Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2017

A greve geral do Brasil foi grandiosa.

A greve geral contra as reformas trabalhistas e previdenciárias do governo golpista continua a ser um sucesso, ainda não terminou. Ocorrem greve nos 26 Estados do Brasil e mais o Distrito Federal onde fica Brasília a capital do país. Agora não espere a mídia golpista dizer que a greve foi a maior dos últimos tempos. Ela irá certamente deturpar informações como sempre faz e atualmente só se presta a fazer isso e ir contra o povo. Certamente irá dizer que foi um fracasso e ocorreu transtorno no trânsito. Nunca irá afirmar que os milhões de trabalhadores e cidadãos brasileiros fizeram greve geral. O povo começou a desperta da anestesia do golpe de 2016.

Todos os povos sofrem com árdua missão de pagar impostos para os governos.

Pagar impostos é uma missão árdua para todos os cidadãos do mundo, desde os primórdios. Está na história, os governantes vivem do resultado do trabalho do povo para manter as ostentações palacianas, uma ação que rotina exploradora e remota aos tempos antigos. 
É um legitimo drama interminável de todos os povos a pagarem tributos de tudo, do que se recebe, compra e vende. Um sacrifício presente em toda a história dos humanos. Tudo isso para manter a luxúria de todos   que estão no poder. 
Vasculhando os anais da história pode-se encontrar vários vestígios e mecanismos engenhosos que os transformam atos legais, mesmos que sejam imorais; para os poderosos efetuarem as cobranças dos tributos pesados sobre o povo. Estas ações ocorrem e ocorrem em todas as épocas da história da humanidade. Em cada período da histórico sempre foram adotados meios característicos próprios do contexto de cada época para executarem as arrecadações eficazmente.

A quantidade de compromissos assumidos, define a velocidade do tempo; atualmente.

O tempo nos dias atuais notavelmente voa numa velocidade inexplicável, tudo em função dos compromissos exagerados. Já perceberam esta situação ou nem os exageros permitem deixar notar tanta rapidez, por quer as tarefas vem consumir de maneira sagaz   a vida? Prestem bem atenção e percebam esta realidade cotidiana em sua vida, porém, se possível então, não permitam isso acontecer! Procure diminuir o ritmo frenético dos trabalhos se possível para viver de maneira serena nesta sociedade da agitação.  Quando inicia a segunda-feira num piscar de olhos já é sexta-feira e assim sucessivamente, durante os trezentos e sessenta e cinco dias do ano. Parece que a vida contemporânea é fundamentada na agitação do tudo instantâneo desde as enchentes de notícias as comidas congeladas, refeições nos restaurantes ou os pratos solicitados com tudo descartáveis para não se perder tempo.

Em 2017, quem receber menos, paga mais e quem ganhar mais, paga menos imposto de renda.

O Imposto de Renda 2017, é uma legitima tirania do governo federal sobre a nação brasileira. Todos carregam sobre os ombros este pesado tributo de maneira desigual. Tudo para arcar com a luxúria do governo e todos os políticos sem escrúpulos. O retorno para o povo em políticas públicas para restituir em benefícios sociais é quase nulo. Esta disparidade do imposto de renda no Brasil é algo extremamente insuportável e injusta. Uma realidade que está longe de ser resolvida uma coisa é certa quem ganhar menos paga mais e honestamente a Receita Federal. Todos os tributos estabelecidos em lei. Agora quem receber mais paga menos impostos e ainda sonega impostos, são os donos das grandesfortunas. Esta é uma realidade cruel que está na hora de terminar no país da corrupção.

A polidez da música instrumental ao piano.

A música como arte universal tem uma abrangência ilimitada e atende todos os tipos de gostos fino, seleto, apurado e gostos são semelhantes às sentenças judiciais não se discutem simplesmente respeitam, mesmo não concordando em vários aspectos. Partindo deste princípio, hoje quero apresentar no espaço cultural do blog analiseagora, a música instrumental extraída por intermédio da inteligência e das mãos hábeis dos mestres do piano. Independentes quais músicas são executadas ao piano os mesmos as transformam em músicas elegantes que fazem bem aos tímpanos pertinentes a este estilo musical.A música instrumental extraída do piano faz produzir serenidade a mente.

