Pular para o conteúdo principal

Dezembro o mês da agitação da população brasileira e mundial.

O mês de dezembro deveria ser de calmaria e serenidade, mas é extremamente agitado para uma grande maioria da população brasileira. E
A imagem mostra o mês de dezembro o mais agitado do ano.
A correria para concluir os trabalhos atrasados a ansiedade para fazer as compras e mais as festas transformam dezembro o mês da agitação da população brasileira e também mundial.
O mês de dezembro deveria ser de calmaria e serenidade, mas é extremamente agitado para uma grande maioria da população brasileira. Esta situação provavelmente também deve está se repetindo em quase todos os países. Esta realidade é simples de ser verificada in loco. Não precisa ir muito longe basta sair do lar para fazer uma simples observação e perceber o movimento do povo nas ruas, nos bairros comerciais, nos pequenos e grandes centros urbanos, onde têm as ruas somente destinadas as feiras ao céu aberto, onde se vende de tudo que se possa imaginar. Desde alfinetes aos eletrônicos de última geração e o mais grave todos são   piratas. Além dos shoppings em todo o país que recebe uma intensa movimentação de consumidores.


Na época que antecede o natal a movimentação ocorre desde os pequenos comércios aos grandes shoppings, redes de supermercados e as lojas de roupas. Os Outlets que estão chegando ao Brasil com muita força. As lojas de eletros, eletrônicos, informáticas, perfumarias e cosméticos, estão lotados de consumidores vorazes para garantir a tradicional troca de presentes na noite de natal. Os bancos e as financeiras de cartões de créditos estão em pleno vapor lucrando através das maiores taxas de juros abusivos do mundo. O povo cada vez mais se enforcando em dívidas comprometedoras dos seus rendimentos para o ano todo.

Como os brasileiros criaram a cultura do atraso então é de praxe deixar tudo para fazer em última hora e geralmente o resultado sempre é estressante. Todos têm a mesma finalidade de concluir em poucos dias uma avalanche de atividades deixadas para traz e somadas as do trabalho normal, que aproximar-se encaminhar para a exaustão física e psíquica. A agitação começa pelo trânsito desorganizado e perigoso.  A maioria quer chegar aos locais de trabalho e de outras atividades extras; em alta velocidade como se estivessem pilotando um carro de formula I. E como o sistema viário em nosso país é extremamente precário todos permanecem num desgastante e irritante “engarrafamento” de carros que não andam para lugar algum. Em muitas situações acontecem os mais trágicos dos acidentes nesta época do ano no Brasil. Muitos condutores fazem uma combinação perigosa: álcool e direção, mais uma pitada de negligência e estresse extremo geralmente termina em grandes tragédias. Estas inconsequentes tragédias ceifam vidas precocemente de outrem, em situações tranquilas.


Também as outras classes se presenteiam com presentes de acordo com seu poder de compra,mas cumprem o ritual comercial nesta época do ano.
A classe alta troca trocam joias caras e outros presentes  mais valiosos na noite de natal.

Portanto, o mês de dezembro aqui no Brasil é o mês da correria, da agitação onde a população permanece em um grau de estresse que pode chegar a exaustão pessoal e também atingir uma enorme maioria do nosso povo. Isso é muito ruim por quer as consequências são imprevisíveis para saúde de todos. Eu penso que tudo está vinculado a alguns aspectos que as pessoas poderiam repensar e melhor. Primeiro há uma falta de planejamento para se cumprir nos prazos estabelecidos as metas e não deixar acumular tudo para a última hora. Segundo a tradição natalina exige coisas desnecessárias. As pessoas deveriam redescobrir que a pressa é um péssimo negócio para si e a sociedade. Pensar em deixar quase tudo para fazer, nos últimos segundos certamente; termina em grandes prejuízos. Então agora é um momento de confraternização e somente será possível dentro de um clima de paz e tranquilidade. Temos que ter claro que enquanto vivermos sempre terá final de ano. E para que tenhamos um final de ano sereno é fundamental fazer as tarefas dentro das metas a serem cumpridas diárias, semana e mensalmente para evitar acúmulos de compromissos. Ainda bem que já estamos praticamente em férias um excelente momento para descansar e repensar na vida e nos compromissos que o ano seguinte nos traz.


