Pular para o conteúdo principal

A vida humana em permanente movimento do início ao fim.

http://www.analiseagora.com/
A imagem da engrenagem simboliza a vida em movimento.
CONTÍNUO MOVIMENTO DA VIDA: O homem do ponto de vista existencial vive em permanentes movimentos constatados em inúmeras reações e expressões de múltiplos comportamentos. Esta característica está presente desde o ventre materno, passando por todas as fases da vida até chegar o dia de sua finitude física neste mundo. O viver humano é constituído de um somatório de ações, reações, encontros, desencontros e expressões contínuas para escrever e rescrever a própria história. Tudo acontece durante este espaço de tempo entre o nascer e o morrer fisicamente. É fantástico tirar um dia para observar este movimento da vida humana.  Escolher pontos estratégicos da cidade onde existam grandes circulações de pessoas, exemplo:  o centro da cidade, rodoviária, aeroporto, uma rodovia ou avenida congestionada de automóveis, hospitais ou uma repartição pública, onde agreguem multidões. Nestes locais se pode constar in loco a permanente movimentação da vida humana.


OBSERVAR A MOVIMENTAÇÃO HUMANA: Em plena calma permanecer por um longo tempo, observando os movimentos consecutivos da multidão e suas reações e expressões uns para com os outros. São ininterruptos os movimentos do vai e vem; semelhante um formigueiro humano em busca de seus objetivos na sociedade na qual habita.  Assim, todos garantem a sobrevivência particular e ao mesmo tempo fazem a economia girar rumo ao crescimento e desenvolvimento. Neste consecutivo movimento o homem faz girar este mundo. Nestas permanentes complexidades das idas e vindas diárias de um lugar para outro, em busca de oportunidades, o corre, corre em função de vários motivos. Tudo isso faz o ser humano se sentir vivo e atuante na sociedade.

SOLIDÃO NA MULTIDÃO: Há lugares de grandes aglomerações anônimas. É o homem moderno vivendo o anonimato nas multidões. Entretanto, em plena solidão; ninguém conhece ninguém. É o anônimo cidadão do mundo. Esta legitima “roda viva” dos humanos gira em qualquer localidade do planeta Terra neste formato. E principalmente nos grandes centros urbanos; onde os movimentos das pessoas são intensos e não expiram. São nestes lugares que podemos observar as mais diversas reações do que cada ente está carregando, as mais diversas preocupações em seu ser, nesta interminável caminhada da vida. Contudo, é importante ter esta oportunidade para analisar as mais diversas expressões, dos inúmeros semblantes faciais da população em plena correria, e notar quanta agitação moderna a troco de quase nada. Percebe-se que todos deixam transparecer o que estão levando de um lugar ao outro. Não precisa ser perito, basta ser um bom observador e perceber o que cada mortal leva alegria e amarguras em seu âmago.

As engrenagens de ferro desenham o ritmo da vida. 



O PRIMEIRO EMPREGO: Algumas pessoas vão para mais um dia de trabalho, às vezes felizes, outras vezes amarguradas e etc. Infelizmente outros são demitidos da função que exercia na empresa, expressam preocupação e tristeza.  Porém, continuam na busca de um novo trabalho para sua provisão.  Podemos apreender a alegria estampada no rosto de muitos que vão para o primeiro dia de trabalho enquanto, assola o desemprego no país. É o seu primeiro emprego, cheios de grandes expectativas e já fazem planos quando receberem o seu primeiro pagamento.

VIAJANDO: Analisando outras situações da vida percebemos que várias pessoas chegam de excursões, outros partem para uma nova aventura de uma longa viagem, seja a trabalho ou a turismo. Alguns viajam de ônibus, trem, avião, navio, ou simplesmente de carro, todos vão à busca de: seus sonhos, seus projetos, suas ambições diversas da vida. É simplesmente a vida em movimento dentro do pragmatismo social.

