Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

Atenção! Preparem o bolso vazio, para pagar a luz.

Enquanto ninguém tem reajuste salarial, mas a energia encarece. A foto mostra o poste de transmissão de energia elétrica  O último índice médio de preços das tarifas da luz elétrica será de 7,32%. A antiga (antiga porque será privatizada em breve ) CEEE-D  abastece 1,716 milhão de unidades consumidoras. O setor Que se compreende as residências, comércio, área rural e iluminação pública, terá alta de 8,32. O setor industrial que está em rede de alta tensão terá aumento de 5,24%, Tudo sob  as bênçãos da (ANEEl) Agência Nacional de Energia Elétrica. É incrível! parece piada, mas é a realidade, antes fosse. A partir do  próximo domingo 22/20 os consumidores da CEEE pagarão mais caro a energia elétrica, será um reajuste de 7,32%. Porém enquanto isso ninguém tem reajuste salarial há muitos anos e especialmente agora, nesta crise econômica e turbinada com a força da pandemia da covid-19. 

As familias brasileiras estão endividadas.



http://www.analiseagora.com/
As famílias brasileiras estão endividadas 

Endividamento familiar estar perdendo o controle em todo o Brasil. O país está mergulhado numa inflação galopante de 9%%, vem corroendo o salário mínimo que é extremamente insignificante para a população manter qualidade de vida. A economia brasileira apresenta sinais claros de recessão.  Simultaneamente estão sendo transferidos para a população vários efeitos colaterais danosos como, desemprego, dólar e os juros altos, inflação, constantes reajustes de preços de todos os setores da economia de bens e serviços.

Também começam a aparecer bruscamente, as principais decorrências que atinge diretamente a todos; o temeroso endividamento das famílias brasileiras que atinge o índice de 21,98%. Há pesquisas que já apontam para a existência do comprometimento da renda familiar na faixa de 42% a 46,36%.   Isto significa que a luz de alerta, já estava acesa há muito tempo. Contudo, tem muitas famílias que ainda não perceberam a gravidade da crise econômica e continuam comprando em alta velocidade, sem planejamento e não se dão conta, do alerta vermelho de não poderem honrar seus compromissos das dívidas. Corre sério risco de um verdadeiro colapso financeiro em um futuro próximo.

Se frearem as compras podem entrar num endividamento perigoso que poderá trazer grandes dores de cabeça para honrem os compromissos assumidos, nas lojas e instituições financeiras. No momento de comprar por motivações diversas, que aguçam o impulso inconsequente de muitas famílias adquirirem bens desnecessários; caem no esquecimento, de não poderem quitar as compras.  A partir daqui começa o endividamento sem controle gerando profundos problemas financeiros de saúde física e mental. Quando a saúde econômica de uma nação vai bem consequentemente à saúde entre a população também vai bem. Isto é, por quer de uma maneira geral existem contentamentos entre as pessoas quando conseguem adquirir bens de consumo de mínimos e de máximos valores.

Em nosso país é muito fácil às famílias entrarem em uma bola de neve sem controle de endividamento. Ingredientes para esta receita perigosa nas finanças das famílias não faltam. O salário mínimo ínfimo de R$ 788,00 corroídos pela inflação que está no ápice em 12 messes atinge a casa de 9%, não é reposta aos salários. Hoje é tudo facilitado principalmente quando se toca na questão do crédito pessoal. A avaliação de risco parece não ter um rigor tanto quanto em épocas passadas. O próprio governo, os bancos, as financeiras e as instituições de cartão de créditos incentivam as famílias a fazerem empréstimos facilitados a juros altíssimos. Isso para incentivar a todos comprar sem um minucioso replanejamento; do que se recebe e do que pode se gastar mensalmente. O planejamento é imprescindível na hora de pensar em comprar algum bem seja ele durável ou perecível, para depois não gerar problemas financeiros no lar. O perigo é a existência de diversas maneiras de o mercado financeiro assediar os consumidores. E fazem propostas tentadoras que muitos entram sem pensar na lábia dos vendedores de produtos financeiros e aceitam cartões e mais cartões de créditos a juros astronômicos, com limites acima do poder da renda familiar; mesmo para famílias que já estão endividadas.

http://www.analiseagora.com/
Em épocas de crise econômica o dinheiro perde o valor
Muitas dessas empresas de cartões até oferecem a portabilidade das dívidas. Os bancos usam este expediente oferecendo facilidades que muitas vezes, devido às taxas extras que vem embutida. Contudo, muita atenção, para fazer este tipo de negociação. Há casos que é bom executar a portabilidade. Isto vai depender muito do que vai ser oferecido numa delicada negociação financeira desta envergadura, principalmente para quem já está atolado em dívidas.  E não se preocupam se existe lastro para garantir as dívidas contraídas. O resultado é alto índice de endividamento, que se iniciam em efeito cascata.


Para quitar as dívidas, mesmo sabendo que não é uma tarefa simples, mas é possível e necessária. Cortar radicalmente tudo que avaliar supérfluo e deixar o essencial. É uma legitima operação de guerra contra o endividamento. Isto se chama planejamento para limpar o nome no comercio e voltar a ter crédito dentro da responsabilidade. Entrar num endividamento sem perspectiva de solução interfere no emocional de qualquer cidadão e de toda a família. Esta situação ruim faz derrubar a autoestima de qualquer pessoa chegando às últimas consequências imagináveis. Começam a aparecer inúmeras doenças psíquicas e há casos que muitos somem dos círculos sociais caindo no isolamento devido à vergonha das dívidas que quer saldar, mas não sabem por onde começar. Por isso, planejar, pensar, avaliar, é verbos fundamentais para ser conjugados e colocados em prática antes de fazer qualquer tipo de negócio neste momento em que passa a economia do nosso Brasil.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. O abc da mãe e seus significado s As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos. Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentaram a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe. Neste simples abc da mãe todos os filhos deveriam sempre observar as qualidade

Você já rotulou alguém de burro?

É uma atitude preconceituosa para ferir o sentimento de outrem e ruim para o convívio social. A expressão burro comprava o preconceito entre as pessoas.  Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade. Sem luz se usa o candeeiro. Candeeiro é a lamparina , artefato antiquíssimo composta sobre duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Um desenho simplório num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal. Este utensílio domestica há muitos anos foram usados no país inteiro até chegar às primeiras transmissões de energia elétrica nas capitais e aos poucos foram se disseminado para o restante do país.