Comentários

  1. Este mes de Diciembre suele motivar a ese exceso de actividad comercial, llenando los centros comerciales, tiendas y establecimientos públicos de una gran muchedumbre ansiosa por conocer las novedades para intercambiarse regalos en estas fiestas navideñas, o simplemente para disfrutar de la animación, decorados, luces e ilusión popular.
    También en España se acostumbra a realizar dichas compras a última hora, lo que ocasiona múltiples atascos y problemas de aparcamiento. Suelen darse trágicos accidentes por exceso de alcohol, debido a estos festejos y a que la gente no es muy responsable a la hora de conducir.

    Finalmente diría que tanto en Brasil como en España hay demasiadas ganas de diversión o de vivir emociones intensas durante las fiestas navideñas, parece como si la gente necesitase esta válvula de escape o disculpa para dar rienda suelta a todo lo que no ha tenido tiempo de hacer antes o que no se dieron las circunstancias propicias.

    Me ha gustado mucho tu artículo, Cicerón.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Por gentileza deixe seu comentário é muito importante.

Postagens mais visitadas deste blog

O abc da mãe e suas qualidades.

As mães e suas qualidades no seu abc. As mães quantas qualidades elas possuem, desenvolvem e as colocam em prática, diariamente, vinte e quatro horas; durante uma vida inteira em prol dos seus filhos. Entretanto, dificilmente os filhos percebem e reconhece está árdua luta das mães e são gratos a elas.  Observem neste singelo texto, quanto as progenitoras fazem para seus filhos.
Estes dons surgem desde quando ela engravida pela primeira vez dão à luz seus filhos (as). Elas no cotidiano colocam em prática através de sua consciência maternal todas suas qualidades de mães para a proteção, provisão e educação dos filhos. O mais estranho e ingrato é que poucos filhos reconhecem a importância da sua mãe enquanto estão juntos. Muitos somente irão reconhecer e se lamentarem a sua real importância quando elas morrem.

Indiferença sentimento negativo presente nas relações humanas.

A indiferença está presente na vida humana e   setores da sociedade. A indiferença um dos sentimentos humanos extremamente impresumível inerte em sua índole humana. Todavia, quando despertada provoca indignação à pessoa alvejada. Este sentimentonegativo pode estar infiltrado em inúmeras circunstancias da vida. O mais preocupante é a insensibilidade neste mundo individualista; mesmo diante de muitas amizades virtuais vazias e geladas de sentimentos.
Podemos perceber nas relações familiares em gerais e entre amigos. No plano social há muitas situações onde as pessoas reagem plenamente indiferentes em relação aos semelhantes nas situações de fragilidade e incapacidade. São característicos dos humanos reagirem indiferentemente frente os problemas alheios. No âmbito governamental o sentimento de indiferença é visível e constante por parte das autoridades que se comportam em total indiferença frente aos problemas sociais do povo. Também este sentimento é muito presente entre nação dominante …

Quando a ganância vem ofuscar a razão.

Quando a razão é ofuscada pela ganância do ter, o homem caminha para autodestruição do ser.A ganância um dos sentimentos inatos dos homens carregados de muitas perversidades próprias de sua natureza pecaminosa e insaciável para querer tudo que os sentidos percebem. Averiguada, desde o início da humanidade até os dias de hoje, tem causado muitas dores e sofrimentos ao ganancioso e a sociedade. Na atualidade surge com mais intensidade e métodos extremamente nefandos para conseguir os desejos materiais impossíveis, muito dinheiro e poder sem limites. O brilho das moedas recebidas de maneira fraudulenta vem ofuscar a razão deixando a entorpecida para qualquer tentativa de chamar a reflexão, a sanidade humana, fundamentada nos valores éticos e morais.