A música gospel tem uma longa história de evangelização.

A música gospel agora tem seu espaço especial e privilegiado neste blog e fará uma ampla reflexão sobre este maravilhoso estilo do universo musical de louvor a Deus. Desde a existência do blog analiseagora a música sempre tem espaço privilegiado. Como amo muitíssimo quase todos os gêneros musicais sempre procuro abrir um intervalo especial para falar sobre os diversos estilos que compõe o universo da música. A origem da palavra gospel vem do inglês. Gospel procedente da língua antiga “God-spell" que significa good tidings, ou good news, em português, "boas novas," referindo-se aos Evangelhos da Bíblia que nos narram as boas novas ao mundo o nascimento de Jesus. Então, “music gospel” é igual à musica dos evangelhos, a boa nova da salvação e traduzindo para o português ficaria linearmente, música evangélica. O mais conhecido pai da música gospel é Thomas A. Dorsey (1899-1993) um grande compositor deste estilo musical do século XX.

O peixe é pouco consumido entre os brasileiros, em razão dos atravessadores onerarem o preço.

O peixe não importa a espécie deveria fazer parte do cardápio continuamente na alimentação dos brasileiros durante os 365 dias do ano. E não simplesmente durante a sexta feira santa de cada ano. Através de sua grande riqueza em nutrientes e sais minerais saudáveis para a saúde de todos. Além de contribuir no balanceamento de uma dieta alimentar correta. O peixe deveria ser indispensável na alimentação das pessoas de todas as faixas etárias. Ele, somente não é possível ser incluído no cardápio, ao menos uma vez durante a semana; por quer é muito caro no Brasil.

O tempo é soberano e determina as regras do jogo.

O tempo é soberano e determina as regras comportamentais dos humanos em qualquer circunstância da vida, definindo começo meio e fim. É surpreendente um dia a pós o outro por quer se pode perceber o predomínio do tempo sobre tudo e sobre todos. É ele que faz mudar, transformar, curar tudo e voltar acalmaria de todas as agitações. Tudo sob seu comando flui no seu curso natural e são recolocadas as coisas nos seus devidos lugares. O tempo é o consumador dos fatos e sempre procura agir como uma brisa que atenuando e, ordenando voltar à normalidade das coisas depois de uma severa tempestade na terra ou no alto mar. É bom dizer o tempo é magnifico e soberano. Trabalha tranquilamente fazendo a divisão e a distribuição dos acontecimentos sem que alguém ambicionar se atrever a impedir e a mudar as regras determinadas que devessem ser cumpridas na medida exata e perfeito.

A sexta feira santa foi necessária para existir vida eterna.

A sexta-feira santa, foi necessária existir para ocorrer o último sacrifício, do projeto perfeito de salvação; de Deus para com a humanidade. Isto é, para nos libertar definitivamente da morte eterna fruto do pecado. A morte de Jesus na cruz foi este ato de amor incondicional do Senhor por cada ser humano pecador. Jesus pagou um preço incomensurável em razão dos nossos pecados. Jesus que é Deus se fez humano e viveu como todos os humanos, exceto no pecado, para derrotar a morte preço do pecado e através de sua ressurreição gloriosa, proporcionar gratuitamente a vida eterna em abundância para todos que creem e aceitarem Cristo como o único Salvador o único caminho que   pode levar ao Pai; o Deus eterno.

A mentira necessita de um dia?

O dia da mentira, não necessita de uma data, mas precisa sim o dia da verdade. Talvez este dia tenha suas origens na Europa, mas existem muitas controvérsias, alguns dizem que surgiu na França lá pelo século XVI. Porém, este caso, data e local podem ser inverídicos, por quer de trata de um fato mentiroso, verdadeiramente, ninguém sabe ao certo, pode ter ocorrido em qual quer outro dia, ano, século e país europeu, agora vai saber onde? É mentira mesmo, fica ‘o dito pelo não dito’!