O DINHEIRO: No fim todos os humanos, nesta sociedade capitalista ou não estão em uma luta permanente e movimentadíssima, para ganhar dinheiro de maneira honesta para viver. Existem também grandes movimentações de pessoas, nas filas intermináveis dos bancos e financeiras, expressando cansaço e irritabilidade. Muitos estão sentados negociando suas dívidas ou tentando conseguir um empréstimo. Nestes ambientes, também podemos observar várias reações e expressões das pessoas. Tem aqueles que expressam decepção por ter uma dívida impagável e não conseguem mais um empréstimo ou renegociar a dívida. O resultado das expressões destes é de frustrações, decepções e etc. existem também aqueles que saem das instituições financeiras, aliviados, felizes, por quer quitaram uma dívida antiga. Outros também saem dos bancos, alegres até mesmo por que puderam ter conseguido fazer uma dívida a pagar em longo prazo a juros exorbitantes para realizar um sonho de consumo ou uma necessidade básica.
 
http://www.analiseagora.com/
A imagem diz:a vida é uma máquina perfeita.
UNIÃO E SEPARAÇÃO: Existem aqueles episódios da vida onde também os movimentos são constantes. Há a grande correria para a realização de uma glamorosa festa de casamento. Neste momento são feitas juras eternas de amores diante das autoridades competentes, alegria total. Na mesma condição contrária e extrema do homem surgem outras grandes movimentações, superlotadas de sentimentos opostos, às vezes ruins; quando se finda um relacionamento de muitos anos. Certo casamento que demostrava solidez instantemente acaba em ruínas, acontece à separação em razão de múltiplos motivos.
NA UNIVERSIDADE: Observando o mundo acadêmico percebemos os brios dos movimentos dos acadêmicos iniciando uma nova etapa da vida, um momento único, brilhante quando se der a estreia à longa jornada de estudos na universidade. Neste ritmo também acontecem os movimentos adversos: têm aqueles que estão felizes por começar seu curso predileto. Nesta movimentação alguns tem sentimentos de indecisões, frustrações e trancam o curso, ou saem da universidade, às vezes por não por quer saberem o que querem ou por quer não ter condições de pagar o curso. Em outro extremo tem alunos que expressam a felicidade da apresentação da tese de conclusão do curso, estão prontos para a festa de formatura e para o mercado de trabalho.

MOMENTOS ESPECIAIS E DIFÍCEIS: Em outras circunstâncias da vida podemos constatar outras expressões do ser humano diariamente. O contentamento inexplicável de um casal quando nasce um descendente. Entretanto, na vida existe o contraditório e naturalmente percebemos a expressão de dor em muitas pessoas quando falece um ente querido. Seja de causas naturais ou acidentes que redobra a dor de todos.  Existem tantos outros lugares estratégicos que podemos observar os diversos comportamentos dos humanos e daria um grande tratado. Contudo, apenas apresento algumas amostras do homem que vive em movimento permanente, entre uma reação e uma expressão, entre os encontros e desencontros se constrói a vida.

Maria Rita/Encontros e despedidas.



CONCLUSÃO: Portanto, assim são os humanos nascem, crescem e falecem em contínuos movimentos. No último momento todos fazem um colossal esforço para promover a sua última respiração existencial.  Experimentam as vitórias e também as derrotas durante um período existencial, sequenciados e sincronizados entre si composto de início, meio e fim. Durante todas as etapas da vida humana, rica em movimentos de saídas e chegadas, encontros e desencontros. São estas próprias circunstancias que se constroem a história existencial. Esta história existencial, ninguém a escreverá sozinho, durante a caminhada sempre precisam da colaboração dos mais próximos e são obrigados no dia-a-dia, nesta roda da vida; em pleno movimento, construir novas amizades saudáveis para ajudar a escrever a história singular de cada ente humano. Dependendo como se redige as páginas da história da vida se expressam os mais diversos sentimentos e reações próprios dos humanos em qualquer movimento e circunstância da vida. A vida continua num eterno movimento independentemente de quais quer tempo, espaço e conjuntura.⚽

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença é este sentimento negativo presente nas relações humanas.

Este sentimento ruim, a indiferença está presente na vida e setores sociais. A indiferença é um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando é despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimento negativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos. Podem-se perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. 
No plano social, há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes, em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos homens reagirem indiferentemente frente aos problemas de outrem. No âmbito governamental, o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente ent…

A quinta sinfonia de Beethoven.

Beethoven e a quinta sinfonia.Beethoven compôs suas obras musicais eruditas na liberdade quebrando velhos paradigmas. O grande gênio da música clássica erudita Ludwig van Beethoven alemão nascido na cidade de Bonn em 1770 e faleceu em 1827 aos 56 em Viena. Um dos grandes compositores do estilo musical erudito, onde no conjunto de sua obra impera a liberdade, ele escrevia suas composições, suas obras quebrando velhos paradigmas da música clássica abrindo novos horizontes para a música erudita.