Pular para o conteúdo principal

Postagem recente.

Não discuto política!

Conversa entre dois amigos sobres discutir ou não política.

Um amigo se diz da direita, neutro, odeia política e ainda em alto e bom tom vem afirmar categoricamente, jamais a discutirá. O outro amigo de esquerda tem partido definido e filiado; e ama a política. O amigo de esquerda, todas as formasprocuram convencer a importância dela, ainda que tenha, corrupções e todas as mazelas. Porém é fundamental para regular a vida de todos os cidadãos da sociedade. Se alguém quiser ser meu amigo real ou virtual, não venha com este papo de política porque não gosto e detesto. E não discuto política porque estou bem longe desse coisa ruim. Ela não atinge minha vida! Não gosto e tenho raiva de quem gosta.Olha só se tem cabimento amigo!O mané, lá da esquina me chamar de assexuado político? O que será o que ele quis dizer com esse apelido? Ora!Tenho sexo, sou macho, valente e já mais, admitirei este conceito. Agora sim, é mesmo que nunca irei gostar desta tal coisa de política, prefiro ser neutro porq…

Aumento de preços dos remédios.

http://www.analiseagora.com/
Moedas de 1 real brasileiro 
O governo anuncia uma páscoa amarga para quem precisa de medicações.O governo brasileiro anuncia a toda pompa o aumento dos remédios que vai adoçar a páscoa das indústrias e os grandes laboratórios farmacêuticos. Contudo, vai amargar a páscoa de quem depende de medicações neste país. O coelho remarcador de preços do governo trouxe em plena páscoa, este ovo amargo que traz dentro uma surpresa desagradável para os consumidores de medicamentos, o aumento nos preços dos remédios na média de 5,83% para diversas categorias de remédios. Este brinde medicamentoso embutido no ovo de páscoa do brasileiro vai debilitar ainda mais a saúde de muitos cidadãos que dependem de medicações para continuar vivendo uma saúde precária a base de medicações.
Quem é dependente de alguma prescrição medica para viver, é sinônimo de saúde fragilizada e consequentemente vai ser obrigado a refazer seu orçamento para encaixar mais este aumento para não provocar traumas maiores em sua planilha de custo.


Geralmente é praxe neste país o governo conceder aumento parco ao salário mínimo e sequencialmente liberar aumentos de preços acima do salário mínimo as coisas fundamentais a vida do povo. Esta cruel realidade aplica-se principalmente para todos os produtos essenciais a manutenção da vida visando qualidade em saúde. Os remédios este item indispensável a muitos são reajustados acima do mínimo e da inflação.
A inflação que está chegando de forma galopante devorando o poder de compra dos trabalhadores e assalariados do Brasil. Ninguém consegue entender a matemática do governo, simplesmente aumenta infimamente a base de compra e aumenta astronomicamente os preços dos produtos e serviços. É uma equação ininteligível para os cidadãos brasileiros que somos leigos em economia e estatísticas, para decifrarmos este enigma brasileiro em seus cálculos econômicos para justificar este aumento do salário mínimo desproporcional ao aumento de preços de produtos indispensáveis para a saúde do povo.

Quem mais precisa de medicação  não tem dinheiro

Portanto, Todos que dependem de medicações para viver preparem seus bolsos que está chegando um aumento de preços muito acima do aumento do salário mínimo outorgado do início do ano e acima da inflação que esta devorando lentamente o nosso dinheiro. Absolutamente ninguém faz nada, o que meramente tentam fazer é explicar o inexplicável. O que interessa é agradar os poderosos da área farmacêutica e depreciar financeiramente o povo brasileiro que dependem de medicações para continuar com seus tratamentos de saúde. Muitos chegam a interromper o tratamento por falta de condições para comparar todas as medicações prescritas pelos médicos.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc.
As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentaram a sua real importância quando elas morrem. Os filhos deveriam observar e valorizar as qualidades da mãe.
Neste simples abc da mãe todos os filhos deveriam sempre observar as qualidades da sua mãe e a valorizar eternamente. Toda…

Você já rotulou alguém de burro?

É uma atitude preconceituosa para ferir o sentimento de outrem e ruim para o convívio social.Quando alguém utiliza este vocábulo burro para qualificar outrem, somente vem comprovar como muitas pessoas têm uma mentalidade maldosa, preconceituosa e intolerante em relação aos seus semelhantes. É inaceitável como é usado no Brasil o termo “burro” entre as pessoas. Muitos usam de maneira intencional para ofender covardemente os seus semelhantes.  Alguns humanos a utilizam de maneira maldosa, preconceituosa e ofensiva. Isso vem ocorrendo desde o início da colonização até os dias atuais.

Candeeiro ou lamparina antiga, mas muito usado no Brasil.

O candeeiro fez parte da vida do povo nos tempos remotos e na atualidade. Candeeiro é a lamparina, artefato antiquíssimo composta sobre duas partes simples. A sua base é feita de lata comum. Um desenho simplório num formato de uma pirâmide. No topo desta pirâmide usa-se pavio de fabricado de algodão. Ele é umedecido com querosene, que é colocado na parte de baixo, como podemos observar tem uma forma redonda, mas como base piramidal.
Este utensílio domestica há muitos anos foram usados no país inteiro até chegar às primeiras transmissões de energia elétrica nas capitais e aos poucos foram se disseminado para o restante do país.