Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

O mundo registra 2 milhões de mortos por covid-19.

O dia triste no mundo, mais de 2 milhões de pessoas morrem de coronavirus. O vírus da covid-19 visto a partir da lente do microscópio. Em 15 de janeiro de 2021 o mundo crava o marco triste de mortes por covid-19, são dois milhões de vidas perdidas para este vírus devastador e letal. Essa tragédia começou em 1/12/2019, a Província de Wuhan na China, e se espalhou rapidamente no mundo e gerou a pandemia que vem provocando esse drama humano, ainda sem data para o seu fim. Hoje o Planeta Terra marcou os tristes dígitos de 2.008.273 de pessoas vitimadas pela covid-19. São números assustadores e que não param de crescer diariamente no mundo. É muita dor, sofrimento, lembranças, ausências dos entes queridos que morreram, vítimas da fúria letal do Coronavirus ( SARS-CoV-2 ) em todo o Planeta Terra. A cada um em qualquer parte do Mundo o nosso lamento! Os dados tristes do Brasil já passam de mais 208 mil pessoas que perderam as suas vidas e poderá aumentar se nada for feito como por exemplo

Aumento de preços dos remédios.

http://www.analiseagora.com/
Moedas de 1 real brasileiro 
O governo anuncia uma páscoa amarga para quem precisa de medicações.O governo brasileiro anuncia a toda pompa o aumento dos remédios que vai adoçar a páscoa das indústrias e os grandes laboratórios farmacêuticos. Contudo, vai amargar a páscoa de quem depende de medicações neste país. O coelho remarcador de preços do governo trouxe em plena páscoa, este ovo amargo que traz dentro uma surpresa desagradável para os consumidores de medicamentos, o aumento nos preços dos remédios na média de 5,83% para diversas categorias de remédios. Este brinde medicamentoso embutido no ovo de páscoa do brasileiro vai debilitar ainda mais a saúde de muitos cidadãos que dependem de medicações para continuar vivendo uma saúde precária a base de medicações.
Quem é dependente de alguma prescrição medica para viver, é sinônimo de saúde fragilizada e consequentemente vai ser obrigado a refazer seu orçamento para encaixar mais este aumento para não provocar traumas maiores em sua planilha de custo.


Geralmente é praxe neste país o governo conceder aumento parco ao salário mínimo e sequencialmente liberar aumentos de preços acima do salário mínimo as coisas fundamentais a vida do povo. Esta cruel realidade aplica-se principalmente para todos os produtos essenciais a manutenção da vida visando qualidade em saúde. Os remédios este item indispensável a muitos são reajustados acima do mínimo e da inflação.
A inflação que está chegando de forma galopante devorando o poder de compra dos trabalhadores e assalariados do Brasil. Ninguém consegue entender a matemática do governo, simplesmente aumenta infimamente a base de compra e aumenta astronomicamente os preços dos produtos e serviços. É uma equação ininteligível para os cidadãos brasileiros que somos leigos em economia e estatísticas, para decifrarmos este enigma brasileiro em seus cálculos econômicos para justificar este aumento do salário mínimo desproporcional ao aumento de preços de produtos indispensáveis para a saúde do povo.

Quem mais precisa de medicação  não tem dinheiro

Portanto, Todos que dependem de medicações para viver preparem seus bolsos que está chegando um aumento de preços muito acima do aumento do salário mínimo outorgado do início do ano e acima da inflação que esta devorando lentamente o nosso dinheiro. Absolutamente ninguém faz nada, o que meramente tentam fazer é explicar o inexplicável. O que interessa é agradar os poderosos da área farmacêutica e depreciar financeiramente o povo brasileiro que dependem de medicações para continuar com seus tratamentos de saúde. Muitos chegam a interromper o tratamento por falta de condições para comparar todas as medicações prescritas pelos médicos.

Postagens mais visitadas deste blog