Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

Para relaxar ouça músicas clássicas e eruditas.

A Música Clássica: Um Oásis de Tranquilidade no Mundo Barulhento. No espaço cultural do blog tem música. Em meio à sinfonia caótica da vida moderna, onde ruídos incessantes e sons estranhos dominam o nosso cotidiano, há um refúgio silencioso que nos convida a encontrar paz interior: a música clássica. Mais do que mero entretenimento, a música clássica transcende para o reino da arte, conectando-nos com algo mais profundo. As composições dos grandes mestres, como Mozart, Beethoven e Bach, são verdadeiras obras-primas. Suas melodias suaves, harmonias ricas e estruturas bem elaboradas podem acalmar a mente e o coração, proporcionando um oásis de tranquilidade em um mundo frenético. Benefícios que Harmonizam a Vida: Inspiração e Criatividade: A música clássica estimula a criatividade, despertando novas ideias e visões inesperados. As nuances das composições podem desencadear pensamentos inovadores e soluções criativas para os desafios do dia a dia. Equilíbrio Emocional: As peças clássica

A Sinfonia da Melancolia: Um Ressurgimento (Edição 2024)

 

Nas Brumas da Memória (2016)¹




Em cantos obscuros, a alma se escondia. 

Em versos silentes, a dor se mede. 

Sinfonia da angústia, em tons de cinza.

Um lamento antigo, que o peito aflige.


Anos se passaram, a dor persistia. 

mas a chama da esperança ainda ardia. 

Em novas cordas, a alma se expressa. 

Em busca da cura, da paz e da beleza.


Nas brumas da mente, um vulto se ergue. 

Um fantasma² cruel, que a alma submerge. 

Sussurra mentiras, traz pesadelos e angústia. 

Tentando apagar a luz da existência.


Com bravura e força, a alma se levanta. 

Contra o fantasma da depressão, luta santa. 

Em cada verso, um golpe certeiro.

Em busca da liberdade, do novo amanhecer.


Nos raios do sol, a esperança se acende. 

Um novo horizonte, a alma pretende. 

Com amor e apoio, a cura se inicia.

A sinfonia da melancolia se torna melodia.


Passos lentos, mas firmes na jornada. 

A alma se liberta da dor acorrentada³. 

Em cada conquista, um novo aprendizado. 

Um hino à vida, um canto vibrante e alado.


Dois mil e dezesseis, a dor se expressava. 

Em versos sentidos, a alma se revelava. 

Hoje, em vinte e quatro, a sinfonia renasceu. 

Um tributo à força que em nós se enlaça.


Que a sinfonia da melancolia ecoe. 

Um alerta⁴ aos que sofrem, um convite que os convoque. 

Busquem ajuda, estendam a mão. 

Juntos venceremos, em união e canção.


Que a dor se transforme em força e em arte. 

Em versos que curam, em um novo estandarte. 

Que a sinfonia da vida⁵ se faça ouvir. 

Um canto de esperança, que o mundo queira sentir.




________

Notas e Referências:


1.Nas Brumas da Memória (2016): Obra original do autor: [Cicero Barros], publicada em 2016. Disponivel em:[ https://www.analiseagora.com/2016/11/a-dor-da-alma-e-uma-dor-invisivel.html]

2.Fantasma da Depressão: Uma personificação da depressão, representando-a como um ser maligno que atormenta a alma.

3.Dor acorrentada: Uma metáfora que representa a depressão como uma força que aprisiona a alma e impede seu crescimento.

4.Um Sinal de Alerta: Um convite aos leitores que sofrem de depressão para buscarem ajuda.

5.A Sinfonia da Vida: Uma metáfora para a vida, representando-a como uma melodia complexa e bela.


BARROS, Cícero. A dor da alma é invisível. https://www.analiseagora.com/2016/11/a-dor-da-alma-e-uma-dor-invisivel.html]. Acesso em:25 de junho de 2024.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade.   Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo, composta por duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Pode-se observar que é um desenho simplório, num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.

O abc da mãe, para expressar, as suas qualidades.

As mães possuem suas qualidades no abc da vida.   A imagem diz o  abc da mãe  As mães, quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhecem esta árdua luta das mães e são gratos a elas. Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.   Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dando à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e lamentar a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.   Neste simples abc da mãe, todos os filhos deveriam sempre obser

Você já rotulou alguém de burro?

Essa atitude é preconceituosa, ela  ferirá o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão Burro comprova o preconceito  entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes. Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.