Pular para o conteúdo principal

Fogo e amor!

Fogo e amor!
http://www.analiseagora.com/
A imagem mostra uma fogueira a queimar.

Fogo e amor são duas realidades distintas!   São vinculados; para acontecer sua   existência. Sem amor não existe fogo e sem fogo não existe amor!
É o fogo que queima, arde, incendeia e faz nascer o amor.
Amor quente semelhante ao fogo que o fez brotar naturalmente.

Aquece e faz abrasar de mansinho os corações apaixonados, sem perceber o tempo passar.

É combustão para a vida de um amor sublime, incomparável no tempo e no espaço para uma explosão amorosa. Esta força é invisível, mas real, e incendeia o verdadeiro amor a nascer.
O que seria do amor sem esta chama permanente, que nunca mais se apagará? Ele é arquiteto do aconchego, do prazer sem limites. O amor sem fogo não é amor é amizade respeitosa.

Tem o poder de entrelaçar, de maneira abrasadora; as vidas dos amantes incondicional, sem temor de ser feliz!
Fogo é vida transformado em amor absoluto, capaz de enfrentar quaisquer circunstâncias com altivez!

É desejo profundo para fazer alguém lagrimar sem sentir dor, mas sentir   êxtase inexplicável.
O fogo é energia que faz sustentar a relação do amor eterno!
Quem pode viver sem o fogo seja ele amoroso, aquecedor ou simplesmente, transformado em energia para fazer girar o mundo?
O fogo é isso e muito mais! É tudo e além tudo, é a energia perfeita do amor!💖


Fogo de chão em analiseagora II



Comentários

  1. Amor é fogo que arde sem se ver,
    é ferida que dói, e não se sente;
    é um contentamento descontente,
    é dor que desatina sem doer.
    Ai, Camões...
    Abraços, amigo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu comentário é muito importante.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença é este sentimento negativo presente nas relações humanas.

Este sentimento ruim, a indiferença está presente na vida e setores sociais. A indiferença é um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando é despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimento negativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos. Podem-se perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. 
No plano social, há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes, em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos homens reagirem indiferentemente frente aos problemas de outrem. No âmbito governamental, o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente ent…

A quinta sinfonia de Beethoven.

Beethoven e a quinta sinfonia.Beethoven compôs suas obras musicais eruditas na liberdade quebrando velhos paradigmas. O grande gênio da música clássica erudita Ludwig van Beethoven alemão nascido na cidade de Bonn em 1770 e faleceu em 1827 aos 56 em Viena. Um dos grandes compositores do estilo musical erudito, onde no conjunto de sua obra impera a liberdade, ele escrevia suas composições, suas obras quebrando velhos paradigmas da música clássica abrindo novos horizontes para a música erudita.