sequências destes postes de madeira em decomposição e trazem grandes transtornos e prejuízos para toda a população.
Esse péssimo serviço é uma vergonha para uma concessionária tão rica e exploradora dos clientes que pagam suas contas de luz religiosamente em dia, mas são abandonados ao relento em dias dos temporais.
Geralmente os habitantes da região Sul do Brasil sofrem, com os severos temporais; durante os meses propícios a esses eventos climáticos rigorosos. Quando ocorrem essas tempestades quem sofrem são todos os usuários das concessionárias que cobram um alto preço para levar a energia elétrica onerosa para as residências, as indústrias e comércios em geral.
Os usuários quitam as suas faturas em dia, mas em contrapartida não recebem serviço de qualidade na área de domínio para a transmissão da energia elétrica, para fazer a girar a indústria o comércio e a vida em geral da população de todos os municípios sob sua responsabilidade.

Não basta fazer a troca dos postes a manutenção permanente é fundamental para a qualidade dos serviços a ser entregues aos consumidores. 

Concessionária faz troca de postes de madeira por postes de cimento.
Atualmente o homem é dependente cem por cento da energia elétrica. Faltou energia, tudo vem a parar completamente. Somente as grandes indústrias, empresas de todos os ramos de negócios e serviços dispõe dos geradores de energia produzidos através do óleo diesel e quem não possuem este recurso, tem sérios prejuízos com a falta da energia vendida a preços de diamante aos consumidores. A operadora ainda é precária e não consegue resolver as demandas com agilidade e eficiência como deveria ser nesses momentos de eventos climáticos violentos. Estes episódios causam medo, destruições e existem até fatalidades em muitos desses casos provocados pela força do vento, queda de raios e árvores sobre as casas, indústrias, carros e etc.

Agora essa operadora que recém assumiu o controle e o gerenciamento da transmissão de energia elétrica em uma grande parcela da região de cobertura dessa sob seu gerenciamento; começa a entender a necessidade de prestar serviço de qualidade aos seus usuários. Ainda está a passos de tartaruga para e iniciar esse longo processo de prestar serviço de qualidade, através das coisas básicas que são substituições dos postes podres e colocar postes de cimento que são mais resistentes aos terríveis vendavais que muitas vezes vem em sequência e são destruidores. Porém, simplesmente a troca dos postes não significa que a distribuição de energia de qualidade estará imune as forças da natureza. É apenas uma prevenção por que dependendo da velocidade e das foças dos temporais nem mesmo os postes de cimento resistem a violência do vento e vão ao chão causando grandes estragos para toda a comunidade. Contudo, são raros os casos registrados, mas ocorrem por que o poder de destruição da natureza é incomensurável.

A manutenção das redes periodicamente para evitar blecautes inesperados são imprescindíveis. Contudo, para isso é necessário se dispor de robustos investimentos. Algo que a maiorias das concessionárias brasileiras não querem fazer. Elas somente pensam em faturar astronomicamente com os reajustes abusivos de preços da energia sob o aval do governo golpista brasileiro. Eles põem a culpa na falta das chuvas para abastecerem os reservatórios e fazer movimentar as turbinas das usinas hidráulicas geradoras de energia. Infelizmente, mesmo que ocorra dilúvios, os preços da energia não caem e nunca sai da tal bandeira vermelha. Uma espetacular forma de extorquir os consumidores de maneira legal. Porém, essas empresas   enriquecem de forma imoral pois são movidas a usura.  

Os consumidores que quitam as faturas onerosas de energia elétrica têm o direito de receber serviços de qualidade.

Portanto, quem paga todos os meses a energia mais cara do mundo precisa também de receber em troca serviços de padrão de primeiro mundo. Infelizmente essa realidade ainda está longe de ser alcançada por que simplesmente as concessionárias somente pensam em si mesmas e não nos consumidores finais. Sejam eles residenciais, iluminação pública, indústrias, serviços e comércio em geral.

Essa mentalidade de somente lucrar sem investir em qualidade, para atender bem os clientes, precisa ser mudada o mais rápido possível.
Essa mudança tão-somente irá ocorrer através da cobrança dos usuários sem cessar. Todavia é inconcebível que se pague um serviço de concessão pública oneroso e receba em contrapartida péssimo atendimento nas horas mais difíceis quando ocorrem eventos climático ruins e prejudiciais a toda a população.
Essas empresas têm que assumirem o compromisso de se prepararem com antecedência, visando os maus tempos do clima, para evitar os mais diversos tipos de sofrimentos da população nos momentos de infortúnios.
Elas se propuseram nos contratos de concessão, em atender bem e com respeito aos consumidores. Principalmente em razão do que elas recolhem em dinheiro, por que são altas somas mensalmente. Necessariamente tem que dispor de um amplo percentual dos altíssimos lucros para investimentos nas melhorias de transmissão da energia até o ponto de consumo.
A comunidade também tem o dever de cobrar melhorias permanente, dessas empresas que em   conspiração com o governo, e exclusivamente só pensam nos altos lucros e não em investimentos; para atenderem com excelência ao povo.

Comentários

  1. Boa noite
    Inclui este blog dentro do meu blog como um dos preferidos
    Ficou mais fácil para eu acompanhar as novidades

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu comentário é muito importante para nosso trabalho.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Você já rotulou alguém de burro?

Atitude preconceituosa, feri o sentimento de outrem, é ruim para o convívio social.Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas tem uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

A quinta sinfonia de Beethoven.

Beethoven e a quinta sinfonia.Beethoven compôs suas obras musicais eruditas na liberdade quebrando velhos paradigmas. O grande gênio da música clássica erudita Ludwig van Beethoven alemão nascido na cidade de Bonn em 1770 e faleceu em 1827 aos 56 em Viena. Um dos grandes compositores do estilo musical erudito, onde no conjunto de sua obra impera a liberdade, ele escrevia suas composições, suas obras quebrando velhos paradigmas da música clássica abrindo novos horizontes para a música erudita.